Tereza Cruvinel: Esquerdas formam frente por Diretas Já

Tereza Cruvinel em 30/5/2017

Desde que o Brasil entrou neste desvão des-democratizante, como disse a Chauí lá em Paris, fala-se na frente de esquerdas mas ela não sai. Diferenças aqui, ressentimentos ali, e a crise vai cavando seu fosso. Agora, quando o governo ilegítimo literalmente apodrece e as oligarquias políticas tramam uma “saída pelo alto” conservadora, com a escolha indireta de um síndico substituto, um passo foi dado, com a criação de uma frente parlamentar suprapartidária pró-diretas. Aliás, isso aconteceu com o bom impulso dado pelo povo do Rio de Janeiro, ao realizar no domingo, dia 28/5, aquele grande ato pelas diretas em Copacabana. As centrais sindicais, de sua parte, estão programando nova greve geral para o final de junho.

A Frente Parlamentar Mista pelas Diretas Já, criada na segunda-feira, poderia ser um embrião da frente de esquerda mais estratégica, que considere a unidade em torno de um só candidato a presidente, seja este ano ou seja em 2018. Mas ainda que não chegue a tanto, será um avanço se conseguir funcionar como comitê unitário para impulsionar o movimento Fora Temer e por Diretas este ano, não para eleger presidente-tampão, mas como antecipação do pleito do ano que vem.

A Frente Parlamentar Mista Pelas Diretas reúne deputados e senadores do PSB, PT, PDT, PCdoB, PSOL e Rede, que criaram a Frente Parlamentar Mista Pelas “Diretas Já”. Seu propósito é contribuir e impulsionar iniciativas da própria sociedade para a criação de uma campanha massiva em favor das eleições diretas para presidente ainda este ano, o que exige mudança constitucional. A campanha de 1984 só deslanchou quando foi criada uma coordenação nacional suprapartidária, com integrantes do PMDB, PT, PDT, que eram os partidos mais importantes da resistência à ditadura naquele momento. Agora, esta frente parlamentar pode evoluir no sentido de criar uma coordenação parecida, para organizar os atos e nacionalizar a campanha. Em 1984, os governadores da oposição, como Franco Montoro, Brizola, José Richa, entre outros, foram fundamentais. Eles garantiram a infraestrutura necessária nos estados. Hoje, são em número bem menor mas é importante que sejam integrados a esta frente governadores como Flavio Dino (PCdoB/MA), Tião Viana (PT/AC), Wellington Dias (PT/PI), Ricardo Coutinho (PSB/PB), Rodrigo Rollemberg (PSB/DF) e Rui Costa (PT/BA).

Na reunião, foi aprovado o símbolo da campanha, que será o mesmo utilizado na memorável campanha de 1984, criado pelo artista plástico Henfil, agora nas cores verde, amarelo e azul.

Participaram do encontro inaugural os presidentes do PT, Rui Falcão; do PDT, Carlos Lupi; do PCdoB, deputada Luciana Santos; do PSOL, Luís Araújo e Bazileu Margarido e José Gustavo, representando a direção da REDE; e o senador João Capiberibe, representando o PSB. Estiveram presentes, também, os senadores Lídice da Mata, do PSB; Acir Gurgacz, do PDT; Vanessa Graziotin, do PCdoB; e Paulo Rocha e José Pimentel, do PT; e os deputados Carlos Zaratini, José Guimarães e Márcio Macedo, do PT.

3 Respostas to “Tereza Cruvinel: Esquerdas formam frente por Diretas Já”

  1. bloglimpinhoecheiroso Says:

    Já alterado. Foi um equívoco da própria Tereza.
    Valeu.

  2. Eliane Barroso Says:

    Não compartilho a reportagem em função do erro ao citarem o PSDB, o partido da tucanalha!!!

  3. Eliane Barroso Says:

    Acho que hoive um equívoco no 3º parágrafo ao citar o pSDB e não citar o PSB. Merece um correção URGENTE para tirar da nossa pauta a tucanalha!!!!

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: