Ex-prefeito de Unaí também é condenado a 100 anos por chacina

Unai04_Anterio_Manica

Condenado por ser mandante de chacina, Antério Mânica recebe a sentença de prisão por 100 anos.

Assim como o irmão Norberto, Antério Mânica foi considerado mandante do assassinato de quatro servidores do Ministério do Trabalho, em 2004.

Via RBA em 6/11/2015

A exemplo do que ocorreu na semana passada com seu irmão Norberto, o ex-prefeito de Unaí (MG) Antério Mânica foi condenado a 100 anos de prisão como mandante do assassinato de quatro servidores do Ministério do Trabalho, em 28 de janeiro de 2004. Como chegou a ficar 26 dias preso, a pena a cumprir é de 99 anos, 11 meses e quatro dias.

O ex-prefeito, eleito justamente em 2004 e reeleito em 2008 pelo PSDB, também poderá recorrer da sentença em liberdade, assim como o fazendeiro Norberto e o empresário José Alberto de Castro, condenado como intermediário do crime, por quatro homicídios qualificados. Mas também terá de entregar o seu passaporte e não poderá deixar o país.

Com isso, já são seis os condenados pela chacina ocorrida há quase 12 anos. Em 2014, foram para a prisão três apontados como executores. Falta ainda julgar Hugo Alves Pimenta, que fez um acordo de delação com a promotoria. O julgamento, na mesma 9ª Vara Federal de Belo Horizonte, está marcado para a próxima terça-feira (10). Ontem, da mesma forma que no julgamento de Norberto Mânica, auditores fiscais e familiares das vítimas gritaram “justiça ainda que tardia” assim que a sentença foi lida pelo juiz Murilo Fernandes de Almeida, pouco depois das 23 horas da quinta-feira, dia 5/11.

A defesa de Antério já informou que vai recorrer da decisão. No julgamento, que durou dois dias, o ex-prefeito negou participação no crime e disse que sua inclusão no processo foi “um grande equívoco” do Ministério Público.

Na manhã de 28 de janeiro de 2004, os fiscais Nelson José da Silva, João Batista Lages e Erastótenes de Almeida Gonçalves, o Tote, além do motorista Ailton Pereira de Oliveira foram executados a tiros, em uma estrada vicinal na zona rural de Unaí, município no noroeste de Minas Gerais, a 600 quilômetros de Belo Horizonte.

Leia também:
Ministro Marco Aurélio suspende julgamento da Chacina de Unaí
Chacina de Unaí: Tucano acusado de mandar matar 4 pessoas é condecorado em Minas Gerais
Quando serão punidos os assassinos da Chacina de Unaí?

Uma resposta to “Ex-prefeito de Unaí também é condenado a 100 anos por chacina”

  1. pintobasto Says:

    E o Manica pode recorrer em liberdade depois de ter sido condenado a 100 anos de prisão? Por estar em liberdade já é grosseira falha da justiça e recorrer sem estar preso, não é falha, é crime mesmo porque está permitindo que um perigoso criminoso com poder econômico ande por aí tentando corromper quem tenha poder de decisão neste processo. O lugar dele é na cadeia em regime fechado por 30 anos, sem progressão de pena, nem outros penduricalhos que facilitam a vida de bandidos!

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: