Obrigado, Moro! Impacto da Lava-Jato deve piorar PIB em 2,5%

Lava_Jato13_Delegados

Ruth Costas, via BBC Brasil em 2/12/2015

Não fosse o impacto da operação Lava-Jato, a recessão brasileira neste ano seria bem menor, segundo Alessandra Ribeiro, economista da Consultoria Tendências. Pelos cálculos da consultoria, a Lava-Jato deve ter um impacto negativo de 2,5% no crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) deste ano.

Por enquanto, a estimativa da consultoria é de uma retração na economia brasileira de 3,2% em 2015, embora o número deva ser revisado para uma queda ainda mais brusca em função dos resultados do PIB do terceiro trimestre, divulgados na terça-feira, dia 1º/12, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – e piores do que o esperado.

Descontados os efeitos econômicos atribuídos às investigações, a queda do PIB seria, portanto, de algo em torno de 0,7% e 1,3% (dependendo da revisão).

“A Lava-Jato paralisou setores que têm um peso grande nos investimentos totais da economia, então é natural que tenha um impacto negativo expressivo no PIB no curto prazo”, explica Alessandra.

“O lado positivo dessa história é que as instituições estão funcionando e o risco de os corruptos serem pegos está aumentando – o que tende a limitar a corrupção no longo prazo.”

Outra consultoria, a GO Associados, também estima um efeito da Lava-Jato no PIB da mesma magnitude. Segundo seu levantamento, os impactos diretos e indiretos da operação poderiam ser de R$142,6 bilhões em 2015 – algo em torno de 2,5% do PIB.

“Trata-se de um cenário relativamente pessimista, mas que reflete o peso dessas empresas e setores para a economia”, diz Fernando Marcato, sócio da GO Associados.

Petrobras e construtoras
Pelos cálculos da Tendências, os investimentos da Petrobras corresponderiam a 2% do PIB brasileiro e os aportes de grandes construtoras envolvidas no escândalo em obras de infraestrutura, 2,8%.

Em seu conjunto, portanto, os investimentos de todas as empresas envolvidas na Lava-Jato chegariam a quase 5% do PIB, em um país em que o nível total dos investimentos varia de 17% a 20%.

Em função da Lava-Jato, construtoras como a Odebrecht e a Camargo Correa, além da própria Petrobras, revisaram seus planos de investimentos, fizeram mudanças em sua estrutura organizacional ou em contratos com fornecedores e parceiros.

Só a Petrobras reduziu em mais de 30% o volume de investimentos previstos entre 2015 e 2019, por exemplo. E muitas empresas do setor de óleo e gás ou construção civil realizaram demissões.

A operação também teria elevado os riscos derivados da maior dificuldade de financiamento das empresas, que podem não conseguir “fazer frente a suas obrigações”, segundo a Tendências.

2 Respostas to “Obrigado, Moro! Impacto da Lava-Jato deve piorar PIB em 2,5%”

  1. daysens Says:

    Espero que o Brasil e a sociedade brasileira superem as atuais dificuldades.
    A nossa sociedade já superou tantas outras ao longo de sua história, a ponto de sermos hoje o que somos:um grande país, que tem destaque na economia mundial deste Globo Terrestre.
    Somos um Grande Povo admirado, admirável.
    Amo o meu País. Amo a nossa gente.

  2. pintobasto Says:

    E o Conselho Nacional de Justiça já deveria ter chamado o Sherlock Holmes tupiniquim de araque para mostrar-lhe como um juiz deve atuar, mas parece que todos têm medo de serem considerados colaboradores dos corruptos e corruptores. Será que esse juiz Sérgio Moro tem alguma noção do prejuízo que já deu àPetrobras? Quanto recuperou em dinheiro roubado da empresa?

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: