Recordar é viver: PF flagra diálogo de Gilmar prometendo lobby para governador detido

Gilmar_Mendes105_Silval_Barbosa

O governador de Mato Grosso, Silval Barbosa, entrega em 2013 uma medalha de honra ao mérito ao ministro e conterrâneo Gilmar Mendes. Fotos de Ednilson Aguiar / Secom-MT.

Meses depois de flagrado na conversa com Barbosa, Gilmar – mais Toffoli e Fux – votaram pela libertação de ex-chefe da Casa Civil acusado de integrar a quadrilha.

Via Jornal GGN em 7/2/2015

A revista Época traz reportagem exclusiva de um grampo legal da Polícia Federal que flagrou o ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal) prometendo ajudar o governador Silval Barbosa, do Mato Grosso, preso em flagrante pela Polícia Federal.

Na conversa com Barbosa, Gilmar compromete-se a conversar com seu colega Dias Toffoli, relator do caso.

A operação da PF e do Ministério Público Federal visava desbaratar uma quadrilha, dentro do governo, que operava financiamento de campanha com empreiteiras que trabalhavam para o estado. O irmão caçula de Gilmar, Francisco Mendes, prefeito de Diamantina, é do mesmo grupo político do governador.

Quatro meses depois do telefonema, houve um julgamento da 1a Turma do STF para avaliar novo pedido de prisão de Eder Moraes, secretário da Casa Civil de Barbosa, feito pela PGR.

Segundo a revista, meses antes Toffoli votara para manter Barbosa em liberdade. Os ministros Celso de Mello e Luis Roberto Barroso abstiveram-se de votar, declarando-se suspeitos. Os ministros Marco Aurélio de Mello e Rosa Weber votaram a favor do pleito do PGR. Luiz Fux e Toffoli, contra.

O desempate ficou com Gilmar. Sem se declarar suspeito, ele votou a favor de Barbosa.

Apesar do furo, a matéria não aparece na home da revista Época.

Gilmar_Mendes104_Silval_Barbosa

Nota do Limpinho: Clique aqui para ler a íntegra da matéria. A seguir, trecho em que o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, também se solidariza com o governador.

Meia hora após o telefonema de Gilmar Mendes, foi a vez de o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, ligar para Silval Barbosa. Isso mesmo: o chefe da PF foi interceptado… num grampo da PF. A secretária avisa: “Governador, é o ministro da Justiça”. Curiosamente, a conversa começa quase idêntica à anterior. “Que confusão, hein, governador?”, diz Cardozo. Silval Barbosa repete o que dissera a Gilmar Mendes sobre as acusações de corrupção. “Barbaridade!”, diz Cardozo. Silval Barbosa diz ao ministro que tinha uma arma com registro vencido. Cardozo responde: “Muita gente não sabe disso, viu, Silval?”, diz o ministro sobre as regras de renovação de porte. Cardozo ainda diz “que loucura” quando o governador critica o fato de a investigação ser tocada no Supremo, foro do ex-governador e atual senador Blairo Maggi, um dos investigados, e não no Superior Tribunal de Justiça, foro de Silval Barbosa. A conversa prossegue – em determinado momento, Silval Barbosa é chamado de “mestre” por Cardozo. “O pessoal da PF se comportou direitinho com você? […] Eu queria saber muito se a PF tinha feito alguma arbitrariedade”, diz Cardozo. “Fizeram o trabalho deles na maior educação, tranquilo”, afirma o investigado. “Qualquer coisa me liga, tá, Silval?”, diz o ministro da Justiça.

Jose_Edu_Cardozo19_Silval_Barbosa

Leia também:
Gilmar Mendes, o defensor-geral de bandidos
Jornalista Luis Nassif processa ministro Gilmar Mendes do STF
Reunião de Cunha, Mendes e Paulinho: Conspiração não entra em recesso
74% dos brasileiros são contra financiamento empresarial de campanhas
A dobradinha Gilmar Mendes-Eduardo Cunha
Financiamento público de campanha: #PanelaçoGilmarDevolva
Para entender a revista Época sobre Gilmar Mendes
#OsAntiPira: TSE aprova contas da campanha de Dilma
Para entender a estratégia Gilmar-Toffoli no TSE
Gilmar Mendes, o tucano de toga
A manobra de Gilmar Mendes
No STF, Gilmar Mendes tenta melar proibição de doações de empresas para partidos e candidatos
A vaquinha profana dos petistas e a Constituição
Bandeira de Mello: Impeachment no STF faria bem para o Brasil
Eduardo Campos e Aécio acionam Gilmar Mendes para “fechar” o Congresso
Documentos revelam participação de FHC e Gilmar Mendes no mensalão tucano
Gilmar Mendes e o pitbull da Veja
Para agradar Marina, PSB vai lançar candidato de faz-de-conta
Serra, Gilmar, Demóstenes e Dantas: Operação Banqueiro revela as duas maiores fábricas de dossiês do Brasil
Operação Banqueiro: “Sem Gilmar Mendes, Daniel Dantas não conseguiria reverter o jogo.”
Cadê o Gilmar Mendes: Médica cubana está em apartamento da Câmara e recebe vaquinha do DEM
Para Bandeira de Mello, declarações de Gilmar Mendes sobre doações são “escandalosas”
Solidariedade da esquerda é bem maior do que Gilmar “habeas corpus” Mendes
Cadu Amaral: As estranhezas de Gilmar Mendes e seus habeas corpus
CNJ vai enquadrar o “vestal” Gilmar Mendes
O verdadeiro temor de Gilmar Mendes
Paulo Moreira Leite: Gilmar Mendes não sabe o que diz ou não diz o que sabe
Gilmar Mendes, o vigilante da “vaquinha”, já contratou a si mesmo para dar aulas a seus subordinados
Dalmo Dallari sobre Gilmar Mendes: “Eu não avisei?”
Gilmar Mendes: Entre a ignorância e o preconceito
Breno Altman: Gilmar Mendes é o cão de guarda do conservadorismo
Jurista da USP detona liminar de Gilmar Mendes
O precedente perigoso aberto por Gilmar Mendes
A controversa carreira de Gilmar Mendes
Gilmar Mendes é um irresponsável, empenhado em gerar crises institucionais
Como e por que Gilmar Mendes e o PSDB mantêm Marcos Valério refém
Gilmar Mendes suspende decreto de Lula que dava posse de terras aos índios Guarani-Kaiowá
Gilmar Mendes: Juiz? Não, réu!
Lobão, Marina, Gilmar Mendes… Os 10 piores casos de complexo de messias em 2014
Paulo Moreira Leite: A chance perdida por Gilmar Mendes no caso da Petrobras
Gilmar Mendes, o Lobão do STF
Gilmar Mendes reafirma sua parceria com a Veja e suspende direito de resposta do PT
Em cinco atos, a justiça ilícita de Gilmar Mendes
Médico estuprador: “Estou tranquilo. Sou amigo do Gilmar Mendes.”
Gilmar Mendes justifica por que engavetou ação do financiamento de campanha

Uma resposta to “Recordar é viver: PF flagra diálogo de Gilmar prometendo lobby para governador detido”

  1. pintobasto Says:

    Gilmar Mendes é o patrono dos criminosos de terno e gravata, não necessita de comentáris, é bandidão mesmo, agora o ministro Cardozo trocando amabilidades com um criminoso, fica mal…

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: