Fernando Horta: Lula não é um “fenômeno”

Fernando Horta em 20/8/2017

Quando o Oscar jogava basquete, invariavelmente os analistas e comentaristas das partidas chamavam-no de “Mão Santa”. Como se um dom divino o tivesse atingido e fosse responsável pelas cestas. Numa entrevista, vi ele dizer que odiava ser chamado desta forma, que ele ficava fazendo 2 mil lances livres após os treinos, todos os dias, para depois dizerem que aquilo era “santo”.

Lula não é um “fenômeno”. Falam como se houvesse uma ligação divina que brilhasse em Lula. Alguém que desde a década de 1970 levanta 3 ou 4 horas da manhã para falar com trabalhadores na porta das fábricas, que viaja pelo Brasil falando e ouvindo gente de todas as raças, de todos os tipos e com todos os sotaques não pode ser chamado de “fenômeno”. É diminuir o trabalho, a história e a capacidade que tem Lula.

Como uma imensa piada de mau gosto, no Brasil atual temos um grupo de classe média que cultua TODAS as qualidades que Lula tem: esforço pessoal, determinação, coragem, conhecimento real e não apenas acadêmico, humildade etc. Mas pagam fortunas para “empresários”, que não têm tais qualidades, falarem por embuste, enquanto criminalizam tudo o que Lula fez.

É errado até mesmo colocá-los em comparação. Viveremos 100 anos e não haverá outro Lula. E não haverá porque hoje ninguém quer pagar o preço que Lula pagou nas décadas de 1970 e 1980. Não existem “fenômenos”. Enquanto uns colhem das multidões a quem plantaram – por décadas –, outros precisam de seguranças para fugir de ovos.

Uma resposta to “Fernando Horta: Lula não é um “fenômeno””

  1. Geraldo Franco Says:

    Em política um “fenômeno” dura o que durar. No relacionamento entre humanos isso vai um pouco mais além, caso aqui talvez em pauta.Este deve ser o débito que jamais conseguiremos ressarcir aos setores menos beneficiados da sociedade: precisaríamos de um novo Lula a cada dez quinze anos, coisa que não vejo exatamente como iria agora acontecer. Em tempo “vi ele” é mais coloquial mas menos elegante que vi-o. Não se exige correção completa; completo, apenas, bom senso é o bastante. Grato!

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: