Nem a Globo aguenta mais: Dória ouve várias críticas no Bom Dia São Paulo e é cortado no ar

“Nos últimos seis meses foram criados Cidade Linda, Bairro Lindo, Calçada Nova, Corredor Verde… o resultado que a gente tem visto é que não são nada mais do que aquilo que já era feito. Será que a gente não cai na história do marketing que é tanto falado?”, perguntou Bocardi.

Via Revista Fórum em 3/7/2017

Durante entrevista de balanço de seis meses da sua administração, o prefeito João Dória foi duramente criticado pelo apresentador Rodrigo Bocardi. No final, quando se preparava para dar a sua resposta, subiu a vinheta de encerramento do programa.

Nos instantes finais, Bocardi disse ao prefeito: “Nos últimos seis meses foram criados Cidade Linda, Bairro, Lindo, Calçada Nova, Corredor Verde… são programas com nomes anunciados todos finais de semana e tal. E o resultado que a gente tem visto é que não são nada mais do que aquilo que já era feito. Será que a gente não cai na história do marketing que é tanto falado? A gente cria marcas, nomes e no fim o resultado que temos visto é algo que já vinha sendo feito antes. Talvez até menos agora”, criticou.

“Vide a imagem que você tem atrás de você. A ponte Estaiada estava há dois anos pichada e sem iluminação. Em 20 dias nós recuperamos… Está entrando a trilha sonora”, afirmou Dória ao perceber que estava sendo interrompido.

Em seguida, o jornalista se desculpou e saiu do ar sem se despedir. “Desculpe, é que está dando o horário. Vamos ter que encerrar essa entrevista. Vamos continuar no SP1 e SP2”, declarou. Constrangido, o prefeito apenas sorriu sem falar mais nada.

A entrevista completa pode ser vista aqui. O trecho final começa no minuto 18:00.

***

EM 6 MESES, CIDADE LINDA DE DÓRIA FOCA EM BAIRROS CENTRAIS E VÊ PROBLEMAS VOLTAREM
Via Portal G1 em 3/7/2017

Seis meses depois de seu início, o programa Cidade Linda priorizou ações no Centro expandido de São Paulo e viu parte dos problemas de zeladoria das vias, como lixo, mato alto e buracos, aparecerem novamente. A criação do programa foi a primeira medida do prefeito João Dória (PSDB), que se vestiu de gari no dia 2 de janeiro – um dia após a posse – para limpar a Avenida Nove de Julho. Ele prometeu varrer a cidade pessoalmente toda semana.

Desde então, ele e o vice-prefeito participaram de 21 ações, que acontecem normalmente aos sábados pela manhã. A maioria (11) foi no Centro expandido, e apenas seis em bairros mais extremos das periferias. O G1 visitou algumas das vias que receberam a ação até o começo de abril e constatou que parte dos velhos problemas voltaram.

Na Praça 14 Bis, na região central, onde o programa começou, as árvores e o canteiro estavam aparados na quinta-feira, dia 29/6. Quem frequenta o local, porém, precisa andar olhando para o chão para não tropeçar. A calçada tem buracos que oferecem risco ao pedestre, sendo que um deles é um acesso aberto à tubulação subterrânea da praça, com mais de 10 centímetros de profundidade.

A Prefeitura Regional Sé afirma, em nota, que “o serviço de tapa-buraco no entorno da Praça 14 Bis será programado para os próximos dias. Com relação às calçadas, a manutenção é de responsabilidade dos proprietários dos imóveis”.

As principais queixas na região, porém, vêm de moradores de rua que foram instalados em uma quadra esportiva ao lado da Praça 14 Bis. O espaço foi fechado com uma lona verde, que já está cinza, em razão da poluição. Emerson Aguiar afirma a mudança para o local acabou funcionando como uma “maquiagem”. “Fizeram isso pra esconder. O que precisamos é de moradia. Não dá para ficar aqui porque são péssimas as condições de vida e de higiene”, conta.

Em nota, a Prefeitura afirma, citando a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, que “21 pessoas que viviam em situação de rua na região da Praça 14 Bis foram encaminhadas para retorno familiar, cidades de origem, Centros de Acolhida, Autonomia em Foco, Família em Foco e Centro Temporário de Acolhimento”.

Ainda segundo o comunicado, “o Serviço Especializado de Abordagem Social (Seas) da Bela Vista acompanha atualmente 55 pessoas em situação de rua na região da 14 Bis. Diariamente, as equipes de abordagem tentam convencê-las a deixar as ruas e aceitar encaminhamento para centros de acolhida e também para oportunidades de trabalho. Cabe ressaltar que, apesar de as operações acontecerem diuturnamente, a adesão a tratamento ou acolhimento é facultativa”.

Perto dali, o local com melhor manutenção entre os seis espaços visitados é a Avenida Paulista, área nobre da cidade, que tem canteiros aparados, árvores podadas e calçadas em boas condições, com as guias pintadas, no trecho visitado pelo prefeito, em janeiro.

Sujeira
A situação é bem diferente da encontrada no Grajaú, na Zona Sul, um dos pontos mais extremos da cidade visitados por Dória. O prefeito cortou a grama de uma praça na Avenida Dona Belmira Marin em fevereiro, mas o espaço já tem grama alta novamente e canteiros estavam repletos de lixo e entulho. Ao lado da praça, a calçada virou ponto de descarte de restos de obras.

Praça na Av. Belmira Marin, no Grajaú, tem lixo e mato alto quatro meses após ação do Cidade Linda.

A comerciante Nair Onório da Silva afirma que a praça tem estado de abandono e que a presença do prefeito não mobilizou a população a cuidar mais da praça. “Não adiantou muito o prefeito vir limpar. Ela fica abandonada. E a situação seria outra também se a população fosse mais educada”, diz.

Em nota, a “Prefeitura Regional Capela do Socorro informa que os serviços de varrição na Avenida Belmira Marin são realizados diariamente”. “O cruzamento da Rua Olavo Conceição de Senne com a Belmira Marin é considerado um ponto viciado de descarte de lixo O local é limpo quinzenalmente. Sobre o mato alto relatado, a jardinagem entrará na programação de atividades da regional”.

O mato alto e sujeira se repetem na Praça Dr. Werther Maynard Krause, na Avenida Santo Amaro, em Moema.

Em outro ponto da Santo Amaro, perto da Avenida Roque Petroni Júnior, há buracos na calçada e no asfalto, sendo que um deles, no corredor de ônibus, aparenta ser em trecho recém-recapeado.

Os pedestres enfrentam ainda outro obstáculo – um cone tampa um buraco na calçada em frente à futura à obra da Estação Brooklin do Metrô – a empresa afirma que solicitou à Eletropaulo a mudança de um poste de energia e que o local receberá uma praça.

Em nota, a “Prefeitura Regional de Pinheiros encaminhará nos próximos dias uma equipe de fiscalização para avaliar a situação referente à calçada da Avenida Santo Amaro. Também serão vistoriadas as propagandas no ponto de ônibus”.

Trecho da Avenida Santo Amaro apresenta buracos no pavimento.

[…]

Uma resposta to “Nem a Globo aguenta mais: Dória ouve várias críticas no Bom Dia São Paulo e é cortado no ar”

  1. heloizahelenapiasblog Says:

    eles n devem reclamar de nada, pois n votaram nele, aguetem, vai haver + coisas p reclamarem dele.

    ________________________________

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: