Dória anuncia que venderá Interlagos e Pacaembu

joao_doria41_anhembi_interlagos_pacaembu

Via Gazeta Esportiva em 3/10/2016

Prefeito eleito de São Paulo, João Dória (PSDB), reafirmou na segunda-feira, dia 3/10, que venderá os complexos esportivos do Autódromo de Interlagos e do Estádio do Pacaembu, ícones da capital paulista. A intenção é colocá-los a venda, junto do Sambódromo do Anhembi, no início de sua gestão, que irá de 2017 a 2020.

De acordo com o administrador de empresas, em entrevista à TV Globo, o parque de Interlagos será preservado e continuará aberto ao público. “O complexo deverá passar por uma reforma, que o colocará em condições seguras e acessíveis. Porém, ele deverá ser vendido, para que a arrecadação municipal seja destinada a saúde e educação”, afirmou Dória.

O tucano ainda explicou que os complexos administrados pela prefeitura são hoje fontes de prejuízo para os cofres municipais. Ele acredita que com a venda do Autódromo, cerca de R$5 bilhões podem ser destinados ao governo da cidade de São Paulo.

A declaração do prefeito eleito gera ainda mais instabilidade sobre o Grande Prêmio do Brasil. O Circuito de Interlagos recebe a prova da Fórmula 1 há 26 anos, e consta como “a confirmar”, no calendário da temporada de 2017, divulgado na última semana. Entretanto, Dória garantiu que o evento irá continuar.

“A Fórmula 1 seguirá acontecendo normalmente, assim como outros eventos que são realizados no José Carlos Pace. Outras provas poderão ser trazidas para cá, mas não serão mais administradas pelo setor público, assim como investimento também virá do campo privado”, declarou.

Quanto ao Pacaembu, o tucano disse que não pretende privatizá-lo por completo, mas sim colocá-lo à disposição em uma concessão. “Teria duração entre 10 a 15 anos, para melhorias no estádio, como acessibilidade e banheiros”, contou, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

2 Respostas to “Dória anuncia que venderá Interlagos e Pacaembu”

  1. magda f santos (@magdafsantos) Says:

    TO AMANDO O QUE OS COXINHAS ARRUMARAM PARA ELES!! QUANDO VÃO COMEÇAR A A BATER PANELAS?

  2. Jésus Araújo Says:

    Chega um governo e anuncia privatização de patrimônio público. Com que direito? Deveria ser feita consulta aos proprietários, os cidadãos. Consulta popular, explicando as razões justificativas. Isto se faz no Uruguai. O mandato eletivo não pode incluir a decisão de privatizar segundo a ideologia do governante; os interesses nacionais vão além. Além do mais, A Privataria Tucana, livro-denúncia-acusação de Amaury Ribeiro Júnior sobre as privatizações no governo FHC, mostra a podridão gerada por essa prática que, ainda,. muitas vezes, lesa os altos interesse da sociedade, O patrimônio público não pode estar submetido às convicções ideológicas dos ocasionais ocupantes do governo.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: