Fernando Horta: É preciso parar o Judiciário

Fernando Horta em 28/9/2017

O STF se mostra como fiador do golpe. Em decisão inconstitucional, impõe uma “prisão domiciliar” a um senador com mandato vigente. Ainda que Aécio seja um crápula e responsável direto por grande parte do que está aí, não é apoiando ilegalidades contra inimigos que vamos sair desta crise.

O STF rasgou a Constituição quando permitiu prisão em 2ª instância e agora com a permissão de proselitismo religioso em escola pública. Os que vestem capas negras estão levando o Brasil de volta à Idade Média.

E se o Senado mantiver Aécio? O STF autorizará tácita ou abertamente que Mourão concretize seu sonho?

Se, em 1964, o STF aceitou mudo – com exceção de três ministros que foram “depostos” – o golpe, em 2016 o Supremo parece cantar o Hino Nacional a plenos pulmões enquanto avaliza e ajuda a destruir a frágil democracia brasileira.

Paradoxal é a postura de Gilmar Mendes. Um dos ministros mais venais que se vê na obrigação de defender desesperadamente a legalidade para salvar Aécio (e evitar uma possível delação?). Mendes se coloca contra os militares, salvando um envolvido em corrupção não por convicção de que isto seria a coisa certa. Faz por casuísmo e máximo interesse pessoal.

Será que Mendes, Aécio e toda a classe política, enfim, sentirão os efeitos terríveis do fascismo que ajudou a fazer crescer? Será que agora estes sujeitos entenderão que ninguém controla a ignorância fascista (personificada em MBLs e Mourões)?

Mais do que nunca precisarão de uma união nacional. Precisarão reunir o Brasil para salvar suas peles. Precisarão do povo pobre, classe média e até do grande capital para barrar o fascismo. Terão que fazer em quatro ou cinco meses o caminho contrário que levaram quatro anos para pavimentar. E parece que só há um nome com legitimidade para reunir este povo e negociar com estas forças.

O curioso é que este pacto será feito para se opor ao monstro que se tornou o Judiciário (MP, STF, Lava-Jato etc.). Os que se acham puros e intocados estão sendo responsáveis diretos pelos maiores abusos e retrocessos. E estes monstros serão confrontados, por corruptos, políticos sórdidos e desonestos de todas as partes deste país, mas que estarão – neste caso – fazendo o correto.

É preciso parar o Judiciário. Não pode um Estado se tornar criminoso para combater criminosos. Como assim ocorreu, os próprios corruptos ganharam legitimidade para combater os juízes.

A única diferença entre um juiz autoritário, arbitrário e ilegal e um político corrupto é que o político é votado. E na luta entre estas duas monstruosidades eu fico com os votados.

Resta saber de que lado ficarão os generais e de que lado ficará o povo.

O Brasil racha e o judiciário é a cunha.

3 Respostas to “Fernando Horta: É preciso parar o Judiciário”

  1. COPACABANA EM FOCO Says:

    O Supremo se acha o Deus Supremo, e para-lo precisará que saia do inferno, o Capiroto. Gilmar Mente luta por ele próprio para salvar a sua pele para que os desmandos venais praticados por ele mesmo, não venham à tona de uma delação que pode vir do próprio Aécio Neves. Podemos ser do terceiro mundo, mas não somos burros.

  2. Claudio Corrêa Says:

    O DNA Histórico do STF é de “ama de leite dos golpes”. Já vimos esse filme de terror em 1964 e a reprise, por enquanto sem a participação dos militares, em 2016.

    Por constitucionalmente ser a Guardiã da Lei Magna, a Suprema Corte não PODE e não DEVE estar acima do texto legal.
    #JustiçaVergonhaNacional

  3. pintobasto Says:

    O problema não está nas declarações do general Mourão que não representam as idéias dos outros generais ou almirantes, o cerne da questão é a falta dum núcleo político que já deveria acionado GREVE GERAL IRRESTRITA para depôr todos os corruptos golpistas, responsáveis pela atual situação do País.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: