Bikes mais que dobram com ciclovia na Avenida Paulista

Bicicleta09_Av_Paulista

Via Estadão online em 20/9/2015

O número de bicicletas que trafegam pela avenida Paulista mais do que dobrou após a inauguração da ciclovia. Contagem feita neste mês pela Ciclocidade (Associação dos Ciclistas Urbanos de São Paulo), obtida com exclusividade pela reportagem, mostra que 2.112 ciclistas pedalaram pela via, ante 977 registrados em levantamento anterior, realizado em junho, antes da abertura do equipamento pela gestão Fernando Haddad (PT).

A pesquisa será divulgada na segunda-feira, dia 21/9, dentro da Semana Nacional da Mobilidade, que começou no dia 18 e acaba no dia 25. Feita no dia 15 deste mês, a contagem mostrou que das 6 às 20 horas passaram pela ciclovia 150 bikes por hora –-média de quase três ciclistas por minuto. O levantamento anterior foi realizado em 26 de junho, dois dias antes da inauguração.

Para Daniel Guth, diretor da Ciclocidade, o aumento se deve tanto à estrutura quanto à mudança de comportamento de paulistanos que trocaram o transporte público e o automóvel pela bicicleta. “Tem muita gente nova começando a pedalar. Isso mostra nitidamente que a ciclovia é usada muito por quem trabalha e estuda e não está passeando e usando a bicicleta por lazer”, disse Guth.

A Ciclocidade, em parceria com a ONG Mobilidade Ativa e o Observatório das Metrópoles, pesquisou também o perfil dos ciclistas em toda a capital, com base em 1.786 questionários. A principal faixa etária vai dos 25 aos 34 anos (39%), seguida dos 35 aos 44 anos (27,1%).

A faixa de renda predominante dos ciclistas paulistanos está entre um e dois salários mínimos (28,2%), seguida de quem ganha entre dois e três salários (18,9%). Para Guth, o dado desmistifica a imagem de que “quem pedala em São Paulo é ‘mauricinho’“. “São trabalhadores que estão mudando a forma de pensar e interagir com a cidade”, disse.

Assim que a ciclovia da Avenida Paulista foi inaugurada, a assistente editorial Caroline Fernandes, de 28 anos, trocou as viagens de metrô entre a Estação Santa Cruz, da Linha 1-Azul, e o centro, pela bicicleta. Todos os dias, ela pedala cerca de 30 minutos para chegar ao trabalho. De Metrô, levava 40.

“O transporte público estressava demais, e eu já chegava cansada ao trabalho. De bicicleta eu vejo a rua, reparo mais no que acontece à minha volta e fico disposta o restante do dia”, afirmou Caroline. Ela disse que não pretende comprar carro. A troca dos vagões superlotados pela bicicleta aconteceu, principalmente, porque Caroline se sentiu “mais segura” para fazer o trajeto. “Tem ciclovia da minha casa até o trabalho.”

Venda
Já o administrador de empresas Allan Podanovski, de 45 anos, pedala desde 2008. “Não foi uma escolha por lazer. É para trabalhar, sair do trânsito, parar de perder tempo em congestionamento”, disse. Entre sua casa, na Avenida Angélica, e o trabalho, no Itaim-Bibi, na zona sul, pedala 25 minutos.

A mudança de postura fez Podanovski vender um veículo. “Na minha casa eram dois carros, um meu e o outro da minha mulher. Como comecei a fazer tudo de bicicleta, não fazia sentido ter dois”, disse.

Leia também:
Mobilidade urbana: Pelo 2º ano seguido, bicicleta ganha Desafio Intermodal em São Paulo
Prefeitura de São Paulo articula rede de serviços para atender refugiados
A história da bicicleta em São Paulo
O “paradoxo Haddad” ampliou velocidade nas Marginais
Por que o trânsito melhora quando se diminui o limite de velocidade das avenidas?
82% gostariam de trocar carro por bicicleta ou caminhada, diz pesquisa
Fernando Haddad critica judicialização de seu mandato
Não foi na ciclovia: Como a lógica e a verdade foram atropeladas sob o Minhocão
A guerra primitiva dos paulistanos contra a bicicleta e contra o progresso
Após novos limites de velocidade, Marginais tem queda de 30% nos acidentes
Fernando Haddad eleva piso e abre 3,5 mil vagas de professor
Prefeitura de São Paulo fecha 2014 com investimento recorde, apesar de déficit
Pesquisa faz uma radiografia sociopolítica do paulistano
O fim da gestão Haddad
Londres reduz limites para 32km/h em 25% das vias e mortes caem
Haddad: “Quem não tem projeto usa a irracionalidade para interditar o debate.”
Limites de velocidade nas ruas: Falácias, mitos e verdades
Folha mente: Fernando Haddad desmascara matéria mentirosa
Gestão Fernando Haddad fará em 4 anos o que o PSDB não fez em 20
Fernando Haddad: “O monotrilho de Alckmin custou R$6 bilhões e está há um ano em testes.”
A histeria patética em torno da redução da velocidade nas marginais de São Paulo
Depois de ontem, São Paulo não será mais a mesma
Ciclovia da Avenida Paulista é inaugurada
Depoimento de quem foi na inauguração da ciclovia da Avenida Paulista
Entrevista: Haddad expõe sua ousadia e as limitações que o cargo lhe impõe
Ciclovias de Haddad são premiadas nos Estados Unidos
Não vai dar na Globo: Domingo, dia 28 de junho, será inaugurada a ciclovia da Avenida Paulista
“São Paulo tem hoje o prefeito que deveria ter tido há mais de uma década”, diz urbanista
Haddad ironiza crítica de “coxinha” às ciclovias
Prefeito Fernando Haddad e a virtude de governar sem mídia
Programa Braços Abertos: “Antes dele, 9 em cada 10 viciados desistiam.”
Fernando Haddad aperta o cerco à corrupção e ao enriquecimento ilícito
Fernando Haddad: “A cidade de São Paulo é um desafio para qualquer político.”
Crack, Fernando Haddad e o jornalismo da Folha de S.Paulo
O dia em que Haddad deu uma aula para Sheherazade e Marco Antonio Villa
Enquanto Alckmin some, Haddad faz o trabalho do governador
Fernando Haddad: “Não aumentar a tarifa de ônibus seria demagogia, puro eleitoralismo.”
Fernando Haddad fala sobre Marta, Chalita, a lógica do MPL e o “caipirismo” do PSDB
O plano para as finanças da cidade de São Paulo
Não é pelos cinquenta centavos: Haddad desmonta manifestação do Passe Livre
Em 2015, Fernando Haddad voltará a dar aulas na USP
Fernando Haddad eleva piso e abre 3,5 mil vagas de professor
2016 já começou em São Paulo e Haddad é o alvo
Haddad: “PT está muito mais maduro do que em 2003.”
Secretário de Educação de Haddad desmonta factoide da Folha
Fernando Haddad e a derrota do cinismo
O que não se fala sobre o IPTU da cidade de São Paulo
A lógica inatacável do aumento do IPTU em São Paulo
O falso escarcéu sobre IPTU
Haddad diz que não vai tolerar “terrorismo do monopólio da comunicação”
Prefeitura de São Paulo isenta 3,1 milhões de famílias de pagamento do IPTU
Fernando Haddad pode alçar voos mais altos
Em rede social, Fernando Haddad critica policiamento na Cracolândia
Fernando Haddad quer aumentar o salário de médicos e ampliar fiscalização das OSSs
Como Fernando Haddad venceu a corrupção que outros não combateram em São Paulo?
Para professor da USP, gestão de Fernando Haddad pode virar marco em São Paulo
Em ato histórico, prefeito Haddad prioriza minorias no Programa Minha Casa, Minha Vida
Haddad assina decreto para notificar imóveis que não cumprem função social
Entrevista: Haddad, ano 2
Bob Fernandes: Descoberto outro propinoduto da máfia dos fiscais de São Paulo
MP investiga gestões de Serra e Kassab por desvio de R410 bilhões do IPTU
Fernando Haddad: “A elite de São Paulo é míope e pobre de espírito.”
Entrevista com Fernando Haddad: “A Prefeitura estava tomada por corrupção.”
MP abre inquérito civil contra Kassab por receber fortuna da Controlar
Kassab recebeu uma “verdadeira fortuna” da Controlar, diz testemunha da máfia do ISS
Máfia demotucana: A lista dos corruptores do ISS
Máfia demotucana: Planilha aponta que 410 empreendimentos pagaram propina a fiscais
Receita do município de São Paulo sobre R$30 milhões com o fim da máfia dos fiscais
Fernando Haddad: “A máfia não seria descoberta sem a ajuda de Donato.”
Antônio Lassance: Arroubo tucano é pânico
Máfia demotucana: Investigação de propina em São Paulo avança sobre a gestão Serra
Máfia demotucana: Haddad desmente Folha sobre repasse de informações à Polícia Civil
Paulo Moreira Leite: Cardoso, Donato e a fábula da classe dominante
A máfia dos fiscais quer pegar Haddad
Máfia demotucana: Secretário ligado a José Serra será convocado a depor em São Paulo
“Não como recuar, e não haverá recuo”, avisa prefeito Haddad
Máfia demotucana: Como a mídia protege Serra e Kassab
Máfia demotucana: Quadrilha zerou ISS de 107 prédios em São Paulo
Máfia demotucana: Situação era de degradação, diz Haddad sobre a quadrilha do ISS
MP/SP mira Kassab para livrar José Serra
Máfia demotucana: A dama do achaque abre o jogo
Máfia demotucana: “Arquiva”, manda Kassab
Máfia demotucana: A Folha se considera um papel pendurado na banca
Máfia demotucana: Líder da quadrilha diz que Kassab sabia do esquema e esperava que ele “ganhasse a eleição”
“O implacável braço direito de Serra” e o caso de corrupção em São Paulo
Seus problemas acabaram: Filie-se ao PSDB
Braço direito de José Serra mandou arquivar denúncias de pagamento de propina para construtoras
Prefeito Haddad e a lição de ética
Após investigações, Haddad manda prender ex-funcionários da gestão Kassab/Serra
mais envolvidos no esquema de corrupção do governo Kassab/Serra, diz Haddad
depois da posse de Haddad, a Veja percebeu que a cidade de São Paulo está um lixo
Para atacar Haddad, “Estadão” usa foto da guerra do Congo para ilustrar matéria
Desespero: Cabo eleitoral de Serra, Soninha xinga Haddad de “filho da p…” e diz que odeia o povo

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: