Mensalão tucano: Veja explica por que protege PSDB e Azeredo

Eduardo_Azeredo16_Veja_Capa

Via Brasil 247 em 19/12/2015

Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Com esse argumento, a revista Veja tenta explicar por que blinda, em suas páginas, políticos do PSDB e o ex-presidente nacional do partido, Eduardo Azeredo, que, na semana passada, foi condenado a 20 anos de prisão por supostamente arquitetar o chamado mensalão tucano.

Em editorial publicado pelo diretor Eurípedes Alcântara, Veja sustenta que é necessário ter “senso de proporção”. Por isso, Veja dedicou apenas uma página ao caso – ao contrário das dezenas de capas que publicou em relação ao chamado “mensalão petista”.

Para a revista, o caso tucano foi pequeno, quando comparado ao petista, e nem deveria ser chamado de mensalão, uma vez que os depósitos feitos para políticos que se aliaram a Azeredo, na disputa pelo governo de Minas, em 1998, ocorreram apenas uma vez. Por isso, segundo Veja, nunca existiu um “mensalão tucano”.

É um argumento falacioso porque, também no caso do PT, os depósitos ocorreram uma única vez, para pagar dívidas de campanha. Ao contrário do discurso midiático, jamais houve mensalão (como pagamentos mensais) e o próprio criador do termo, o ex-deputado Roberto Jefferson, disse se tratar de uma figura retórica. Portanto, se não houve mensalão tucano, também não houve mensalão petista.

Outro argumento furado que Veja usa em defesa de Azeredo é o fato de sua condenação ter ocorrido em primeira instância, cabendo, portanto, recursos. A revista não lembra que Azeredo renunciou ao mandato de deputado federal para escapar do Supremo Tribunal Federal e que a corte desmembrou o caso tucano, reconhecendo implicitamente ter sido um erro julgar réus sem direito ao foro privilegiado (como José Genoino, por exemplo) diretamente no STF.

Com sua única página dedicada ao caso e o editorial de Eurípedes, Veja apenas comprovou o que todos sempre souberam: a revista é um aparelho ideológico do PSDB.

Leia também:
Recordar é viver: Os documentos do mensalão tucano
Se cuida, Aécio! Justiça condena Azeredo a 20 anos de prisão por mensalão tucano

Uma resposta to “Mensalão tucano: Veja explica por que protege PSDB e Azeredo”

  1. Maria Amélia Martins Branco Says:

    A quadrilha sempre protegida por esse panfleto sujo Tucano. Mídia suja e corrupta.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: