Temer obedece Aécio e demite ministro que tucano chamou de “bosta de um caralho”

Joaquim de Carvalho, via DCM em 28/5/2017

Michel Temer tirou do Ministério da Justiça o homem que Aécio Neves definiu como imprestável para seus planos de abafar as investigações da Lava-Jato, Osmar Serraglio.

Seu substituto é Torquato Jardim.

Mesmo afastado do Senado, Aécio continua poderoso no governo de Temer, que ele ajudou a criar com o golpe que derrubou Dilma Rousseff.

Veja o trecho da fala de Aécio Neves que Joesley Batista gravou:

Aécio – Tá na cadeira […]. O ministro é um bosta de um caralho, que não dá um alô, peba, está passando mal de saúde pede pra sair. Michel tá doido. Veio só eu e ele ontem de São Paulo, mandou um cara lá no Osmar Serraglio, porque ele errou de novo de nomear essa porra desse […]. Porque aí mexia na PF. O que que vai acontecer agora? Vai vim um inquérito de uma porrada de gente, caralho, eles são tão bunda mole que eles não (têm) o cara que vai distribuir os inquéritos para o delegado. Você tem lá cem, sei lá, 2.000 delegados da Polícia Federal. Você tem que escolher dez caras, né?, do Moreira, que interessa a ele vai pro João.
Joesley – Pro João.
Aécio – É. O Aécio vai pro Zé […]
Aécio – Tem que tirar esse cara.
Joesley – É, pô. Esse cara já era. Tá doido.
Aécio – E o motivo igual a esse?
Joesley – Claro. Criou o clima.
Aécio – É ele próprio já estava até preparado para sair.
Joesley – Claro. Criou o clima.

***
TEMER DEMITE SERRAGLIO E NOMEIA TORQUATO JARDIM COMO MINISTRO DA JUSTIÇA
Presidente tira Osmar Serraglio, citado nas investigações da Operação Carne Fraca.
Guilherme Mazui, via Zero Hora em 28/5/2017

Na tentativa de sobreviver à crise provocada pela delação da JBS, o presidente Michel Temer decidiu trocar o comando do Ministério da Justiça.

No domingo, dia 28/5, o Planalto confirmou em nota a demissão de Osmar Serraglio (PMDB/PR) e a escolha imediata do substituto, Torquato Jardim.

Ele estava na pasta da Transparência, que não teve o novo titular anunciado.

Com a decisão, Serraglio retoma o mandato de deputado federal, tirando da Câmara o ex-assessor de Temer, Rodrigo Rocha Loures, filmado pela Polícia Federal recebendo uma mala com R$500 mil em uma das ações controladas da delação da JBS. Loures foi afastado do mandato pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin.

O presidente já havia confidenciado a interlocutores o desejo de promover a mudança, que também tenta reverter a imagem de que o Planalto atua para conter a Lava-Jato, já que Loures perde o foro privilegiado com a demissão de Serraglio.

Levado à Esplanada pela bancada do PMDB, Serraglio encerra uma passagem de apenas três meses pelo Ministério da Justiça. O paranaense assumiu no final de fevereiro, depois que Alexandre de Moraes deixou à pasta em razão da indicação para o STF.

No período, Serraglio sofreu críticas de auxiliares do próprio ministérios e de assessores de Temer pela falta de pulso e de condições técnicas para ocupar o cargo. Ele também convivia com o desgaste provocado por aparecer em um dos grampos da Operação Carne Fraca.

O deputado será substituído por uma escolha de perfil técnico. Titular da Transparência desde junho de 2016, Torquato Jardim é advogado e professor, com a carreira focada no Direito Eleitoral. Ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), presidiu o Instituto Brasileiro de Direito Eleitoral (Ibrade) de 2002 a 2008.

Professor de Direito Constitucional na Universidade de Brasília (UnB) por quase vinte anos, Torquato tem pós-graduação nos Estados Unidos e na França, pelas universidades de Michigan e Georgetown e pelo Instituto Internacional de Direitos do Homem.

Leia a nota da assessoria do Planalto:

“O presidente da República decidiu, na tarde de hoje, nomear para o Ministério da Justiça e Segurança Pública o Professor Torquato Jardim. Ao anunciar o nome do novo ministro, o presidente Michel Temer agradece o empenho e o trabalho realizado pelo Deputado Osmar Serraglio à frente do Ministério, com cuja colaboração tenciona contar a partir de agora em outras atividades em favor do Brasil”.

PS do Viomundo: Temer ganha tempo. Há a possibilidade de delação do fiscal agropecuário Daniel Gonçalves Filho na Operação Carne Fraca, aquele que foi chamado de “chefe” por Osmar Serraglio quando este era deputado. Com a medida, Temer se distancia da possível delação do fiscal e da Carne Fraca.

Segundo afirmou o senador Renan Calheiros em discurso recente, foi o deputado Carlos Marun quem trouxe de Curitiba a indicação de Serraglio para o Ministério da Justiça, a pedido do presidiário Eduardo Cunha.

Por enquanto, o deputado da mala de Temer, Rodrigo Rocha Loures, suplente de Serraglio, perde o mandato e seu caso em tese vai para a primeira instância, para longe de Edson Fachin. Isso aumenta a pressão em Loures para não fazer delação premiada, como se cogitava. Por que? Porque Temer pode colocar Serraglio no Ministério da Cultura, que está vago, devolvendo Loures ao Congresso.

Rodrigo Vianna, por outro lado, sugere que Temer e Loures preferem Moro a Fachin – diante da recente absolvição de Cláudia Cruz, a esposa de Cunha. Um verdadeiro xadrez das delações.

O Brasil foi reduzido a isso: uma série de jogadas de bastidores entre presidiários e ladrões para salvar o pescoço.

PS2 do Viomundo: Novas informações mudam o quadro. Serraglio trocou de lugar com Torquato Jardim; torna-se, incrivelmente, o ministro da “Transparência”; Loures mantém o mandato; o novo ministro da Justiça cogita mexer na direção da Polícia Federal.

Uma resposta to “Temer obedece Aécio e demite ministro que tucano chamou de “bosta de um caralho””

  1. magda f santos (@magdafsantos) Says:

    ALEM DE INCOMPETENTE, CAPACHO DO DROGADO! ISSO LÁ E PRESIDENTE?

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: