Governo Temer lança programa “Menos Médicos”

Michel Temer e o ministro da Educação, Mendonça Filho.

Helena Chagas em 19/11/2017

O governo acaba de lançar o programa “Menos Médicos”. É o que fica claro com a decisão, anunciada pelo ministro Mendonça Filho, do MEC, de suspender por cinco anos a criação de cursos de Medicina no país, a ser concretizada em decreto do presidente Michel Temer nos próximos dias.

Para perplexidade e estupefação geral: temos médicos demais? É claro que não. A decisão foi tomada, mais uma vez, para atender a pressão das corporações e entidades de classe do setor, que fizeram forte movimento depois do expressivo aumento das vagas de graduação em Medicina nos últimos anos – estimuladas pela lei do programa Mais Médicos.

Em julho de 2013, quando foi criado o Mais Médicos, em meio a muita polêmica, a estimativa do Ministério da Saúde era de que tínhamos um déficit de 54 mil profissionais, sobretudo no atendimento básico, agravado pela má– distribuição de médicos, deixando desguarnecidas principalmente as periferias das grandes cidades e os grotões do interior do país. Faltavam médicos, e a solução encontrada foi importar os cubanos e, sim, estimular a formação de novos profissionais, principalmente em cursos no interior do país.

O Mais Médicos foi um grande programa, embora, evidentemente, não tenha resolvido o problema em quatro anos. Há hoje mais brasileiros recrutados no programa, mas ainda faltam muitos médicos no Brasil. Estudo do TCU apresentado há dias na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado mostrou, claramente, que a falta de profissionais no atendimento básico continua sendo nosso maior problema de saúde pública.

Não há, portanto, o menor sentido em limitar a criação de cursos de Medicina a esta altura do campeonato – a não ser os interesses corporativos das entidades da categoria, aquelas mesmas que, todos se lembram, tentaram impedir a implantação do Mais Médicos. A alegada falta de qualidade nos cursos e instituições deve ser corrigida de outra forma, com avaliações rigorosas dessas escolas e profissionais e outras exigências em seu recrutamento.

Impedir a criação de cursos para evitar a formação de maus médicos é tirar o sofá da sala. Quem pagará a conta serão os de sempre: a população mais vulnerável, entregue às deficiências do SUS. Do ponto de vista político, o “Menos Médicos”, em ano eleitoral, é nitroglicerina pura…

***

“MENOS MÉDICOS” DE TEMER AGRADA MÉDICOS PAULISTAS
Via Brasil 247 em 18/11/2017

A decisão de Michel Temer de proibir novos cursos de Medicina no Brasil foi comemorada por profissionais da área.

“Já veio tarde”, diz Milton Arruda Martins, professor titular de clínica médica da Faculdade de Medicina da USP, segundo a coluna da jornalista Mônica Bergamo. “Já foram criados muito mais cursos do que o país precisa. Em cerca de 20 anos, eles vão suprir a demanda até para além do necessário”, afirma.

O “Menos Médicos” foi também o tema do programa “Leo ao quadrado”, de sexta-feira, dia 17/11.

***

TEMER PROÍBE CURSOS DE MEDICINA POR 5 ANOS PARA NÃO PIORAR “QUALIDADE DO ENSINO”
Via Jornal GGN em 17/11/2017

É destaque na coluna de Mônica Bergamo, na sexta-feira, dia 17/11, que o governo Temer vai decretar a suspensão de abertura de novos cursos de Medicina em todo o País, pelo prazo de pelo menos cinco anos.

Segundo a colunista da Folha, o ministro da Educação Mendonça Filho (DEM) disse que a ordem atende a uma demanda dos médicos brasileiros, que estão preocupados com a “qualidade do ensino” no setor.

“Há um clamor dos profissionais de medicina para que se suspenda por um período determinado a abertura de novas faculdades, em nome da preservação da qualidade do ensino”, disse Mendonça.

A previsão é de que Temer assine a medida até o final deste ano.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: