Além da ditadura, 7 fatos históricos que podem deixar Zezé di Camargo desconfiado

Em entrevista à Leda Nagle, cantor diz que não existiu ditadura militar no Brasil, mas sim um “militarismo vigiado”.

Via HuffPost Brasil em 12/9/2017

As declarações um pouco contraditórias repercutiram nas redes sociais. Parece que até hoje, o Brasil desconhecia o mais novo historiador brasileiro.

O cantor, e aparentemente historiador brasileiro, Zezé di Camargo afirmou em entrevista ao canal do YouTube de Leda Nagle que não houve Ditadura Militar no Brasil, mas sim um “militarismo vigiado”.

“Vou falar aqui um absurdo, algo que muitos vão me criticar”, preparou Zezé à Leda, em entrevista divulgada na noite da segunda-feira, dia 11/9.

“Muita gente confunde militarismo com ditadura. Nós não vivíamos na ditadura, vivíamos em um militarismo vigiado”.

Segundo ele, ditadura foi e é vivida na Venezuela, com Maduro, em Cuba, com Fidel Castro, na Coreia do Norte, com Kim Jong-un – o que não foi o caso do Brasil. “No Brasil, nunca chegou a ser uma ditadura, daquela ‘ou você está a favor ou você está morto’. Não chegou a ser tão sangrenta, tão violenta”, explicou.

Ele ainda sugeriu que o Brasil poderia passar por um “novo militarismo” para sair da crise.

“Eu acredito, as pessoas vão me achar maluco, não quero isso jamais pro Brasil, mas eu imagino que o Brasil hoje precisaria passar por uma depuração. O Brasil até podia pensar no militarismo para reorganizar a coisa e entregar de novo”.

Questionado sobre a possibilidade de se tornar político no futuro, o cantor diz que já recebeu convites, mas não quer seguir tal carreira – apesar de muitos políticos, segundo ele, se impressionarem com seu “conhecimento político do Brasil”. “Quero ser politizado para exercer o meu direito como cidadão”, completou.

As declarações um pouco contraditórias repercutiram nas redes sociais. Parece que até hoje, o Brasil desconhecia o mais novo historiador brasileiro.

Além do “mito” da ditadura, aqui estão alguns fatos históricos que o cantor Zezé di Camargo pode ser cético sobre sua veracidade. Veja:

1) O BIG BANG
A teoria do Big Bang diz que o universo teria surgido de uma grande explosão cósmica, que criou o espaço e o tempo há, aproximadamente, 13 ou 14 bilhões de anos atrás. Ela se apoia, em parte, na teoria da relatividade de Albert Einstein e nos estudos do astrônomo Edwin Hubble. Mas, vai saber a verdade, não é mesmo?

2) HOLOCAUSTO
O maior genocídio do século 20, que matou mais de 6 milhões de pessoas, entre judeus, homossexuais, comunistas, ciganos e oponentes do regime nazista durante a 2ª Guerra Mundial (1939-1945), pode não ter sido bem assim. Alguém deve ter exagerado nos números.

3) AQUECIMENTO GLOBAL
O processo de aumento da temperatura média dos oceanos e da atmosfera da Terra, causado por emissões de gases e poluição que aumentam o efeito estufa, é criticado pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. E Zezé pode também ter dúvidas sobre o assunto.

4) ESCRAVIDÃO NO BRASIL
Apesar dos livros, relatos, documentos históricos e pinturas da época retratarem a escravidão no Brasil, que persistiu por cerca de 400 anos desde o período colonial do País, no século 16, Zezé pode ser cético sobre isso.

5) HOMEM FOI NA LUA
Há 48 anos, os astronautas Neil Armstrong e Buzz Aldrin ficaram duas horas em solo lunar, depois de uma viagem de quatro dias. O cantor Zezé di Camargo, assim como muitas pessoas, deve não acreditar nessa história para boi dormir.

6) ELVIS PRESLEY E MICHAEL JACKSON MORRERAM
O rei do rock e o rei do pop continuam vivos e fotos provam isso.

7) 7 × 1: GOOOL DA ALEMANHA
Os brasileiros se sentiram humilhados no jogo em que a seleção brasileira perdeu para a Alemanha durante a Copa no Brasil em 2014. O sonho do hexa ficava cada vez mais distante à medida em que os jogadores alemães faziam mais um gol. Muitos preferiram achar que era replay, e não mais um gol da Alemanha.

Zezé, porém, também não deve acreditar nessa balela. Vai que ganhamos o hexa e ninguém sabe disso, não? Qual sua opinião sobre a veracidade destes 7 fatos históricos?

Uma resposta to “Além da ditadura, 7 fatos históricos que podem deixar Zezé di Camargo desconfiado”

  1. Geraldo Lobo Says:

    Não sei como podem perder tanto tempo, espaço e energia co tamanha cavalgadura pseudo-musical, assanhada porque com certeza negocia alguma boa do sistema simpático em que vive. Para ele deve ser dentro temer e não ao contrário. Mas chega di merda!

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: