Por que não prende o cara?: “Delinquente, Cunha integra grupo criminoso”, diz Janot

Rodrigo_Janot18_Cunha

Via Brasil 247 em 20/12/2015

No pedido de afastamento feito ao Supremo Tribunal Federal, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, classificou o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB/RJ) de “delinquente”, disse que ele transformou a Casa em um “balcão de negócios” e fez “utilização criminosa das prerrogativas parlamentares”.

“Os fatos indicam que existe um grupo de parlamentares, liderados por Eduardo Cunha, que vem se valendo dos respectivos mandatos e prerrogativas, tais como poder de requisição e convocação, a fim de pressionar e intimidar terceiros, empresários ou qualquer pessoa que possa contrariar os interesses do grupo criminoso do qual Eduardo Cunha faz parte”, diz Janot.

O procurador apontou ainda “manobras espúrias” do peemedebista para atrapalhar as investigações contra ele no esquema de corrupção da Petrobras e o andamento do processo de cassação na Câmara e também sustentou que o parlamentar e seus aliados tentam “intimidar quem ousou contrariar seus interesses”.

Para a Procuradoria, Cunha ultrapassou “todos os limites aceitáveis”. A denúncia aponta que Cunha foi beneficiado por US$5 milhões em propina de contratos de navios-sondas da Petrobras. Ele teria utilizado a ex-deputada federal Solange Almeida (PMDB/RJ) para, por meio de requerimentos em uma comissão, pressionar o lobista Júlio Camargo a lhe pagar propina da Petrobras, e o uso de parlamentares para apresentar requerimentos contra o grupo Schahin, que tinha uma disputa com o corretor de valores Lúcio Bolonha Funaro, pessoa próxima a Cunha.

“Está já demonstrado – e ora se ratifica – que a utilização da Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara dos Deputados pra pressionar Júlio Camargo não foi algo episódico, mas sim apenas mais uma conduta ilícita para proteção dos delinquentes envolvidos nos fatos, inclusive do próprio deputado federal Eduardo Cunha”, diz o procurador.

“Tais elementos demonstram que Eduardo Cunha transformou a Câmara dos Deputados em um “balcão de negócios” e o seu cargo de Deputado Federal em mercancia, reiterando as práticas delitivas. Assim, além do recebimento de valores da Petrobras, em que se valeu de interposta deputada para fazer requerimentos perante a CFFC, os elementos acima indicados são sintomáticos no sentido de que Eduardo Cunha atuava como longa manus dos empresários, interessados em fazer legislações que os beneficiassem, em claro detrimento do interesse público”, completou.

Segundo a Procuradoria, “há ressaibo de dúvidas ao Ministério Público Federal de que, ultrapassando todos os limites aceitáveis no âmbito de um Estado Democrático de Direito, os fatos narrados são demonstrações manifestas de que Eduardo Cunha vem utilizando a relevante função de deputado federal e, especialmente, de presidente da Câmara dos deputados em interesse próprio e ilícito unicamente para evitar que as investigações contra si tenham curso e cheguem ao termo do esclarecimento de suas condutas, bem como para reiterar nas práticas delitivas”.

Leia também:
STF preferiu deixar país na baderna de Cunha do que adiar férias por algumas horas
Coletânea de textos: Quem tem Cunha, tem medo
Tereza Cruvinel: Dilma riu por último. Duas vezes!
“Sempre afirmei que ela iria até 2018”: O recuo de Temer mostra que o golpe deu ruim
Regulação da mídia já: Eduardo Cunha vendeu emissora de rádio sem ter o aval de ministério
Bom sinal: Reinaldo “rola-bosta” Azevedo e Gilmar Mendes estão “p” da vida com o STF
Câmara já discute quem será o substituto de Eduardo Cunha na presidência da Casa
Direita brasileira: Não aprendem nada, não esquecem nada
Renan Calheiros responsabiliza Temer por grande parte da crise política
Paulo Moreira Leite: Povo tirou país do abismo
Recordar é viver: A mídia soltou rojões por Eduardo Cunha
Paulo Moreira Leite: STF virou Fachin e Cunha do avesso
Cunha e golpistas perderam: Saiba como foi a votação do rito do impeachment no STF
O STF dirá: “Sim, Cunha é criminoso, mas nós somos covardes?”
Tem como impichar a burguesia?
Finalmente, Janot pede afastamento de Cunha da Câmara de Deputados
11 a 9: Apesar da tropa de choque golpista, Conselho de Ética decide investigar Cunha
Saiba quem são os golpistas da tropa de choque que blinda Eduardo Cunha na Câmara
Bandidagem: Ex-relator do processo contra Cunha diz que teve medo de ser morto
Uma comissão à imagem e semelhança de Eduardo Cunha
Um novo cenário na batalha do impeachment
Moniz Bandeira sobre o impeachment: “Wall Street está por trás da crise brasileira”
Governo ilegal e ilegítimo trará onda de revoltas
Eduardo Cunha vai ser afastado pelo STF
Ex-relator de Cunha na Comissão de Ética diz que recebeu oferta de propina
Quem orientou a tropa de choque de Eduardo Cunha foi um servidor da Corregedoria
Janio de Freitas: Eduardo Cunha no Planalto
Guilherme Boulos: O impeachment, Temer e Dunga
Lula denuncia golpe em evento internacional
Deputado protocola pedido de impeachment de Michel Temer
Em 12 anos, novo líder do PMDB aumentou patrimônio em 56 vezes
Bandidagem: Um terço da comissão especial pró-impeachment responde por crime no STF
Temer assinou decretos de pedaladas fiscais: Matéria do Estadão provocou a carta
Vídeo: Temer não pode brincar senão lascam impeachment nele
Michel Temer terá de decidir como pretende entrar para a história
Paulo Moreira Leite: Michel Temer gastou R$10,7 bilhões sem saber por quê?
Fora Cunha: 205 milhões de brasileiros nas mãos de um psicopata
A ficha suja dos defensores do impeachment de Dilma
Na lata de lixo da História, há um lugar especial para o PMDB atual
STF: Fachin freia golpe de Eduardo Cunha
Gregório Duvivier: O certo, o justo e o imbecil
Mauro Santayana: O impeachment e a divisão da oposição
Paulo Pimenta responde carta de Michel Temer: “Meia aliança é meia traição.”
STF: Fachin freia golpe de Eduardo Cunha
O pior dia para Eduardo Cunha deflagrar o impeachment
Truco no Congresso: Eduardo Cunha blefa sobre impeachment de Dilma
Leandro Fortes: A direita brasileira é louca por Cunha
Cunha deflagrou o golpe após sinal que Janot pediria seu afastamento
A farsa de Cunha, jihadista da direita corrupta
Relator das contas de Dilma no Congresso contraria TCU e quer aprová-las
Dilma lança site para desmentir boatos da web
Após deixar PT, Marta Suplicy defende o impeachment de Dilma
Vídeo: “Quem quer interromper meu mandato tem biografia que não resiste a uma rápida pesquisa no Google”, diz Dilma
Após resistir às chantagens e ao banditismo, finalmente Dilma iniciará seu 2º mandato
Dilma fala em “golpe” e em “invenção de motivos”
As diferenças do processo de impeachment de Dilma e de Collor
Dilma: “Quero continuar na Presidência para continuar o maior programa habitacional do País.”
Carta de Temer a Dilma revela um homem vaidoso, magoado e disposto a tudo
Para Lula, impeachment de Dilma não tem razão e nem motivo, se não ódio e preconceito
Partidos lançam Rede da Legalidade contra impeachment de Dilma
Fernando Morais: Dilma sairá maior desta guerra
Truco no Congresso: Eduardo Cunha blefa sobre impeachment de Dilma
Dilma Rousseff: “Chega de chantagem.”

5 Respostas to “Por que não prende o cara?: “Delinquente, Cunha integra grupo criminoso”, diz Janot”

  1. Wagno Simoes Says:

    Que justiça de bunda é essa? que Eduardo Cunha esta fazendo gatos e sapatos do STF e os caras não fazem nada!
    Ele esta desacatando a justiça e os minitros e o procurador parecem que estao todos mortos!
    Prende esse ladrão!

  2. Wagno Simoes Says:

    Eduardo Cunha esta demonstrando ser acima da justiça, acima de qualquer procurador do STF.
    Que justiça de bunda é essa? que o cara ta fazendo gatos e sapatos da justiça!

  3. Eliane Barroso Says:

    #CunhaNaCadeiaJá!

  4. daysens Says:

    Os fatos vergonhosas que envolvem este senhor, em outros países teria sido já defenestrado para sempre da política.
    Política é atividade fundamental à sociedade humana, e, por isto mesmo, requer homens probos, conscientes, responsáveis.
    Até quando a sociedade brasileira terá que esperar, para que a lei seja aplicada a esse pseudopolítico?

  5. Marcos Ferreira Pinto Basto Says:

    Se está mais que provado que Eduardo Cunha é um grande criminoso, podem explicar-me como os máximos poderes da República permitem que esse traste continue presidindo a câmara dos deputados? E os deputados que votam com ele, muitos deles indiciados em processos criminais, podem continuar no congresso? São criminosos que nem o Cunha, têm que ser corridos do congresso!
    D.Dilma tem que arranjar uma eminência parda que a ajude a pôr ordem no País.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: