Conselho de Ética: Deputado da base de Cunha é escolhido relator de seu julgamento

Fausto_Pinato01_PRB_Cunha

O PRB de Fausto Pinato é um dos partidos que dá sustentação política a Eduardo Cunha na Câmara dos Deputados.

Com informações da Folha online em 5/11/2015

Escolhido como relator do processo no Conselho de Ética contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB/RJ), o deputado Fausto Pinato (PRB/SP) disse que não se considera um aliado de Cunha e prometeu agir com independência.

“Eu não me considero aliado [de Cunha]. Sou um cara independente”, disse. “É meu primeiro mandato, acho que isso inclusive pesa a favor de mim. Quem tem muito mandato, tem muita relação”, afirmou o deputado em entrevista a jornalistas na quinta-feira, dia 5/11, após ele ser anunciado como relator.

O presidente do Conselho de Ética, José Carlos Araújo (PSD/BA), afirmou que o líder do PRB na Câmara, Celso Russomanno (SP), garantiu a ele que o partido não vai interferir no trabalho do relator.

“A partir de agora, toda e qualquer decisão é de minha responsabilidade”, afirmou Pinato, que disse não acreditar que vá ser pressionado durante o processo. “A maior pressão que eu sinto hoje é de vocês [da imprensa]”, disse.

Segundo Araújo, a experiência de Pinato como advogado contou positivamente para a escolha.

Pinato é o deputado eleito por São Paulo que recebeu menos votos (22.097). Ele obteve a vaga por causa da votação expressiva de Celso Russomanno (PRB/SP), que recebeu 1,5 milhão de votos.

Apesar das promessas de isenção, o PRB é um dos partidos que dá sustentação política a Cunha na Câmara dos Deputados.

Os outros dois deputados sorteados como possíveis relatores eram Zé Geraldo (PT/PA) e Vinícius Gurgel (PR/AP). A escolha do relator é feita pelo presidente, com base na lista tríplice de sorteados em reunião do conselho.

Araújo já marcou para o próximo dia 24 a apresentação do relatório prévio de Pinato sobre a representação contra Cunha. Como relator, ele deve opinar se há elementos jurídicos para o prosseguimento do processo.

O presidente da Câmara foi acusado pelo PSOL e a Rede de quebra de decoro parlamentar por ter omitido contas na Suíça atribuídas a ele e por ter recebido propina do esquema de corrupção da Petrobras, de acordo com denúncia apresentada ao STF (Supremo Tribunal Federal) pela Procuradoria Geral da República. O deputado nega as acusações e diz que vai provar sua inocência.

Leia também:
Coletânea de textos: Quem tem Cunha, tem medo

Uma resposta to “Conselho de Ética: Deputado da base de Cunha é escolhido relator de seu julgamento”

  1. Magda Santos Says:

    Colocaram a raposa cuidando do galinheiro!! Só no Brasil mesmo!! Vergonha nacional!!

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: