Vídeo: Um coro de quase 40 mil vozes contra a Globo durante apagão no Pacaembu

Via Revista Fórum em 5/3/2018

No momento do apagão, que durou 50 minutos, no domingo, dia 4/3, durante jogo entre Santos e Corinthians, a torcida do Santos – única presento ao estádio – fez um coral com mais de 37 mil vozes contra a Rede Globo, que transmitia o espetáculo:

“Ô, tomar no c* Globo, tomar no c* Globo, tomar no c* Globo, ô”

O prefeito de São Paulo, João Dória, que estava no estádio, foi embora no momento do apagão.

Nota do Limpinho: Na contramão da torcida, o presidente do Santos, José Carlos Peres, quebrou o contrato de transmissão de jogos do clube com o Esporte Interativo para assinar com a Rede Goebbels. Leia: Por assinar com a Globo, Santos pode perder R$17,5 mi por ano até 2024

***

DÓRIA ABANDONA O PACAEMBU DURANTE APAGÃO NO JOGO ENTRE SANTOS E CORINTHIANS
Estádio, que é administrado pela prefeitura, ficou às escuras por 50 minutos durante jogo deste domingo. É a terceira vez que ocorre em pouco mais de um mês.
Via Revista Fórum em 5/3/2018

No domingo, dia 4/3, os torcedores que estavam acompanhando o jogo entre Santos e Corinthians, no estádio do Pacaembu, viram uma cena inusitada. O famoso estádio administrado pela prefeitura de São Paulo ficou 50 minutos sem luz.

De acordo com a coluna de Juca Kfouri, o fato ocorreu pela terceira vez, em pouco mais de um mês.

Juca continua em seu comentário para o Jornal da CBN de segunda-feira, 5 de março de 2018:

A primeira vez foi no dia 19 de janeiro, quando Palmeiras e Portuguesa disputavam as quartas de final da Taça São Paulo.

A segunda aconteceu dois dias depois, no jogo entre Santo André e Corinthians, já pelo campeonato estadual.

E ontem, com mais de 37 mil torcedores para ver o clássico Santos e Corinthians, o Pacaembu apagou de novo, e por 50 intermináveis minutos.

Uma vergonha só comparável à falta de coragem do prefeito João Agripino Dória que, torcedor santista, abandou o estádio assim que a luz faltou, aos 22 minutos do segundo tempo.

Que ele quer privatizar o Pacaembu é sabido, mas parece querer também provar a incapacidade de sua gestão para administrar o mais acolhedor estádio da Pauliceia.

Fugir das inevitáveis reclamações que ouviria, então, é abaixo da crítica.

Pior só mesmo a atuação do assoprador de apito que não marcou um pênalti para o Santos já nos acréscimos do empate 1 a 1, no melhor clássico paulista desta temporada.

Faltaram luz, gestão, coragem e óculos ontem no Pacaembu.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: