Cristiano Zanin: Interrogatório de Lula mostra que Moro não busca a verdade

Via Jornal GGN em 13/9/2017

Após o depoimento de Lula a Sérgio Moro na quarta-feira, dia 13/9, a defesa do ex-presidente Lula disse, durante uma coletiva de imprensa, que o interrogatório do juiz e dos procuradores de Curitiba deixa claro que eles não estão em busca da verdade dos fatos, mas sim de uma “versão” que se encaixe melhor numa eventual sentença condenatória.

Segundo o advogado Cristiano Zanin, o depoimento de Lula fez “ruir” a acusação de que ele foi beneficiado indevidamente pela Odebrecht com a compra de um imóvel nunca usado pelo Instituto Lula, entre outras vantagens alegadas pelo Ministério Público Federal.

Para o defensor, a questão “técnica” central do processo, a Lava-Jato não demonstra interesse em abordar diante de Lula. Ela diz respeito ao fato da denúncia sustentar que a suposta propina da Odebrecht tem relação com contratos da Petrobras. Isso é fundamental para atestar que o dinheiro envolvido no caso é ilícito.

Apesar disso, segundo Zanin, “nem o juiz, nem os procuradores fizeram qualquer pergunta a respeito desses contratos com a Petrobras, o que mostra que não se está em busca da verdade dos fatos, mas de uma versão”.

Zanin observou que a situação repete o caso tríplex, no qual Lula foi condenado mesmo com Moro admitindo que o apartamento no Guarujá não teve qualquer relação com a Petrobras.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: