A “justiça globeleza” segue com um olho na sentença e outro no calendário da Globo

Wellington Calasans, via O Cafezinho em 7/7/2017

Esqueçam Temer, Rodrigo Maia ou qualquer outro laranja da Globo que assuma a presidência desta república do golpe. Sem a legitimidade do voto, nenhum deles terá a paz necessária para conduzir o destino da nação. A Globo sabe que a perseguição a Lula desvia a atenção do povo para o desmonte em curso e explora isso à exaustão, sobretudo através do vaidoso Sérgio Moro.

A sentença de Lula, no caso do “tríplex” da CEF, a ser dada em breve por Sérgio Moro, tem sido anunciada com a expectativa de uma novela da Globo dias antes da sua estreia. Pelo impacto que irá causar, aguarda apenas o afastamento de Temer e a entrada do próximo fantoche.

A Globo está ciente de que sem eleição direta será impossível a pacificação do país, mas não dá bola para isso, pois quer apenas a aprovação das “reformas”. Moro e a “justiça globeleza” aguardam apenas o “ok” dos verdadeiros donos do Brasil, os irmãos Marinho, para entrarem em cena com o próximo entretenimento. Acertou quem disse que “o Brasil é uma concessão da Globo”.

Ocorre que Lula é a única esperança ainda viva de um povo que deseja um Brasil melhor e que está no limite para entrar em ação. Menos pela influência da oposição – que mais parece uma criança que faz anotações sobre a evolução do feijão no algodão – limitada a repetir o que acontece, uma eventual condenação de Lula mergulhará o país no caos. O povo não vai aceitar isso passivamente.

Desde o famigerado “mensalão do PT”, os sucessivos estupros à constituição têm sido recorrentes. O roteiro é seguido de acordo com o calendário definido pela Globo. A garantia do silêncio através da omissão dos absurdos, somada aos afagos de reportagens e premiações que exaltam a obediência justificam o nome “justiça globeleza”, pois a Globo garante isso como contrapartida.

Quem define o calendário político e jurídico do Brasil é a Globo. A “justiça globeleza” é apenas uma formalidade que substitui as novelas e programas de humor na programação da empresa que monopoliza a comunicação social do país para entreter a sociedade. Basta de intermediários, os irmãos Marinho devem assumir a faixa presidencial para que o povo ataque o alvo certo e evite que o país seja transformado em um grande Projac.

Obs.: O nome “Justiça Globeleza” foi dado pela equipe do programa Cafeína aqui do Cafezinho.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: