A publicidade de Alckmin na TV Globo em meio à crise

Via Jornal GGN em 17/3/2017

De olho numa vaga na disputa pela presidência da República em 2018, Geraldo Alckmin tem investido forte em campanhas publicitárias para projetar uma imagem positiva de sua gestão no cenário nacional. Há alguns dias, o governo do tucano tem feito inserções na grade da Globo, incluindo os intervalos do Jornal Nacional (um dos horários mais caros), para promover um programa que, diz a Secretaria de Saúde, tem 96% de aprovação: os AMEs (Ambulatórios Médico de Especialidades). Só no sábado (11), o GGN contou três veiculações no JN.

Hoje, a cobertura do programa atinge apenas 10% do Estado. São 55 AMEs para 645 municípios. Mais cinco estão em construção, diz a propaganda do governo Alckmin. O GGN questionou à Secretaria de Saúde o valor despendido, em média, com cada unidade do AME. Mas a pasta informou apenas o orçamento previsto para 2017: cerca de R$828 milhões em custeio.

Por baixo, dá para imaginar que com cada dois dias de anúncios apenas no principal jornal da Globo, Alckmin poderia projetar mais um AME. Isso levando em conta que cada VT de 30 segundos no horário nobre da emissora tem custado, pelo menos, meio milhão de reais. Há portais indicando que os valores do ano vigente estão na casa dos R$700 mil. Hipoteticamente, ao final de um mês, Alckmin poderia gastar aproximadamente R$50 milhões com a ação.

Com esse montante, Alckmin não precisaria ter suspendido verba para o reforço escolar, nem promovido corte no programa de alfabetização ou no número de vagas do ensino técnico. O atendimento a crianças autistas, a ajuda na tarifa de ônibus para professores e a distribuição de leite, entre outros projetos, também não teriam sido prejudicados nos últimos anos sob a justificativa de que a crise demanda contingenciamento.

Alckmin já inaugurou aparelhos do AME que custaram ao Estado cerca de R$3 milhões – o de Heliópolis, garoto-propaganda, precisou de R$3,2 milhões só para entrar em operação, mais orçamento de R$5,6 milhões em custeio. Isso sem contar os investimentos feitos pela prefeitura – os municípios costumam reformar os espaços por conta própria.

A subsecretaria de Comunicação do governo enviou nota ao GGN alegando que a “divulgação na grande imprensa de serviços, campanhas e obras executadas pelo governo do Estado de São Paulo é uma maneira de prestar contas e informar ao cidadão como e onde o dinheiro dos seus impostos está sendo investido.”

Os investimentos deveriam constar no Portal da Transparência, segundo determina lei federal, mas os valores relativos a 2017 não estão disponíveis para consulta e o governo Alckmin não informou quanto, precisamente, tem gastado com anúncios na TV aberta.

***

Nota da Secretaria de Saúde de SP ao GGN:

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo informa que o Estado conta, atualmente, com 55 AMEs (Ambulatórios Médico de Especialidades) espalhados por diferentes regiões do Estado (vide lista abaixo). Desde 2011, foram entregues 19 novos ambulatórios, sendo eles: Franca, Ituverava, Salto, São João da Boa Vista, Taboão da Serra, Fernandópolis, Jundiaí, Promissão, Catanduva, Barretos, Mauá, Mogi das Cruzes, Assis, Ourinhos, Sorocaba, Pariquera-Açu, Ame Lorena, Ame Idoso Lapa e Ame Idoso Vila Mariana.

Somente para o custeio de tais unidades, o governo do estado irá investir em 2017 cerca de R$828 milhões, isso sem contar o custeio do AME de Américo Brasiliense que está incluso no valor de R$61,3 milhões destinados também ao custeio do Hospital Estadual de Américo Brasiliense.

Além dos 55 AMEs já existentes, outros cinco estão em construção. São eles: Amparo, Taubaté, Taquaritinga, São Carlos e Botucatu. Somente para construção dessas unidades o governo está investindo um total de R$46 milhões. Vale ressaltar que nesse valor também está somado o repasse destinado à construção da Rede Lucy Montoro de Botucatu, visto que a unidade está sendo construída em conjunto ao ambulatório.

Os AMEs são unidades estaduais de alta resolutividade, com modernos equipamentos, que oferecem consultas com médicos em diferentes especialidades, consultas não-médicas em áreas como fisioterapia e fonoaudiologia, exames de apoio diagnóstico e, em alguns casos, cirurgias em um mesmo local, proporcionando maior rapidez ao diagnóstico e ao tratamento dos pacientes. Vale ressaltar que, segundo pesquisa de satisfação realizada pela pasta estadual, os AMEs (Ambulatórios Médicos de Especialidades) tem 96,7% de aprovação dos usuários.

O novo modelo começou a ser implantado em 2007 no Estado de São Paulo. Desde 2011 foram implantadas 19 novas unidades. Agora a Secretaria Estadual de Saúde está empenhada na transformação de todas as unidades em “AMEs Mais”, com cirurgias de média complexidade e internação no regime de hospital-dia. Das 55 unidades, 35 já realizam pequenas e médias cirurgias.

AMEs
AME Américo Brasiliense
AME Amparo
AME Andradina
AME Araçatuba
AME Assis
AME Atibaia
AME Barretos Cirúrgico
AME Barretos Geral
AME Bauru
AME Bourroul
AME Caraguatatuba
AME Carapicuíba
AME Casa Branca
AME Catanduva
AME Dracena
AME Fernandópolis
AME Franca
AME Heliópolis/Barradas
AME Idoso Oeste
AME Idoso Sudeste
AME Interlagos
AME Itapetininga
AME Itapeva
AME Itapevi
AME Itu
AME Ituverava
AME Jales
AME Jardim dos Prados
AME Jundiaí
AME Limeira
AME Lorena
AME Maria Zélia
AME Mauá
AME Mogi das Cruzes
AME Mogi-Guaçu
AME Ourinhos
AME Pariquera-Açu
AME Piracicaba
AME Praia Grande
AME Presidente Prudente
AME Promissão
AME Rio Claro
AME Santa Bárbara D’Oeste
AME Santa Fé do Sul
AME Santo André
AME Santos
AME São João da Boa Vista
AME São José do Rio Preto
AME São José dos Campos
AME Sorocaba
AME Taboão da Serra
AME Tupã
AME Vila Maria Psiquiatria
AME Votuporanga
AME Zona Leste

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: