MP/SP rejeita provas da Odebrecht contra tucanos, mas MPF vai usá-las contra Lula

O jantar dos tucanos com Jorge Gerdau (Operação Zelotes) e Marcelo Odebrecht (Operação Lava-Jato): isso não vem ao caso.

Via Viomundo em 25/9/2017

O repórter Mario Sergio Carvalho relata, na Folha de S.Paulo, que a Justiça se enrolou todinha na hora de fazer acordo de leniência com a empreiteira Odebrecht, complicando a investigação quando se trata das falcatruas admitidas pela empresa em São Paulo.

Por exemplo, o MP paulista não foi consultado pelo Ministério Público Federal, nem pelo juiz Sérgio Moro, sobre os valores a serem ressarcidos pela Odebrecht relativamente às falcatruas cometidas em terras paulistas.

O Tribunal Regional Federal de Porto Alegre, aquele que será carrasco do ex-presidente Lula, encontrou irregularidades no acordo de leniência da Odebrecht com o MPF, como a falta de concordância da Controladoria Geral da União e da Advocacia Geral da União.

Por isso, os promotores paulistas se negam a receber os documentos da empreiteira sobre o pagamento de propina em obras do Metrô, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, do Departamento de Estradas de Rodagem e da Dersa.

Alguns crimes podem prescrever.

Beneficiados indiretamente? O ex-governador José Serra, o governador Geraldo Alckmin e o ex-prefeito Gilberto Kassab. Os três dão sustentação ao governo de Michel Temer.

Enquanto isso, informa o Estadão, os procuradores da Lava-Jato estão acelerando mais seis investigações contra o ex-presidente Lula.

E qual será a base?

Não o acordo de leniência rejeitado pelo MP paulista, mas as delações de executivos da Odebrecht:

O principal ponto de partida das novas investigações são os acordos de colaboração dos executivos da Odebrecht, homologados pelo Supremo Tribunal Federal em janeiro deste ano. As informações colhidas pela força-tarefa da Lava-Jato e documentos entregues pelos delatores geraram frentes de apurações em três estados.

Ainda que as investigações sobre Lula não sejam concluídas antes do pleito de 2018, têm o potencial de abastecer de manchetes os jornalões e telejornais. Já os tucanos, em banho maria, podem se livrar exatamente disso.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: