Diogo Costa: Quando agir corretamente dói fundo na alma

Diogo Costa em 27/9/2017

O PT mostra que de fato é um partido diferente.

Por mais desprezo que se tenha por esse verme golpista chamado Aécio, rato que junto com Temer e Cunha operou a destruição da democracia brasileira, não se pode apoiar uma medida ilegal do STF.

Dá nojo porque não é o que se viu, por exemplo, no caso do Delcídio. O PT respeita a Constituição no meio de gente que não tem feito outra coisa que não seja rasgá-la.

***

O “BANDIDO DE ESTIMAÇÃO”
Fernando Horta em 28/9/2017

A verdade é que uma parte do eleitorado do Brasil tem sim “bandido de estimação”. Quem votou em Aécio é quem lhe concedeu imunidade parlamentar.

Não queiram agora que justamente a esquerda seja tomada por um revanchismo porco e defenda passar por cima da legitimidade dos votos dados a Aécio. Se ele representa (ou representou) uma parte do eleitorado brasileiro, que se entenda com seus eleitores.

Eu continuo defendo o limite constitucional. Até porque, tudo o que não podemos aceitar é juízes justiceiros a rasgarem as leis conforme sua moral. Sejam toscos e malfalantes de primeiro grau ou tonitruantes e atléticos no STF.

***

AÉCIO DEFRONTA-SE COM O MONSTRO QUE AJUDOU A CRIAR
Leia a íntegra da nota da Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores em 29/9/2017

Aécio Neves é um dos maiores responsáveis pela crise política e econômica do país e pela desestabilização da democracia brasileira.

Derrotado nas urnas, insurgiu-se contra a soberania popular e liderou o PSDB e as forças mais reacionárias da política e da mídia numa campanha de ódio e mentiras, que levou ao golpe do impeachment e à instalação de uma quadrilha no governo.

Para consumar seus objetivos políticos, rasgaram a Constituição e estimularam a ação político-partidária ilegal de setores do Judiciário e do Ministério Público.

Aplaudiram todas as arbitrariedades cometidas contra lideranças do PT e dos setores populares, as violações ao devido processo legal e ao estado de direito democrático.

Compactuaram com o processo de judicialização da política, que visou essencialmente a fragilizar os poderes eleitos pelo povo.

As repetidas violações ao direito criaram um monstro institucional que tem como cérebro a mídia, comandada pela Rede Globo, e tem como braços os setores do MP e do Judiciário que muitas vezes acusam, punem ou perdoam por critérios políticos.

Aécio Neves defronta-se hoje com o monstro que ajudou a criar.

Não tem autoridade moral para colocar-se na posição de vítima.

Vítimas são as brasileiras e brasileiros que sofrem com o desemprego, a recessão, o fim dos programas sociais e a volta fome ao país, sob o governo de que Aécio Neves é fundador e cúmplice.

Por seu comportamento hipócrita, por seu falso moralismo, Aécio Neves merece e recebe o desprezo do povo brasileiro.

Ele terá de responder um dia, perante a Justiça, pelos gravíssimos indícios de corrupção que o cercam. Terá de ser julgado com base em provas, dentro do devido processo penal.

Mas a resposta da 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal a este anseio de Justiça foi uma condenação esdrúxula, sem previsão constitucional, que não pode ser aceita por um poder soberano como é o Senado Federal.

Não existe a figura do afastamento do mandato por determinação judicial. A decisão de ontem é mais um sintoma da hipertrofia do Judiciário, que vem se estabelecendo como um poder acima dos demais e, em alguns casos, até mesmo acima da Constituição.

O Senado Federal precisa repelir essa violação de sua autonomia, sob pena de fragilizar ainda mais as instituições oriundas do voto popular.

E precisa também levar Aécio Neves ao Conselho de Ética, por ter desonrado o mandato e a instituição.

Não temos nenhuma razão para defender Aécio Neves, mas temos todos os motivos para defender a democracia e a Constituição.

Executiva Nacional do PT

2 Respostas to “Diogo Costa: Quando agir corretamente dói fundo na alma”

  1. pintobasto Says:

    Confesso que me insurgi contra os dirigentes do PT por serem contra a decisão do STF penalizar Aécio Neves, atropelando a Constituição,mas ouvindo hoje a presidente do partido, reconheço que errei e considero a decisão do PT muito inteligente porque respeita a Constituição tão atropelada por todos os partidos.

  2. Selma Schiedeck Says:

    Tenho lido e ouvido tantas críticas por esta posição do PT que, confesso, fico triste. Querem que mande matar??? Aceitar o que o STF faz, só porque é contra um inimigo??? Não entendo mais nada.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: