O PowerPoint de Moro na IstoÉ condena Lula a 22 anos de prisão

Fernando Brito, via Tijolaço em 23/6/2017

22 anos de prisão, vejam só. É o que a revista IstoÉ diz que Sérgio Moro “pedirá” (“pedirá?”, nunca vi juiz pedir, ao que eu saiba juiz condena).

O texto, na parte que está na internet, é um primor de parcialidade. O texto assemelha-se ao envelope enviado ao presidente da Câmara, escatologia apresentada hoje [23/6] aos jornais.

A ilustração, por sua vez, copia o PowerPoint do Dr. Dallagnol.

Nem mesmo se importam em apregoar que a sentença é combinada entre a turma de Dallagnol e Sérgio Moro: “Conforme apurou IstoÉ junto a integrantes da Lava-Jato, o petista vai pegar até 22 anos de cadeia – 10 anos por lavagem de dinheiro e 12 por corrupção passiva” –, tudo por não ter recebido um apartamento que, dizem seus algozes, “ia” receber.

Quer ter ideia do que isso representa?

O goleiro Bruno Fernandes, ex-Flamengo, foi condenado à mesma pena por ter assassinado a mãe de seu filho, Eliza Samúdio, pela ocultação de seu cadáver (diz-se que lançando a cachorros) e pelo sequestro e cárcere privado do próprio filho.

Como todos sabemos que Sérgio Moro vai condenar Lula, é bom que seja nos moldes que a porca revista anuncia.

Revela o ânimo verdadeiro deste pastiche de processo judicial: assassinar moralmente – já que não é possível que seja fisicamente – de matar Lula.

Nem uma palavra a menos.

***

VAZA A SENTENÇA DE MORO CONDENANDO O EX-PRESIDENTE LULA
Via Blog do Esmael Morais em 24/6/2017

Vazou para a revista IstoÉ, na edição deste fim de semana, a sentença do juiz Sérgio Moro condenando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A publicação é precisa no furo: 22 anos de cadeia.

Segundo a IstoÉ, a sentença condenará Lula à prisão no caso do tríplex do Guarujá por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. “O petista vai pegar até 22 anos de cadeia – 10 anos por lavagem de dinheiro e 12 por corrupção passiva”, antecipa a reportagem assinada por Germano Oliveira.

Não é de estranhar que a sentença realmente seja essa, pois, no curso da lava jato, foram vários vazamentos seletivos da força-tarefa para a velha mídia golpista. O de maior repercussão, que ajudou no golpe de Estado e na queda da democracia, em março de 2016, foi aquele grampo ilegal da conversa entre Dilma Rousseff e Lula acerca da nomeação do ex-presidente na Casa Civil.

A relação promíscua entre o magistrado e a revista foi amplamente divulgada numa foto de dezembro de 2016 na qual Moro aparece sorridente ao lado do senador afastado Aécio Neves (PSDB), que, pelo critério da lava-jatização, sabe-se lá por que ainda está solto.

Voltemos ao vazamento de dados.

Por muito menos, o ex-delegado e ex-deputado federal Protógenes Queiroz foi condenado por vazar informações sigilosas da operação satiagraha, expulso da Polícia Federal e condenado à prisão. Hoje, ele vive asilado na Suíça.

Em novembro do ano passado, ao Conjur, Protógenes disse esperar invalidar a sentença contra ele porque “o juiz Sergio Moro, juiz que conduz a Lava-Jato, vazou de forma ilegal, como já foi julgado pelo Supremo Tribunal Federal, conversa entre a então presidente Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva e não foi punido por isso”.

O ex-delegado da PF foi condenado pela prática de violação de sigilo funcional qualificada, delito previsto no artigo 325, parágrafo 2º, do Código Penal.

Perseguição e tapetão
Ao longo desta semana, várias lideranças políticas se manifestaram acerca da politização excessiva da Lava-Jato para condenar, também, a perseguição a Lula e o uso do tapetão para tirar o petista da disputa de 2018.

A presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, foi ao cerne da questão: “o juiz Sérgio Moro, pelo Estado Democrático de Direito, observando o devido processo legal, só pode absolver Lula, não pode condená-lo”.

Pelo vazamento da sentença, talvez a dirigente petista pode ter sua esperança frustrada. E, se confirmados os 22 anos na condenação, haverá a prova cabal de que o juiz Sérgio Moro partidarizou sua decisão para ajudar um dos lados na corrida presidencial.

O mais grave nisso tudo é que Moro tende a condenar Lula com base em indício – essa besta que é prima-irmã da convicção. Ou seja, não haverá prova alguma para rechear a fundamentação do juízo da lava jato. Portanto, passível de anulação nas instâncias superiores.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, mandachuva do PSDB, nesta sexta-feira (23), a seu jeito, igualmente se manifestou a respeito da perseguição a Lula.

“[Alguns dizem] ‘Ah, mas tem o Lula’. O Lula está por conta da Justiça. Eu não vou antecipar, não sei o que a Justiça vai fazer. Suponhamos que a Justiça diga que o Lula não fez nada. Ele é candidato – o único candidato possível do PT. Só resta vencer na urna. Ou então dar golpe. Eu sou contra golpe. Só resta vencer na urna. Só que não tem jeito. Preparemo-nos para isso. Para vencer”, afirmou FHC.

3 Respostas to “O PowerPoint de Moro na IstoÉ condena Lula a 22 anos de prisão”

  1. Marisa Greeb Says:

    É incrível como, ao surgir mais notícias sobre o desejo de aprisionarem Lula, mais confirmam a importância de Lula no cenário nacional e convenhamos, no internacional também! Agradecemos a confirmação!

  2. Geraldo Lobo Says:

    NADA MAIS QUE UM ESTE SÓ PRA VER COMO RECEBERÃO A NOTÍCIA, SE HOUVER ALGUMA, NO FUTURO. ESPERA-SE UMA REVOLTA DAS PESSOAS DE BEM QUE ENTENDEM QUE O QUE FAZEM COM O LULA É PURA MALUQUICE, COISA DE GENTE INSTÁVEL EMOCIONALMENTE, QUEM SABE CASO CONCRETO DE PSICOPATIA EXACERBADA?

  3. magda f santos (@magdafsantos) Says:

    O QUE ESTE IMBECIL DEVE FAZER É DEIXAR DE JULGAR QUEM QUER QUE SEJA E ABRIR UMA LOJA DE INFORMÁTICA!!

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: