Ignorado no programa do G20, Temer afirma que não há crise econômica no Brasil

Via Jornal GGN em 7/7/2017

O nome do presidente Michel Temer não estava incluído no programa do G20 distribuído para jornalista na quinta-feira, dia 6/7. Em seu lugar, aparece o ministro Henrique Meirelles, já que, inicialmente, Temer não iria participar da cúpula para focar na tramitação da reforma trabalhista e na sua defesa da denúncia de corrupção feita pela Procuradoria Geral da República.

De acordo com a Folha de S.Paulo, o presidente mudou de ideia e resolveu participar no evento no início da semana. Ele chegou em Hamburgo, na Alemanha, na madrugada desta sexta, e voltará no sábado à tarde para Brasília.

A viagem deve ser mais curta que o previsto, com o adiamento dos planos de passar por Berlim para se reunir com a chanceler Ângela Merkel.

No ano passado, o nome de Michel Temer também não apareceu na lista de presença do encontro do G20. Em vez do nome do peemedebista, a relação citava apenas “líder brasileiro”.

Sem crise
Ao chegar na Alemanha às 5h55 (hora local), Temer disse que não há crise econômica no Brasil e que a crise política não atrapalha. “Pode levantar os dados que se verá que estamos crescendo, no emprego, na indústria e no agronegócio. Lá não existe crise econômica”, afirmou.

A comitiva brasileira em Hamburgo tem cerca de 15 pessoas, incluindo embaixadores, assessores do Ministério da Fazenda, assessoria internacional e cerimonial, além do ministro Henrique Meirelles e o chanceler Aloysio Nunes

Na parte da manhã, Temer participou de reunião dos líderes do Brics, com a Rússia, Índia, China e África do Sul. Depois, estão marcadas diversas reuniões sobre economia internacional, comércio, meio ambiente e terrorismo.

Meirelles se reuniu com o secretário-geral da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), Ángel Gurria, para falar sobre da entrada do Brasil na entidade.

No canto
Na cúpula do G20 de 2016, pouco tempo depois de assumir a Presidência, Temer ficou no canto da foto dos líderes mundiais. A versão oficial é de que a posição é definida pelo protocolo, que respeita o tempo que cada pessoa passou em seu cargo. Neste ano, quem aparece no canto são os novatos Donald Trump, dos EUA, e Emmanuel Macron, da França.

***

PROTESTOS CONTRA O G20 IMPEDEM TEMER DE VOLTAR A HOTEL NA ALEMANHA
Via Folha on-line em 7/7/2017

Enquanto os líderes das principais economias do mundo se deslocavam para a Filarmônica de Hamburgo para ouvir a 9ª Sinfonia de Beethoven, escoltados pela polícia, manifestantes tomavam as ruas da cidade contra a cúpula do G20.

A polícia orientou o presidente do Brasil, Michel Temer, a desistir de voltar ao hotel por razões de segurança. Ele foi diretamente à apresentação musical, depois das reuniões do dia. Mais cedo, o grupo das primeiras-damas teve de mudar de planos para evitar os protestos.

O metrô foi fechado, e todos os acessos foram bloqueados, impedindo inclusive a saída dos participantes.

A reportagem da Folha foi obrigada a permanecer na área entre manifestantes e as forças de segurança. Uma mulher com criança de colo caminhava por quilômetros em busca de uma saída, exposta aos embates na rua.

A tática da polícia é conhecida como “kettling”, ou “chaleira de Hamburgo”, e foi utilizada pela primeira vez na cidade em 1986.

Manifestantes são isolados por horas em pequenos grupos, sem acesso a comida ou banheiro, para evitar sua mobilização e a depredação.

A estratégia, criticada por órgãos humanitários, foi aplicada pela PM em São Paulo nas manifestações contra a Copa do Mundo, em 2014.

[…]

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: