Secretária de Direitos Humanos de Dória deixa cargo após operação na Cracolândia

Via Justificando em 25/5/2017

Após uma série de ações repressoras do prefeito João Dória (PSDB), na Cracolândia, região central de São Paulo, a Secretária Municipal de Direitos Humanos, Patrícia Bezerra, afirmou em uma reunião nesta quarta-feira (26) que não concorda com a operação feita no domingo, dia 21/5, e a caracterizou como desastrosa: “Agora a besteira já está feita”. Vídeo em que ela faz essas afirmações foi divulgado em primeira mão pelo Justificando.

Patrícia disse aos Movimentos Populares e à Ouvidoria da Defensoria Pública do Estado que um dos objetivos da reunião era pensar em “maneiras de reverter de alguma forma o mal que foi feito”.

“Nós não temos como partilhar disso [da operação], sendo quem somos – Secretaria de Direitos Humanos”, afirma Patrícia. E continua: “se for um dia para optar por um lado, governo ou minoria, nós temos o nosso lado já escolhido”.

Ela ressalta ainda que não está preocupada se esse posicionamento põe em risco o cargo que ocupa atualmente: “a minha cadeira está a disposição de quem quiser sentar nela”, diz. No entanto, a secretária não nega a preocupação com um possível sucessor. “O que me preocupa na iminência de eu ser tirada dessa Secretaria é quem vai sentar nessa cadeira com o mesmo encargo que eu sento nela hoje”, questiona.

“Estou incomodada tanto quanto vocês. Também acho injusto. […] Problema complexo, não se resolve dessa maneira. Não se cura um problema denso, como é o problema de dependência química, do dia para a noite. […] Isso é um problema de saúde pública”, explica Patrícia.

Para ela, é necessário que essa situação seja pensada em médio e longo prazo. “Não adianta a gente achar que a Cracolândia acabou, não. Ela só se espalhou pela cidade”, complementa.

João Dória disse que tais ações na região tem o objetivo de revitalizar a área e pediu à Justiça para interditar compulsoriamente os usuários de drogas que ficam na região da Cracolândia. No entanto, a Defensoria Pública de São Paulo obteve uma decisão liminar que proíbe a continuidade das remoções compulsórias e a interdição e demolição de edificações com habitantes pela Prefeitura.

Secretária deixa o cargo
Horas após o furo de reportagem do Justificando, a secretária de Direitos Humanos, Patrícia Bezerra comunicou sua saída da Secretaria, cargo que ocupava desde o início da gestão, em janeiro. “Decisão em caráter pessoal e irrevogável”, afirmou.

***

A “nova Cracolândia” agora está concentrada na Praça Princesa Isabel, duas quadras do antigo local.

EM VEZ DE “ACABAR”, CRACOLÂNDIA MUDA DE ENDEREÇO EM SÃO PAULO
Os usuários se deslocaram para a Praça Princesa Isabel.
Victória Damasceno, via CartaCapital em 24/5/2017

Após a operação da Prefeitura de São Paulo que retirou os usuários de drogas das principais áreas de consumo e venda, o prefeito João Dória afirmou que “a Cracolândia está acabada”. O prefeito emendou ainda que a partir daquela data, o uso de crack naquela região havia se tornado “passado”.

A movimentação, no entanto, não acabou. Com a ação, os usuários foram expulsos da Alameda Dino Bueno e da Rua Helvétia, no centro de São Paulo, onde funcionavam as tendas do programa De Braços Abertos e se direcionaram para a Praça Princesa Isabel, onde permanecem.

O chamado “fluxo”, ponto onde ocorre o tráfico de drogas, também se deslocou para a praça. Os usuários, bem como os traficantes, estão no local que se tornou um novo centro da Cracolândia. A orientação dos policiais e dos agentes da prefeitura no local é que pedestres e a imprensa não entrem na praça.

Após o desabamento da parede de uma pensão durante uma operação de obras da Prefeitura na tarde da terça-feira 21, os usuários tentaram ocupar novamente as principais ruas do local por meio de uma movimentação em massa. Cercados por policiais militares, foram surpreendidos com bombas de gás, balas de borracha, além da cavalaria e do forte aparato militar da Polícia Militar e da Guarda Civil Metropolitana.

Em minutos a movimentação foi dispersada pela ação da PM e da GCM, e os usuários voltaram a Praça Princesa Isabel, onde permanecem.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: