Assessor de Temer que se demitiu recebeu R$1 milhão de lobista a mando de Padilha

michel_temer259_dedo

Via Jornal GGN em 22/12/2016

A coluna do Estadão divulgou na quinta-feira, dia 22/12, que foi o lobista Lúcio Funaro quem entregou parte do dinheiro que Michel Temer (PMDB) pediu ao empresário Marcelo Odebrecht para irrigar o caixa de campanha de seu partido. Segundo o portal, Funaro recebeu ordens de entregar a José Yunes, assessor de Temer que se demitiu após a revelação, cerca de R$1 milhão em dinheiro vivo.

Temer, de acordo com a delação do ex-executivo da Odebrecht Cláudio Melo, pediu R$10 milhões. Uma parte, R$6 milhões, foram destinados à campanha de Paulo Skaf ao governo de São Paulo. Os R$4 milhões restantes, Padilha teria recebido carta branca para distribuir a aliados.

O Estadão disse que Yunes “esperava receber o dinheiro de um desconhecido, foi surpreendido com o lobista no seu escritório em São Paulo. Os dois não se conheciam pessoalmente, mas Yunes sabia de quem se tratava”. O montante seria destinado, ainda de acordo com a reportagem, ao ex-deputado Eduardo Cunha. Ele e o lobista, preso pela Lava-Jato, desde junho, são próximos.

Padilha negou ter pedido qualquer coisa para Funaro.

Uma resposta to “Assessor de Temer que se demitiu recebeu R$1 milhão de lobista a mando de Padilha”

  1. Geraldo Lobo Says:

    AOS POUCOS TODOS ESTÃO CAINDO . . .

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: