A “querida” procuradora Cristina Groba é o retrato de um MPF falido

Via A Postagem em 15/9/2017

O festival de sandices proporcionado pela farsesca Lava-Jato, faz do Brasil, o país das pilhérias. O país das imoralidades exacerbadas, onde os fascistas habitam, quais morcegos vorazes e doentios.

O comportamento autoritário, fascista, dos temporariamente “donos do país”, dá o tom do ódio contra Lula. O destempero da medíocre procuradora Cristina Groba Vieira, membro da força-tarefa da Lava-Jato, desqualifica sobremaneira, o MPF, antro de figuras suspeitas, convictas e criminosamente parciais, quando na emissão de pareceres. A reação dessa militante ativa, que participou inclusive de atos políticos vários, como o de incitar o povo contra o senado.

Uma procuradora, mera e medíocre procuradora, não pode se colocar por força da ética, como uma sofrível e sem nenhuma visibilidade, militante partidária, ou garota propaganda de anticorrupção, estando enodoada, forma visível, por interesses próprios e já delineados.

A inocuidade torna denso o ar, que circula sobre todo o país.

Nesses instantes, torna-se mais coerente seguir os sábios líderes populares, como o grande Lula, cuja sensatez e sabedoria, o orientaram a calar-se, diante uma solicitação completamente idiota, de uma procuradora sonsa…

Uma resposta to “A “querida” procuradora Cristina Groba é o retrato de um MPF falido”

  1. Geraldo Lobo Says:

    GROBA? ALGO A VER COM A REDE G-ROUBO?

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: