Respostas da Presidência da República e do BNDES à revista Época

Via Agência PT em 9/1/2016

Presidência da República e BNDES divulgam notas sobre reportagem da revista Época, publicada no sábado, dia 9/1.

Nota da Presidência:
A Política de Comércio Exterior do governo da presidenta Dilma Rousseff sempre teve como estratégia expandir as exportações de produtos manufaturados e bens e serviços para os mercados da África e América Latina.

Esses mercados representam importantes parceiros comerciais do Brasil. Seguindo essa diretriz e com a total autonomia e sem nenhuma ingerência de qualquer instituição do governo, o Config e a Camex tomam suas decisões.

Cabe ainda ressaltar que as doações feitas à campanha de 2014 não tem qualquer relação com as ações de governo.

Secretaria de Imprensa da Presidência da República

Nota do BNDES:
A operação de financiamento às exportações de bens e serviços brasileiros utilizados na barragem de Moamba Major, em Moçambique, obedeceu a todos os trâmites usuais do BNDES, sem qualquer excepcionalidade. Como de praxe, a análise obedeceu a critérios impessoais e técnicos, passando pelo crivo de dezenas de pessoas e órgãos colegiados.

Não fazem sentido as ilações da revista de que a concessão do crédito estivesse vinculada de alguma forma a doações de campanha. Também não tem fundamento a afirmação de que as condições do crédito teriam sido “camaradas”.

Os termos do empréstimo estão em linha com aquilo que é ofertado pelas instituições de crédito dos países que competem com o Brasil no mercado internacional. As informações sobre este e todos os financiamentos a exportações de bens e serviços brasileiros realizados pelo BNDES podem ser consultadas no site do Banco.

O BNDES lamenta que Época tenha, mais uma vez, publicado um texto parcial e enviesado, atacando o BNDES e a política de apoio a exportações do governo brasileiro.

Secretaria de Imprensa do BNDES

Leia também:
Coletânea de textos: A mídia como ela é… golpista e manipuladora

3 Respostas to “Respostas da Presidência da República e do BNDES à revista Época”

  1. Jésus Araújo Says:

    Ora! Isso é apenas dor de cotovelo, reminiscência do tempo em que os EUA eram nossos grandes e quase exclusivos parceiros. É desejo oculto de ver um TLC jungir a economia brasileira à de Tio Sam.

  2. José Araújo Says:

    ─ Cadê a comunicação social do governo? Ora, essa é de seu dever e obrigação de informar. de maneira simples e com matérias curtas e distribuir nas periferias, das grandes cidades.

  3. pintobasto Says:

    A resposta correta à Época, deveria começar assim:
    Cambada de fuxiqueiros intriguistas,…

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: