Na iminência da queda de Temer, jornal inglês The Guardian abre página sobre o Brasil

Esmael Morais em 14/6/2017

Há um forte cheiro de enxofre no ar, nos arredores do Palácio do Planalto, em Brasília, que pode indicar que a queda de Michel Temer está muito próxima.

O mau cheiro exalado esta semana foi sentido pelo jornal britânico The Guardian, que abriu uma página especial para coletar mais impressões sobre a crise que desgraça o Brasil.

“Com o impeachment da presidente Dilma Rousseff, que foi substituída por um intermediário na forma de Michel Temer, tem sido uma semana particularmente turbulenta em um país atingido por dificuldades econômicas e agitação social”, descreve o jornal.

Tem razão o The Guardian, pois o Tinhoso realmente está derretendo. Por isso o cheiro de enxofre no ar.

No front interno, por outro lado, a Procuradoria Geral da República prepare-se para protocolar uma nova denúncia com pedido de prisão de até 12 anos para Temer.

Pelo fato de o procurador-geral Rodrigo Janot apontar o ilegítimo como “chefe de uma quadrilha”, juristas defendem o afastamento de Michel Temer do cargo por uma medida cautelar do Supremo Tribunal Federal.

“Para garantia da instrução penal e da aplicação da lei penal, ele pode ser perfeitamente afastado. Inclusive porque, ao que tudo indica, está cometendo um crime atrás do outro, utilizando a máquina administrativa em proveito próprio”, explica o ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão.

Como se vê, caríssimo leitor, o fim de Temer está muito próximo. Até os discretos britânicos já perceberam isso.

Uma resposta to “Na iminência da queda de Temer, jornal inglês The Guardian abre página sobre o Brasil”

  1. Geraldo Lobo Says:

    ENXOFRE? Cheiro dos infernos? Ou é só de asfalto penetrando na buraqueira local, nos furos republicanos, nos orifícios da democracia? Não é necessariamente o que queremos esse fim sem fim; é a sua gang que não permaneça um segundo a mais por perto, que se vá um a um conforme até agora tem acontecido, se escafeda, se mande, se lixe cu nas ostras. O Guardian conta só um pedaço, ao que se nota. Queremos muito mais. E depois o Congresso que se renove, saltando fora esse bando de assessores de porra nenhuma que lá impera. Irra!

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: