Caravana de Lula mostra na prática a construção de uma frente ampla

Daniel Samam em 23/8/2017

Muitos do campo progressista e de esquerda apontam a necessidade latente de construção de uma frente ampla e democrática para se contrapor à vendeta neoliberal, ao desmonte do Estado brasileiro e ao entreguista governo Temer. Tenho pleno acordo e é nessa direção que tenho contribuído junto ao meu grupo político, no PT, e na Frente Brasil Popular.

O problema é que alguns setores da esquerda que pregam a construção de uma frente ampla e democrática, negam de antemão a possibilidade de aglutinar forças de centro nesta construção. Um contrassenso, convenhamos.

No entanto, é Lula quem mostra na prática o caminho para a construção de uma grande frente democrática e popular em defesa do Brasil. As presenças do governador de Sergipe, Jackson Barreto (PMDB), de Renan Calheiros e Renan Filho, senador e governador do PMDB em Alagoas, nos comícios robustos e em tom claramente contra Temer, têm exatamente esse significado. Não para alguns setores da esquerda pautados pelo moralismo e afetados por um sectarismo incompatível com a grave conjuntura que vivemos.

A caravana Lula pelo Brasil já alcançou um resultado muito acima do esperado, pois revela a capacidade de Lula trazer o povo pra luta política, reacendendo a esperança e apontando o caminho para a saída progressista, popular e democrática para a grave crise que assola o país. O objetivo da caravana de Lula pelo Brasil é a construção de um projeto de país. E ele sabe disso. Por isso, Lula tem ouvido muito mais que falado.

Há quem avalie que o golpe de 2016 só se deu pela perda da mediação política com o centro. Eu, inclusive, sou um dos que pensa assim. Por isso, a caravana de Lula pelo Brasil é uma tentativa bem-sucedida de, caso seja candidato, Lula tenha amplitude e margem de manobra junto a diversas forças políticas para a formação de um caldo social e político capaz de sustentar um programa mínimo para vencer e, vencendo, seja capaz de governar.

Leia também:
Fernando Horta: Os incautos e a política indigesta
Lula pelo Brasil: O PT tem de ser sectário?
Será possível ganhar as eleições de 2018 sem um conchavo com a direita?

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: