WikiLeaks revela treinamento de Moro nos EUA

Via Jornal GGN em 5/7/2017

Revelado pelo WikiLeaks, documento interno do governo dos EUA mostra como o país treinou agentes judiciais brasileiros, incluindo o juiz federal Sérgio Moro. Datado de 2009, o informe pede um treinamento aprofundado em Curitiba, vara do juiz que comanda a Operação Lava-Jato.

Chamado de “Projeto Pontes”, o seminário pretendia consolidar a aplicação bilateral de leis e habilidades práticas de contraterrorismo, e contou com a participação de juízes federais e promotores dos 26 estados brasileiros, além de 50 policiais federais. Também estavam presentes representantes do México, Costa Rica, Panamá, Argentina, Uruguai e Paraguai.

Segundo o memorando, houve diversos debates sobre os segredos da “investigação e punição nos casos de lavagem de dinheiro, incluindo a cooperação formal e informal entre os países, confisco de bens, métodos para extrair provas, negociação de delações, uso de exame como ferramenta, e sugestões de como lidar com Organizações Não Governamentais (ONGs) suspeitas de serem usadas para financiamento ilícito”.

Em determinado ponto, o documento pede ministrar cursos mais aprofundados em Curitiba, São Paulo e Campo Grande, e conclui que “o setor judiciário brasileiro claramente está muito interessado na luta contra o terrorismo, mas precisa de ferramentas e treinamento para empenhar forças eficazmente. […] Promotores e juízes especializados conduziram no Brasil os casos mais significativos envolvendo corrupção de indivíduos de alto escalão”.

Leia na íntegra no site Esquerda Diário:

WIKILEAKS: EUA CRIOU CURSO PARA TREINAR MORO E JURISTAS

4 Respostas to “WikiLeaks revela treinamento de Moro nos EUA”

  1. Oscar Pereira de Barros Says:

    Esse tipo de ação é, sempre montada, imaginada e, coordenada nos Stats, é de nossa competência, não aderir, aceitar ou permitir que, servidores públicos venham a ser contaminados por procedimentos judiciais e, leis longe de nossa prática costumeira
    .

  2. Oscar Pereira de Barros Says:

    As denuncias do WikiLeaks, vem confirmar o que muitos de nós desconfiávamos ou tínhamos certeza. Mas é preciso não mistificar os procedimentos denunciados, dando a impressão para o público em geral de que, conseguimos verdadeiros 007 treinados a exaustão,se tornando infalíveis ou incapazes de cometer erros, muito ao contrário. Como diz o WikiLeaks, foram levados a “treinar” vários servidores públicos brasileiros e, de todos os países Latino Americanos; Apenas a história se repete, quando antes do golpe 64, militares eram treinados na “Escola das Américas” no Panamá, em táticas de de interrogatórios acompanhados de brutal tortura. Tortura não usual em território americano ( ainda hoje quando os Stats usa tortura em interrogatórios, o faz em outros países). O mesmo se da agora, com o judiciário, em palestras em grande número de vezes lecionadas em espanhol, simplesmente porque a maioria dos servidores públicos não domina o idioma inglês. O próprio Moro fala apenas um inglesinho macarrônico. São treinados a praticarem investigações e julgamentos usando metodologia não usual nos Stats e, sendo incentivados a rasgarem suas próprias constituições . Outro ponto importante muito claro, se prende ao fato de sempre mostrarem ter sido nossa a iniciativa de pedir socorro aos Stats em nos auxiliar. Não correm mais o risco de uma nova Nicarágua, onde ficou claro a iniciativa de intervenção americana, ocasionando um processo internacional e, obrigando-os ao pagamento de alta indenização ao estado da Nicarágua (6 bilhões de dólares). Não pagaram, preferiram gastar uns 100 milhões de dólares para eleger a tal de Chamorro como nova presidente, abonando a divida á que, foram condenados. Não podemos mais permitir aos servidores públicos, participarem dos tais “eventos” sem autorizações e, supervisão de nossos departamentos competentes.

  3. Venceslau Ignaczuk Says:

    Será que foi dalí que surgiu o Projeto Ponte para o Futuro, do Temer?

  4. heloizahelenapiasblog Says:

    então ele foi montado nos EeUu para fazer o que bem entende AQUI e valorizar o País deles como ;;formação de agentes::

    ________________________________

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: