Após ignorar regras e secretário, Dória desiste de incluir “farinata” na merenda

O prefeito havia anunciado na quarta-feira, dia 18/10, a adoção desse composto na alimentação escolar das crianças.

Via Folha on-line em19/10/2017

O prefeito João Dória (PSDB) desistiu de incluir na merenda das escolas da rede municipal de São Paulo a “farinata”, um produto desenvolvido com alimentos perto da data de validade e que seriam descartados. O recuo ocorre após mal-estar com a Secretaria de Educação, que não foi consultada antes do anúncio de Dória.

O prefeito havia anunciado na quarta-feira, dia 18/10, a adoção desse composto [da ração] na alimentação escolar das crianças, potencializando as críticas que já havia recebido por causa de dúvidas sobre a qualidade da “farinata”.

Nota divulgada pela assessoria de imprensa da prefeitura indica que o foco da política será na área de assistência social.

“A eventual distribuição do composto alimentar do programa denominado Allimento para Todos, no formato de “farinata”, será de atribuição, principalmente, dos serviços municipais de assistência social”, afirma a nota.

O produto [A ração], que serve de base para o granulado alimentar, havia virado polêmica nos últimos dias, quando Dória divulgou que o distribuiria para famílias de baixa renda da cidade. Na quarta-feira, dia 18/10, durante coletiva de imprensa realizada para defender o produto, Dória afirmou que a Secretaria de Educação estava autorizada a inclui-lo na alimentação escolar. O produto [A ração] já estaria disponível nas escolas, segundo o tucano, ainda neste mês.

Além da saia justa com a Secretaria de Educação, o recuo ocorre, segundo a Folha apurou, depois que a equipe do prefeito chegou ao consenso de que dificilmente a “farinata” seria aprovada pela Codae (Coordenadoria de Alimentação Escolar, ligada à pasta da Educação). Além disso, a ideia depõe contra a qualidade da merenda hoje servida para os cerca de 1 milhão de alunos.

Questionado na quinta-feira, dia 19/10, durante viagem à Goiânia, o prefeito apenas desconversou sobre um prazo. “Se precisar um pouco mais de tempo, nós não temos que ter pressa”, disse ele, que se encontrou com o governador Marconi Perillo (PSDB) e participou de um fórum e ainda receberia o título de cidadão goiano. Dória se posiciona como pré-candidato à Presidência da República nas próximas eleições.

A Secretaria de Educação, por meio da Codae, é a responsável pela escolha dos alimentos da merenda, bem como pelo desenho do cardápio. A legislação do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) estipula ainda que qualquer introdução de novo alimento (com exceção de frutas e hortaliças) deve passar por teste de aceitabilidade pelos alunos, coordenado por nutricionista. Por meio desse programa federal, a prefeitura paulistana recebe recursos para a merenda.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: