Dória acaba com programa “Jovem SUS”, criado por Haddad, e demite bolsistas por e-mail

Programa criado por Haddad visava qualificar jovens na área da saúde.

Secretaria da Saúde diz que o programa “não compõe a equipe técnico-assistencial” e que, por isso, “a pasta optou pela interrupção do Termo de Cooperação”.

Via Portal G1 em 30/6/2017

A Prefeitura de São Paulo irá acabar com o projeto “Jovem SUS“ e demitir os bolsistas. Os jovens receberam um e-mail que dizia que eles deveriam assinar o Aviso de Desligamento “impreterivelmente” na sexta-feira, dia 30/6.

O programa foi criado na gestão de Fernando Haddad (PT) e oferece bolsa-auxílio para jovens de 18 a 29 anos atuarem no atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) da cidade. Eles também receberam capacitação na área de saúde.

No final do mandato de Haddad, em dezembro do ano passado, 574 jovens estavam no programa, que é gerido em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo. A Prefeitura não soube informar quantos têm no momento.

Lincoln de Araújo, de 24 anos, trabalha na UBS José Bonifácio, em Itaquera, e foi surpreendido com o aviso nesta sexta. “Acabaram do nada com o programa. Está todo mundo apavorado”. Com a bolsa de R$983,00, Lincoln é um dos responsáveis pelas contas de casa e está preocupado. “Contava até o final do ano com o dinheiro”. Depois que entrou no programa, em setembro de 2015, ele conta que passou a se interessar pela área e agora cursa Enfermagem.

Lincoln contou que no documento de desligamento ele precisa assinalar o motivo da saída, entre elas: “arrumou emprego”, “mudou-se para outro município”, “cuidar dos filhos” ou “não se adaptou ao programa”. O jovem não concorda, já que não está se desligando por vontade própria.

Em nota, a Secretaria Municipal da Saúde afirma que, “em conformidade com a Política de Humanização, está aprimorando a prática do acolhimento nas diversas modalidades de atenção”. “Dentro deste processo, evidenciou-se que o melhor nível de acolhimento se dá quando é realizado pela equipe técnico-assistencial do serviço, uma vez que favorece a criação de vínculo entre profissionais e a população usuária do serviço, fato que melhora significativamente a qualidade na assistência.

O comunicado acrescenta que “como o ‘Jovem SUS’ não compõe a equipe técnico-assistencial, a pasta optou pela interrupção do Termo de Cooperação vigente”.

Jovens se surpreenderam com e-mail de desligamento na sexta-feira, dia 30/7.

 

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: