“Piora na economia” criou fila no Bolsa Família, admite governo Temer

Via Jornal GGN em 31/7/2017

A “piora na economia” fez o governo Temer bater mais um recorde: o do aumento do número de famílias que pediram para voltar ao programa de transferência condicionada de renda criado por Lula, em 2003, o Bolsa Família.

Segundo reportagem do Valor de segunda-feira, dia 31/7, em 2017, 143 mil famílias há retornaram ao programa e outras 525 mil estão numa fila de espera. Como o Ministério do Desenvolvimento Social garante que, mesmo com o contingenciamento, vai conseguir atender esse público, o número até o final do ano será superior ao recorde de 2015, quando quase 520 mil famílias que haviam deixado o programa tiveram de retornar por causa da crise.

Ao jornal, o secretário-executivo do MDS, Alberto Beltrame, admitiu que a piora na economia está diretamente relacionado com o pedido de torno das famílias.

“Muitos que tinham o Bolsa conseguiram, de certa forma, se emancipar, mas em função da piora da economia eles voltaram a ficar dependentes do bolsa porque perderam o emprego”, disse Beltrame.

No início do mandato, o governo Temer montou uma operação para tentar reduzir a oferta e, em apenas um ano no poder, excluiu 2,8 milhões de famílias do programa. Só que, com o aumento do desemprego, esse corte de nada adiantou.

Beltrame afirmou que, apesar do corte de 2,8 milhões de beneficiários que teriam subdeclarado a renda, outros 2 milhões foram “reincorporados” ao programa e o desafio agora é acabar com a fila de 525 mil famílias.

O secretário declarou ainda que o orçamento do programa para 2017 – R$29,4 bilhões – é suficiente para cobrir esses problemas e ainda dar um reajuste de 4,6% para o beneficiários. Porém, para não passar “uma mensagem negativa para o mercado, diante da necessidade de corte de gastos”, o governo Temer decidiu não reajustar os valores este ano.

No primeiro semestre de 2017, o governo distribuiu 781 mil bolsas, mas cancelou 1,2 milhão em contrapartida. A equipe de Temer ainda promete criar uma linha de crédito para empreendedores, como incentivo às famílias deixarem o projeto.

Uma resposta to ““Piora na economia” criou fila no Bolsa Família, admite governo Temer”

  1. heloizahelenapiasblog Says:

    e este cara ainda fala q nossa economia está em alta, só na kbç dele, está uma porcaria, alta nos preços em alta contante.

    ________________________________

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: