Ex-relator de Cunha na Comissão de Ética diz que recebeu oferta de propina

Fausto_Pinato03_PRB_Cunha

Fausto Pinato (PRB/SP), que foi destituído da relatoria do caso Cunha no Conselho de Ética. Foto de Pedro Ladeira / Folhapress.

Via Folha online em 11/12/2015

Destituído da relatoria do processo de cassação de Eduardo Cunha (PMDB/RJ) após manobra patrocinada pelo presidente da Câmara, o deputado federal Fausto Pinato (PRB/SP) afirmou, em entrevista à Folha, ter recebido, em três oportunidades, oferta de propina relacionada ao seu parecer.

Desde que foi escolhido como relator, Pinato já indicava que iria dar um parecer favorável à continuidade do processo de Cunha.

O parlamentar disse não conhecer as pessoas que fizeram a oferta. O deputado voltou a dizer que recebeu, de deputados aliados de Cunha, conselhos para tomar cuidado com a confecção de seu relatório. Ele não cita nomes, porém.

Folha – Quando o senhor assumiu a relatoria, foi procurado por emissários do presidente da Câmara, Eduardo Cunha?
Fausto Pinato
– No começo foi assim: “olha, isso é uma bucha, cuidado”. Normal. Depois começaram aconselhamentos: “Veja bem o que você vai fazer… o Cunha é um deputado influente, com vários deputados, domina praticamente todas as comissões da Casa”. Mas até aí tudo bem, faz parte né? Tomei a cautela de não omitir nenhum tipo de opinião de mérito. Fui tirado da relatoria porque eu sou uma pessoa que estava fazendo um trabalho sério e independente.

O senhor encarou esses aconselhamentos como ameaça?
Então, por exemplo, eu fui abordado em aeroporto…

Por parlamentar?
Não, pessoas estranhas. Eu não sei nem quem era. “Você que é o Pinato? Olha, pensa bem, pode mudar sua vida [faz sinal de dinheiro com as mãos]”. E eu recebi também uns dois telefonemas. “Pensa bem na tua família”. Eu sou um cara de cidade pequena de 70 mil habitantes acostumado a falar só em rádio AM.

Ofereceram dar ajuda para sua próxima campanha?
Diretamente, não. Mas por telefone e pessoalmente no aeroporto, eu cheguei a ter propostas, sim: “Você não quer pensar na tua vida? Pensar em você?”. Mas eu não sei se era para arquivar ou para condenar. Eu já cortava e saía.

Mas o senhor sabia de onde partiam essas ofertas?
Não. No telefonema falaram para pensar na família e salvo engano umas duas vezes no aeroporto.

Proposta insinuando vantagem?
“Pensa bem, você pode arrumar tua vida, tal” [faz sinal de dinheiro com as mãos]. Umas coisas nesse sentido. Mas como eu cortava. Sempre tentei me esquivar.

Os parlamentares não chegaram a lhe oferecer dinheiro?
Não, não falaram nada. Era “pensa bem, vê o que vai fazer”. Não chegaram a ser tão incisivos, até porque alguns são até meus amigos, tinha relacionamento pessoal de sair com eles. Eu era cercado de amigos [dentro da Câmara dos Deputados] e me tornei o cara mais solitário do mundo. Mas tem um pessoal aqui que tem uma coerência, que tem uma hombridade, não tem como generalizar.

O senhor ouviu rumores de oferta de dinheiro para deputados votarem contra seu relatório?
Ouvi falar isso um monte, rádio corredor fala sempre. Tanto é que está uma discussão muito acirrada, né? Não querer nem deixar abrir o processo?

Mas o senhor testemunhou essas supostas ofertas?
Como eu virei relator e a pressão era muito forte, o que eu fiz? Eu não conversei com ninguém do Conselho [de Ética]. Eu vou fazer o que é certo e a minha parte dentro da minha consciência.

O que os aliados de Eduardo Cunha conversaram com o senhor? Eles faziam parte desse pessoal que fazia o aconselhamento?
Também, né? Porque aqui, a verdade é a seguinte: um ou outro você sabe [de que lado está], mas existe um exército camuflado. Imagine um cara igual a eu, que é de primeiro mandato, chega, não sabe se tá lá ou cá.

Houve ameaça?
Não, só aconselhamento. “Vai devagar, pensa bem, não é tudo que a mídia fala que é verdade, tem que tomar cuidado, tem que pensar aqui dentro da Casa”.

Tomar cuidado com o quê?
Pra não se queimar, e tal. Aconselhamento, entendeu?

Leia também:
Bandidagem: Ex-relator do processo contra Cunha diz que teve medo de ser morto
Quem orientou a tropa de choque de Eduardo Cunha foi um servidor da Corregedoria
Saiba quem são os golpistas da tropa de choque que blinda Eduardo Cunha na Câmara
Janio de Freitas: Eduardo Cunha no Planalto
Guilherme Boulos: O impeachment, Temer e Dunga
Lula denuncia golpe em evento internacional
Deputado protocola pedido de impeachment de Michel Temer
Em 12 anos, novo líder do PMDB aumentou patrimônio em 56 vezes
Bandidagem: Um terço da comissão especial pró-impeachment responde por crime no STF
Temer assinou decretos de pedaladas fiscais: Matéria do Estadão provocou a carta
Vídeo: Temer não pode brincar senão lascam impeachment nele
Carta de Temer a Dilma revela um homem vaidoso, magoado e disposto a tudo
Michel Temer terá de decidir como pretende entrar para a história
Paulo Moreira Leite: Michel Temer gastou R$10,7 bilhões sem saber por quê?
Fora Cunha: 205 milhões de brasileiros nas mãos de um psicopata
A ficha suja dos defensores do impeachment de Dilma
Na lata de lixo da História, há um lugar especial para o PMDB atual
STF: Fachin freia golpe de Eduardo Cunha
Gregório Duvivier: O certo, o justo e o imbecil
Mauro Santayana: O impeachment e a divisão da oposição
Paulo Pimenta responde carta de Michel Temer: “Meia aliança é meia traição.”
STF: Fachin freia golpe de Eduardo Cunha
O pior dia para Eduardo Cunha deflagrar o impeachment
Truco no Congresso: Eduardo Cunha blefa sobre impeachment de Dilma
Leandro Fortes: A direita brasileira é louca por Cunha
Cunha deflagrou o golpe após sinal que Janot pediria seu afastamento
A farsa de Cunha, jihadista da direita corrupta

Uma resposta to “Ex-relator de Cunha na Comissão de Ética diz que recebeu oferta de propina”

  1. pintobasto Says:

    Que falta para prenderem o Cunha? Aonde estão os chefes dos 3 poderes que ainda não se reuniram para porem ordem no País? Está acontecendo uma grande fantochada em Brasília.
    E o PT e Lula, aonde estão que ainda não organizaram um movimento de apoio`Presidente Dilma, exigindo a prisão de Cunha e o afastamento de Temer da vice-presidência?

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: