Se Janot deixar, Lava-Jato pega Paulo Preto e Serra

Luis Nassif, via Jornal GGN em 5/3/2017

A Lava-Jato enfim chegou a Paulo Preto, o principal operador do tucanato paulista com as empreiteiras.do Estadão (clique aqui), preso desde agosto do ano passado, Adir Assad decidiu abrir o jogo e admitiu ter entregue R$100 milhões a Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, ex-diretor da Desenvolvimento Rodoviário S.A. (Dersa) no governo Serra, e visto como principal arrecadador do tucano.

Ele deixou as sombras na campanha de Serra, em 2012, quando vazou a informação de que supostamente teria se apropriado de recursos de campanha. Confrontado com o tema, Serra bateu em retirada e voltou imediatamente quando Paulo Preto proferiu a frase célebre: “não se deixa um amigo ferido no campo de batalha”.

Segundo informa o jornal, Assad admitiu ter se valido de empresas de fachada para lavar recursos de empreiteiras em obras viárias como a Nova Marginal do Tietê, o Rodoanel e o Complexo Jacu-Pêssego.

Segundo ele, os pagamentos eram em espécie para o caixa 2 das construtoras. Elas subcontratavam suas empresas, que recebiam os pagamentos, emitiam notas frias, e devolviam o dinheiro em espécie para as empreiteiras. No período 2007 a 2012 esse esquema movimentou R$1,3 bilhão.

Aparentemente, a delação de Assad vem com imensa riqueza de detalhes. Ele promete detalhar o funcionamento do sistema financeiro paralelo, o banco das propinas, das construtoras. Inclusive indicando o imóvel onde o dinheiro, em espécie, era armazenado.

O que chama a atenção:

1) Desde junho de 2015 a Procuradoria Geral da República tem um amplo relatório sobre as atividades de Assad. Não se sabe de nenhum inquérito que tenha batido no padrinho de Paulo Preto, José Serra. Aliás, nenhum tesoureiro tucano, embora sem prerrogativa de foro, foi incomodado até hoje.
2) Ao contrário de outras delações, Assad não apontou o nome de nenhum político beneficiário das propinas, alegando não ter provas contra eles. É evidente que não! O dinheiro é sempre entregue a intermediários, no caso Paulo Preto. Mas, em outras oportunidades, o Ministério Público Federal acatou as indicações de nomes de políticos, a partir das conversas dos delatores com os intermediários. Aparentemente, a não citação de Serra ou Alckmin foi mais um ato de benevolência do procurador-geral da República Rodrigo Janot.
3) Segundo informa a reportagem, há resistência do Ministério Público Federal em aceitar a delação de Assad, alegando que já detém as informações que ele promete apresentar. No ano passado, Janot inviabilizou o depoimento de Léo Pinheiro, da OAS, que prometia detalhar o esquema de propinas do governo de São Paulo.
4) Desde março de 2015 Janot tinha um relatório oficial descrevendo a atuação de Adir Assad junto às empreiteiras que atuavam em São Paulo. Dois anos e nenhum inquérito foi aberto contra governantes paulistas.

2 Respostas to “Se Janot deixar, Lava-Jato pega Paulo Preto e Serra”

  1. gustavo_horta Says:

    A IMPUNIDADE GRASSANDO NA REPÚBLICA QUE VIROU UMA SURUBA!

    Apenas mais um entre tantos nesta quadrilha!!

    “ASSIM É. PAÍS SEM PUDOR! O SANTO, O MINEIRINHO, OS FANTASMAS… 20 CIDADÃOS DE BEM ENROLADOS NA JUSTIÇA QUE PROTESTARAM CONTRA DILMA E A CORRUPÇÃO”
    > https://gustavohorta.wordpress.com/2016/12/27/assim-e-pais-sem-pudor-o-santo-o-mineirinho-os-fantasmas-20-cidadaos-de-bem-enrolados-na-justica-que-protestaram-contra-dilma-e-a-corrupcao/

    Para o raio que nos parta com as leis, com a constituição e o carai a quatro!

    APAPORRA!

    “CORRUPTOS, MAS ÍNTEGROS”, A SÉRIE

    É MUITO BANDIDO! A GENTE NÃO SABE DE NADA COMPARADO AO TOTAL DA QUADRILHA!
    DEVEMOS “AGRADECER” TODOS OS DIAS AOS COXINHAS TROUXINHAS GOLPISTAS DE MERDA QUE PUSERAM ESTA GENTE NO PODER.

    CADÊ OS CANALHAS DO (PCC)SDB? POR QUE OMITEM QUE ESTÃO TODOS DENUNCIADOS, COMO SE JÁ NÃO CONHECÊSSEMOS A RESPOSTA…?

    ALGUNS DIZEM TRATAR-SE O MORO DE UM “JUIZECO DE MERDA”. SUA PARCIALIDADE, SUA POSIÇÃO POLÍTICA, SEU ESTRELISMO E SUA AMIZADE COM o AÉCIO E COM OS EUA NÃO SE PODE NEGAR.

  2. Aristóteles Barros da Silva Says:

    É porque “isso não vem ao caso”, conforme palavras do tal de Moro!

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: