Lula: “Vou até as últimas consequências para provar minha inocência”.

Via Brasil 247 em 22/6/2017

O ex-presidente Lula reiterou sua inocência nesta quinta-feira 22 durante entrevista concedida ao vivo ao programa Hora do Rango, da Rádio Brasil Atual, que foi transmitida pelo Facebook.

“Vou até as últimas consequências para provar minha inocência”, declarou. “Não vou permitir que os meninos da Lava-Jato tentem prejudicar uma pessoa que construiu sua história por 50 anos. Eles mexeram com a pessoa errada”, afirmou. “Se os políticos têm medo deles, eu não tenho”, completou.

Nos próximos dias, o juiz Sérgio Moro pode anunciar a sentença contra Lula sobre o processo do triplex no Guarujá. “Eu acho que a peça de acusação não vai ser levada a sério por ninguém. Eu espero que ela não seja levada a sério pelo Moro”, comentou Lula sobre o caso, ressaltando que está “disposto a enfrentar essa situação”.

Lula diz que “o que está sendo julgado, na verdade, não é o Lula. É o governo, é o que deu certo nesse país”. “Eu fui julgado pelo povo brasileiro, quando saí com 87% de bom e ótimo”, lembrou, sobre o fim de seu governo. Ele comparou os números com a pesquisa mais recente sobre o governo Temer.

“O que eu tinha de ruim e péssimo quando saí do governo é o que o Temer tem hoje de bom e ótimo”, disse. Na pesquisa do DataPoder360, o governo Temer é avaliado como ótimo e bom apenas por 2% da população. Lula deixou o Palácio do Planalto com 3% de avaliação negativa.

O petista voltou a falar em sua candidatura à presidência em 2018. “Se houver necessidade e não tiver outra pessoa, tenho a disposição de provar que o país precisa de alguém que saiba cuidar do povo”.

O ex-presidente comentou também o atual cenário político sob o governo Temer. “Não é possível que em tão pouco tempo o Brasil tenha retrocedido tanto. Jamais imaginei que fosse ver o Brasil retroceder ao nível que estamos”.

“Estamos diante de um golpe. O Brasil injuriado perante ao mundo. O presidente não é respeitado na Rússia, não é convidado para nada”, destacou, em referência à constrangedora viagem feita por Temer ao país, onde foi ignorado pela mídia e não foi recebido pelo presidente Vladimir Putin.

“As pessoas que mentiram para o Brasil, que disseram que o problema era a Dilma e promoveram um impeachment, estão deixando o País pior do que estava. Agora, quem massacrava o PT como o partido mais corrupto está com vergonha. O Aécio então desapareceu”, declarou.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: