Um ano após impeachment, Dilma é inocentada no caso Pasadena

Via Jornal GGN em 29/8/2017

Exatamente um ano após Dilma Rousseff defender-se do impeachment no Senado, o Tribunal de Contas da União resolveu fazer contraponto a delações e conclui que a ex-presidente, que encabeçou o Conselho de Administração da Petrobras em 2006, não teve responsabilidade pela compra da refinaria de Pasadena.

Segundo informações do Painel da Folha de terça-feira, dia 29/8, o TCU entendeu que o negócio foi um dos piores já fechado pela Petrobras em toda a história da estatal. Mas não responsabilizou Dilma pelo prejuízo gerado pela compra da refinaria. “O caso deve ser avaliado pelo plenário da corte nesta quarta [30/8]”.

O caso Pasadena foi um dos primeiros escândalos de corrupção forjado a partir de depoimentos de réus da Lava-Jato a chacoalhar o governo Dilma, logo após a reeleição de 2014. Apesar de o TCU já ter apontado, ainda naquele ano, que a petista não tinha agido com dolo, prevaleceu desde então a delação de Nestor Cerveró e de Delcídio do Amaral, apontando que Dilma sabia “de todos os problemas” e ainda assim chancelou a compra.

“A ex-presidente sempre afirmou que a primeira etapa da compra, em 2006, só ocorreu porque o Conselho de Administração não tinha todas as informações a respeito do trato”, apontou a Folha.

“Ao relator do caso, o ministro Vital do Rêgo, os analistas do TCU recomendam a responsabilização, entre outros, de Cerveró e do ex-presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli e propõem que ambos sejam inabilitados a ocupar cargo ou função pública por oito anos”, acrescentou.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: