Congresso enterra proposta de José Serra para entregar o pré-sal

Pre_Sal36_Sindipetro

Militantes de movimentos sociais e dos sindicatos dos petroleiros participaram do ato contra o PLS do senador Serra (PSDB/SP).

Via Correio do Brasil em 2/9/2015

A nova tentativa do senador José Serra (PSDB/SP) de agradar aos financiadores estrangeiros das campanhas de ultradireita, no país, foi soterrada sob o peso da indiferença no Parlamento, na quarta-feira, dia 2/9. Não houve quórum para que fosse estabelecida a votação em Plenário do projeto de lei complementar (PLS) que retira da Petrobras a participação mínima de 30% na exploração do petróleo e gás da camada do pré-sal. A pauta foi encaminhada ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB/AL), que precisará marcar uma nova data, se possível, ao longo dos próximos anos.

A nova derrota de Serra começou na comissão especial criada para discutir o projeto de autoria do senador José Serra (PSDB/SP), extinta na semana passada porque não conseguiu reunir os senadores para debater a matéria. Visivelmente irritado, o senador Otto Alencar (PSB/BA), presidente da comissão, reclamou da falta de quórum: “É constrangedor.”

O coordenador da Federação Única dos Petroleiros, José Maria Rangel, acompanhou, de perto, a tramitação da proposta de Serra: “Desde o início, esta comissão se mostrava desarticulada e desorganizada. Nem mesmo o senador Serra, autor da proposta, aparecia nas reuniões. No dia em que o presidente dissolveu a comissão, Serra chegou atrasado, perdido, perguntando o que tinha acontecido”, relata.

Os próximos dias, segundo Rangel, serão cruciais para a formação da estratégia de atuação dos trabalhadores, que estão fazendo um corpo a corpo com os senadores para que rejeitem a proposta de Serra. Em meio de tantas idas e vindas deste PLS, que já esteve prestes a ser votado no plenário do Senado, “esvaziar a Comissão Especial foi a estratégia encontrada pelos senadores que querem a rejeição do projeto”, segundo o senador Roberto Requião (PMDB/PR).

“A comissão já foi criada de forma errada. O presidente Renan não poderia indicar o presidente, nós que teríamos de escolhê-lo pelo voto. Depois, impuseram o relator. Estava tudo errado”, explicou Requião, que chegou a entrar com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para cancelar a comissão.

O senador acredita que o projeto pode ser derrubado no plenário: “Querem voltar com a política do FHC. Não vão conseguir isso”, afirmou, referindo-se à tentativa do ex-presidente de privatizar a estatal brasileira do petróleo.

Requião também acredita que o projeto levará ainda um bom tempo para entrar na pauta de votações em Plenário. Ainda segundo o senador, Renan Calheiros teria se comprometido a segurar a proposta, ou seja, colocar o projeto na “gaveta do esquecimento”.

Se for à votação, o senador Randolfe Rodrigues (PSOL/AP) também duvida que ele seja aprovado. Para ele, o projeto é inadequado e significa um retrocesso às conquistas que o país já fez.

Serra_Cara_Babaca

Investigações da Lava-Jato sobre Eduardo Cunha revelam ligações perigosas de Serra.

“É um projeto contrário aos interesses do Brasil. É tão danoso, que é impossível melhorá-lo. Tem de ser derrubado”, afirmou Randolfe.

O Palácio do Planalto também monitora o caminho que o PLS seguirá, a partir de agora. Sem o status de urgência, ele não terá mais prioridade na pauta de votação e dependerá da decisão do presidente Renan em incluí-lo na agenda. Na reunião com os movimentos sociais, em agosto, a presidenta Dilma Rousseff afirmou que trabalharia para manter a lei do pré-sal, o que significa enterrar de vez a proposta de Serra.

Protestos
O projeto de Serra foi alvo de protestos por todo o país. Semana passada, ativistas de diversos movimentos sociais e sindicais realizaram ato público em frente à antiga Bolsa de Valores do Rio, onde o senador tucano proferia palestra a investidores com o tema “as perspectivas de abertura do pré-sal”, patrocinado pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos.

Serra, provavelmente, chegou e saiu de helicóptero, furtando-se ao contato com o público, uma vez que não passou pela entrada do prédio. Mas, para o diretor do Sindicato dos Petroleiros do Rio de Janeiro, Edison Munhoz, todo cuidado é pouco quando o assunto é o senador tucano.

“A gente sabe que existe uma elite entreguista que sempre fez questão de doar as riquezas brasileiras ao capital internacional e o Serra faz parte do DNA entreguista dessa elite. Ele está a serviço das grandes multinacionais, como a Exxon, a Chevron, a British Petroleum, entre outras, que querem acesso à terceira maior reserva petrolífera do mundo. A Petrobras é a empresa que tem a maior reserva de óleo no planeta, é preciso ter essa perspectiva. O que está em jogo, aqui, é a qualidade de vida dos brasileiros, com mais educação, saúde, moradia”, afirmou Munhoz.

Os ataques ao patrimônio dos brasileiros são constantes, segundo Munhoz, e o assunto não está encerrado, apesar da derrota de Serra no Senado: “Isso vai voltar mais dez vezes. É o Congresso mais de direita. O Serra e seus aliados vão voltar a esse debate, assim que houver uma oportunidade”, afirmou o diretor do Sindipetro/RJ.

Participaram do evento petroleiros, representando o Sindipetro/RJ e o Sindipetro/Caxias, a Federação Nacional dos Petroleiros (FNP) e a Federação Única dos Petroleiros (FUP), militantes do MST, MAB, FIST, o Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí, a CUT, jovens do Levante Popular da Juventude, representantes de vários partidos políticos de esquerda e populares.

Leia também:
Superado o golpe, começa o campeonato de 2018
Lista de Furnas é real: A máscara tucana caiu
WikiLeaks: O pré-sal e a promessa de Serra ao Tio Sam
José Serra e a entrega do pré-sal
Que medo!: Tucanos se irritam com programa do PT e pede nova eleição já
Serra desempregado? Lucro da Chevron despenca 90% no 2º trimestre
E se fosse o Lula?: Marcelo Odebrecht reuniu-se com Serra no escritório de Verônica
Stanley Burburinho sabe quem pôs a tarja preta em Serra
Polícia do ministro Cardozo esconde o nome de Serra no celular de Marcelo Odebrecht
Recife: A “cota fantasma” do PSDB
O PSDB e a falta de respeito pela democracia
Vídeo: Deputado Sílvio Costa aponta a bipolaridade dos golpistas da oposição
Cuidado, direitopata!: Eurico Schwinden, vulgo Brasilianas, é um troll desqualificado e pau-mandado dos tucanos
Dilma chamou golpistas pra briga. Vão encarar?
Projeto de Serra transfere lucros do pré-sal dos brasileiros para multinacionais
Antonio Lassance: O lobby das petroleiras que se transformou em projeto de lei
Recordar é viver: Serra prometeu entregar o pré-sal aos norte-americanos
Projeto de Serra, o lesa-pátria: Ministro da Educação faz vídeo contra mudança no pré-sal
José Serra é recebido com protestos em Macaé
A conexão Serra-Matarazzo no caso do jornal anti-Haddad e no blog Implicante
Na surdina, José Serra apresenta projeto que desobriga Petrobras de participar do pré-sal
Os acertos de Serra com a Chevon para entregar o pré-sal
Trensalão: Depoimentos ligam José Serra ao propinoduto tucano do Metrô
Trensalão tucano: Promotor vê indícios de ação de Serra no cartel
Trensalão tucano: Andrea Matarazzo arrecadou junto à Altom para a campanha de FHC
Justiça quebra sigilo do tucano Andrea Matarazzo
Trensalão tucano: Matarazzo quer habeas corpus para não ser investigado
José Serra gastou R$2 bilhões na compra de trens para CPTM sem pesquisar preços
Trensalão tucano: As pegadas recentes do cartel de Mário Covas, José Serra e Geraldo Alckmin
Trensalão tucano: Novos documentos da Alstom incriminam ainda mais Serra e Alckmin
Trensalão: Pessoas envolvidas no caso Alstom também aparecem entre correntistas do HSBC
Os melhores piores momentos de José Serra
Serra jogou no lixo quatro anos de obras antienchente
Adib Jatene: “FHC é um homem sem palavra e Serra, um homem sem princípios.”
Laudo da PF engavetado no governo FHC ligava Youssef à caixa de campanha de Serra e do próprio FHC
Trensalão tucano: Alstom tentou Quércia, mas fechou com PSDB
MP abrirá as cinco primeiras denúncias criminais no cartel do trensalão
José Serra gastou R$2 bilhões na compra de trens para CPTM sem pesquisar preços
Metrô/SP: A grande quadrilha
Trensalão tucano: Novos documentos da Alstom incriminam ainda mais Serra e Alckmin
Por onde andou o dinheiro do trensalão tucano
Trensalão tucano: Descoberta a conta secreta do propinoduto na Suíça
Trensalão tucano: Saiba o nome dos deputados paulistas que foram contra a CPI da Corrupção
Trensalão tucano: Entenda as denúncias contra o PSDB
Todos os homens do propinoduto tucano
Propinoduto tucano: Os cofres paulista foram lesados em mais de R$425 milhões
Propinoduto em São Paulo: O esquema tucano de corrupção saiu dos trilhos
MP investiga gestões de Serra e Kassab por desvio de R410 bilhões do IPTU
Após investigações, Haddad manda prender ex-funcionários da gestão Kassab/Serra
Há mais envolvidos no esquema de corrupção do governo Kassab/Serra, diz Haddad
Só depois da posse de Haddad, a Veja percebeu que a cidade de São Paulo está um lixo
Para atacar Haddad, “Estadão” usa foto da guerra do Congo para ilustrar matéria
Desespero: Cabo eleitoral de Serra, Soninha xinga Haddad de “filho da p…” e diz que odeia o povo
Serra, Gilmar, Demóstenes e Dantas: Operação Banqueiro revela as duas maiores fábricas de dossiês do Brasil
Em 2009, Serra foi alertado para a crise hídrica de 2015. E não fez nada
E aí Joaquim, a filha do Serra também está no “mensalão”
Um ano depois, o picolé da filha de Serra ainda é mistério
A crise do picolé assusta Scabin, Verônica Serra e Lemann
E se Verônica Serra fosse filha de Lula?

2 Respostas to “Congresso enterra proposta de José Serra para entregar o pré-sal”

  1. Magda Santos Says:

    Ainda bem que o Congresso quase sempre omisso, desta vez enterrou as pretensões deste imbecil e sua camarilha!!

  2. jorge (@89nuncamais) Says:

    Esse cafetão é um vendido do tio Sam mesmo

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: