Armação ilimitada: Lula e Dilma não foram padrinhos de casamento de delator da JBS

Via Portal UOL em 23/5/2017

Uma foto dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff tem circulado na internet como se eles fossem padrinhos de casamento de um dos donos da JBS, Wesley Batista, que firmou acordo de delação com a Procuradoria Geral da República na última semana. Mas o enredo contado com essa foto é verdadeiro?

A imagem é de 9 de maio de 2015. Estão alinhados, da esquerda para a direita, a então presidente Dilma, a endocrinologista Cláudia Cozer, o cardiologista Roberto Kalil Filho, Lula e a ex-primeira-dama Marisa Letícia, morta em fevereiro deste ano. Mas foi no último sábado [20/5], dois anos depois de clicada por Cissa Sannomiya, que a fotografia ganhou a popularidade que não havia tido naquela noite de segunda-feira.

O “flagrante”, por si só, não prova que os ex-presidentes apadrinharam o casamento do delator Wesley Batista – ele nem mesmo está na foto. Esta reportagem da revista Caras afirma que Lula e Dilma eram, sim, padrinhos, mas apenas do casal que aparece na foto.

Falso: A imagem é de outro casamento, e não o de Wesley
Kalil Filho é médico e amigo de Lula e Dilma. Foi quem cuidou de Marisa Letícia em seus últimos dias. Dilma ficou no altar ao lado do secretário da Saúde do governo Geraldo Alckmin, David Uip; Lula, obviamente, estava com Marisa. A festa, no restaurante O Leopoldo, no Itaim Bibi (zona oeste de São Paulo), ao todo tinha 22 padrinhos – e um deles era o senador José Serra (PSDB). Não há nenhum relato de que os Batista estivessem presentes.

David Uip, Cláudia Cozer, Roberto Kalil Filho e Dilma Rousseff. Uip e a petista foram os padrinhos dos médicos.

Wesley Batista e Alessandra Garcia casaram-se em 8 de dezembro de 2012 em uma cerimônia discreta, sem cobertura da imprensa, na Casa Fasano, em São Paulo. Os padrinhos não foram divulgados.

No casamento de Kalil, Dilma Rousseff foi recebida por um protesto de cerca de 20 pessoas, algumas delas batendo panelas e pedindo seu impeachment da Presidência, confirmado em agosto de 2016. Além dos petistas e de Serra, estiveram no casamento o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB); o então prefeito Fernando Haddad (PT); o presidente nacional do PT, Rui Falcão; o deputado federal Paulo Maluf (PP/SP) e o cantor e compositor Gilberto Gil, entre outras personalidades.

Em 2016, no casamento de outro dono da JBS, Joesley Batista, com a apresentadora de TV Ticiana Villas-Boas o convidado era o atual presidente Michel Temer. Mas ele não apadrinhou ninguém.

3 Respostas to “Armação ilimitada: Lula e Dilma não foram padrinhos de casamento de delator da JBS”

  1. COPACABANA EM FOCO Says:

    Aí te pergunto, isso se chama liberdade de expressão?

  2. Rita Cassia Le Sénéchal Cruz Says:

    Se ela quiser ser madrinha do meu casamento, e o Lula padrinho, será uma honra!🤗 Esses CANALHA$ estão apelando para tudo para denegrir a imagem dos presidentes Dilma e Lula! Aff, quanta baixeza de caráter💩!

  3. gustavo_horta Says:

    EU TAMBÉM FAÇO PARTE DOS 54,501.118 MILHÕES DE PESSOAS QUE IMPEDIRAM AÉCIO DE SER ELEITO PRESIDENTE DO BRASIL. E VOCÊ?
    VOCÊ TAMBÉM FOI ROUBADO PELO GOLPE DESTA QUADRILHA DE CRIMINOSOS QUE SE APROPRIARAM DO BRASIL?
    “É CHEGADA A HORA DA REAÇÃO DO POVO! O BACANAL CHEGOU À SUA PORTA!”
    > https://gustavohorta.wordpress.com/2016/11/18/e-chegada-a-hora-da-reacao-do-povo-o-bacanal-chegou-a-sua-porta/

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: