Prestes a delatar tucanos em obras do Metrô, sócio da OAS morre de infarto

Via Revista Fórum em 22/8/2017

O maior acionista da OAS, Cesar Mata Pires, morreu na terça-feira, dia 22/8, em São Paulo. O empresário foi vítima de um infarto fulminante.

Ele estava caminhando pelo bairro do Pacaembu, na capital paulista, quando sofreu o infarto. O empresário é um dos fundadores da OAS.

César seria um dos delatores da OAS a relatar pagamentos de propina e caixa 2 em obras do governo do Estado de São Paulo, como linhas do Metrô e Rodoanel. Entre os muitos citados em sua delação estariam o senador Aécio Neves (PSDB/MG), governadores, deputados, senadores e ministros do Superior Tribunal de Justiça.

A empreiteira, segundo seu próprio site, foi criada em 1976, na Bahia, com atuação no setor de engenharia e infraestrutura. “Hoje, é um conglomerado multinacional brasileiro, de capital privado, que reúne empresas presentes em território nacional e em mais de 20 países”.

Uma resposta to “Prestes a delatar tucanos em obras do Metrô, sócio da OAS morre de infarto”

  1. heloizahelenapiasblog Says:

    Mais um que a lava jato matou, e vai vir muito mais por ai.

    ________________________________

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: