Acuado, Temer chama marqueteiro para atacar Janot

Marqueteiro Elsinho Mouco vai ajudar no desmonte de Janot.
Elsinho Mouco, o marqueteiro de Michel Temer, antes um assumido admirador de Dilma Rousseff, que depois se sentiu traído pelo governo petista, e já tendo confessado que recebeu repasses de Joesley Batista para blindar Temer na queda de Dilma no recente ápice das delações da JBS, auxilia o mandatário contra a denúncia de corrupção passiva.

Via Jornal GGN em 27/06/2017

O publicitário que trabalha há 15 anos para o “senhor Temer”, como o gosta de chamar, bravateava nas redes sociais uma suposta relação com o então governo de Dilma, quando a ex-presidente carregava o peemedebista acomodado no posto de vice. Tratada no final de 2014 como a “dama da democracia” passou a ser chamada de “arrogante, teimosa, intransigente”, em 2016.

Em dois anos, o suposto sentimento do marqueteiro, que reservava em primeiro lugar a admiração por Temer, revelou outros movimentos que ultrapassariam a simples indignação. Foi acusado neste ano pelo dono da JBS, Joesley Batista, de ter recebido R$3 milhões de propina do frigorífico na campanha de 2010 e mais R$300 mil em espécie no último ano, a pedido do agora presidente da República.

À reportagem do Estadão, no início deste mês, Elsinho Mouco confessou que Batista o contratou com o objetivo de “derrubar” a presidente Dilma Rousseff, além de eleger o irmão mais velho, José Batista Júnior, em Goiás.

O plano traçado já pelo hoje não mais vice Michel Temer em 2016 fazia referência ao montante de R$300 mil. A quantia era para pagar as despesas de marketing político pela internet de Temer, pouco antes de assumir a Presidência com a queda de Dilma, disse superficialmente Joesley, em sua delação premiada com a Procuradoria-Geral da República (PGR).

Elsinho explicou à reportagem do Estadão melhor: no auge do movimento “Fora, Dilma”, ainda em maio de 2016, o empresário da JBS se ofereceu para pagar por um serviço de monitoramento de redes sociais, com o objetivo de o PMDB blindar a imagem de Michel Temer, para que pudesse assumir o governo. Em uma reunião, o empresário teria feito claramente o apelo: “Vamos derrubar essa mulher”.

Mas apesar das declarações à imprensa e de ver seu nome tão arrolado no esquema de corrupção a que Temer também é acusado, o marqueteiro está ao lado do atual presidente desde que o peemedebista foi eleito deputado federal, em 2002. E no ápice de uma das piores crises políticas, foi a ele que o mandatário recorreu.

Segundo coluna de Andréia Sadi, no G1, Temer convocou Elsinho, na noite de segunda-feira, dia 26/6, para discutir estratégias de enfrentamento da denúncia e para derrubar a imagem do próprio procurador-geral, autor do pedido de afastamento do mandatário.

Sem suspenses, o marqueteiro confirmou ao blog da jornalista que se encontrou com Temer e que a estratégia de marketing político do presidente será a de “cobrar provas” de Janot sobre as acusações que carregou na denúncia enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Nessa linha, Temer, seus aliados e toda a sua cúpula de governo irão alimentar a tese de que as acusações é uma “peça de ficção”. “Vamos para o enfrentamento. O presidente avalia se vai falar em entrevista, como será. Mas o tom está definido: vamos perguntar sobre as provas, vamos questionar Janot”, disse Mouco ao blog.

Coincidentemente, está marcada para quarta-feira, dia 28/6, a eleição interna dos procuradores da República sobre os três candidatos para a sucessão de Rodrigo Janot no comando da Procuradoria e do Ministério Público Federal. Aliados do governo defendem que Temer antecipe ainda a palavra final sobre o novo procurador-geral para “esvaziar” a atuação de Janot.

O mandatário já deu sinais de que não garantirá nenhum nome da já tradicional lista tríplice dos recomendados pelos próprios procuradores da República para comandar o órgão de investigação.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: