A guerra primitiva dos paulistanos contra a bicicleta e contra o progresso

Haddad_Ciclovias08_Bernardino_Campos

Fernando Haddad: Punido por tentar tirar São Paulo do atraso.

Paulo Nogueira, via DCM em 21/8/2015

Você mede hoje o avanço social de uma grande cidade pelas bicicletas. Quanto mais ciclistas, mais avançada.

Copenhague e Amsterdã são modelos mundiais. Londres, Nova Iorque e Paris se empenham tenazmente para aumentar o número de bicicletas nas ruas e reduzir o de carros.

São Paulo, miseravelmente, ficou para trás, por conta de administrações ineptas como a de Serra. E quando aparece enfim um prefeito disposto a corrigir um atraso humilhante ele é recebido não com aplausos, mas com uma camada selvagem de resistência.

Um dia vamos tentar entender como São Paulo se tornou uma cidade tão infestada de pessoas que abominam inovações e mudanças. O túmulo do samba se converteu no túmulo das novidades.

Um episódio simbólico ocorreu no domingo, dia 23/8, quando Haddad, de bicicleta, inaugurava uma ciclovia. Um casal de patetas imobilizou sua bicicleta e proferiu insultos. Sinal dos tempos, as mulheres dos desvairados se tornaram cúmplices. Antes, sensatas, elas eram um contraponto a maridos encrenqueiros. Agora, contribuem para o incêndio.

Haddad não inventou a roda. Estava na cara, quando ele assumiu a Prefeitura, que o maior drama da cidade era a mobilidade.

Se antecessores como Serra e Kassab não viram isso é porque a incompetência deles é desumana.

Haddad viu, portanto, o óbvio. E agiu.

Sob o estímulo de uma mídia cujo cérebro estacionou no século passado, os donos de carros começaram a criar problemas sobre problemas. É como se a cidade pertencesse a eles. Em sua cegueira egoísta, não se deram conta de que a diminuição dos carros nas ruas seria um bem para todos.

Haddad teve a explicar a jornalistas ignorantes como o professor Villa que primeiro você tem de abrir ciclovias para depois aparecerem e se multiplicarem os ciclistas.

Nas eleições municipais do ano que vem, é possível que Haddad seja punido por ter tentado tirar São Paulo do primitivismo em termos de bicicletas. Mas a história da cidade reconhecerá nele um espírito sintonizado com seu tempo. Pois não é possível que, indefinidamente, os paulistanos serão cobertos pelo grau de obtusidade e reacionarismo que é hoje a marca de uma metrópole que foi sempre tão dinâmica e aberta a novas ideias.

Leia também:
Após novos limites de velocidade, Marginais tem queda de 30% nos acidentes
Fernando Haddad eleva piso e abre 3,5 mil vagas de professor
Prefeitura de São Paulo fecha 2014 com investimento recorde, apesar de déficit
Pesquisa faz uma radiografia sociopolítica do paulistano
O fim da gestão Haddad
Londres reduz limites para 32km/h em 25% das vias e mortes caem
Haddad: “Quem não tem projeto usa a irracionalidade para interditar o debate.”
Limites de velocidade nas ruas: Falácias, mitos e verdades
Folha mente: Fernando Haddad desmascara matéria mentirosa
Gestão Fernando Haddad fará em 4 anos o que o PSDB não fez em 20
Fernando Haddad: “O monotrilho de Alckmin custou R$6 bilhões e está há um ano em testes.”
A histeria patética em torno da redução da velocidade nas marginais de São Paulo
Depois de ontem, São Paulo não será mais a mesma
Ciclovia da Avenida Paulista é inaugurada
Depoimento de quem foi na inauguração da ciclovia da Avenida Paulista
Entrevista: Haddad expõe sua ousadia e as limitações que o cargo lhe impõe
Ciclovias de Haddad são premiadas nos Estados Unidos
Não vai dar na Globo: Domingo, dia 28 de junho, será inaugurada a ciclovia da Avenida Paulista
“São Paulo tem hoje o prefeito que deveria ter tido há mais de uma década”, diz urbanista
Haddad ironiza crítica de “coxinha” às ciclovias
Prefeito Fernando Haddad e a virtude de governar sem mídia
Programa Braços Abertos: “Antes dele, 9 em cada 10 viciados desistiam.”
Fernando Haddad aperta o cerco à corrupção e ao enriquecimento ilícito
Fernando Haddad: “A cidade de São Paulo é um desafio para qualquer político.”
Crack, Fernando Haddad e o jornalismo da Folha de S.Paulo
O dia em que Haddad deu uma aula para Sheherazade e Marco Antonio Villa
Enquanto Alckmin some, Haddad faz o trabalho do governador
Fernando Haddad: “Não aumentar a tarifa de ônibus seria demagogia, puro eleitoralismo.”
Fernando Haddad fala sobre Marta, Chalita, a lógica do MPL e o “caipirismo” do PSDB
O plano para as finanças da cidade de São Paulo
Não é pelos cinquenta centavos: Haddad desmonta manifestação do Passe Livre
Em 2015, Fernando Haddad voltará a dar aulas na USP
Fernando Haddad eleva piso e abre 3,5 mil vagas de professor
2016 já começou em São Paulo e Haddad é o alvo
Haddad: “PT está muito mais maduro do que em 2003.”
Secretário de Educação de Haddad desmonta factoide da Folha
Fernando Haddad e a derrota do cinismo
O que não se fala sobre o IPTU da cidade de São Paulo
A lógica inatacável do aumento do IPTU em São Paulo
O falso escarcéu sobre IPTU
Haddad diz que não vai tolerar “terrorismo do monopólio da comunicação”
Prefeitura de São Paulo isenta 3,1 milhões de famílias de pagamento do IPTU
Fernando Haddad pode alçar voos mais altos
Em rede social, Fernando Haddad critica policiamento na Cracolândia
Fernando Haddad quer aumentar o salário de médicos e ampliar fiscalização das OSSs
Como Fernando Haddad venceu a corrupção que outros não combateram em São Paulo?
Para professor da USP, gestão de Fernando Haddad pode virar marco em São Paulo
Em ato histórico, prefeito Haddad prioriza minorias no Programa Minha Casa, Minha Vida
Haddad assina decreto para notificar imóveis que não cumprem função social
Entrevista: Haddad, ano 2
Bob Fernandes: Descoberto outro propinoduto da máfia dos fiscais de São Paulo
MP investiga gestões de Serra e Kassab por desvio de R410 bilhões do IPTU
Fernando Haddad:A elite de São Paulo é míope e pobre de espírito.
Entrevista com Fernando Haddad:A Prefeitura estava tomada por corrupção.
MP abre inquérito civil contra Kassab por receber fortuna da Controlar
Kassab recebeu umaverdadeira fortunada Controlar, diz testemunha da máfia do ISS
Máfia demotucana: A lista dos corruptores do ISS
Máfia demotucana: Planilha aponta que 410 empreendimentos pagaram propina a fiscais
Receita do município de São Paulo sobre R$30 milhões com o fim da máfia dos fiscais
Fernando Haddad:A máfia não seria descoberta sem a ajuda de Donato.
Antônio Lassance: Arroubo tucano é pânico
Máfia demotucana: Investigação de propina em São Paulo avança sobre a gestão Serra
Máfia demotucana: Haddad desmente Folha sobre repasse de informações à Polícia Civil
Paulo Moreira Leite: Cardoso, Donato e a fábula da classe dominante
A máfia dos fiscais quer pegar Haddad
Máfia demotucana: Secretário ligado a José Serra será convocado a depor em São Paulo
Não como recuar, e não haverá recuo, avisa prefeito Haddad
Máfia demotucana: Como a mídia protege Serra e Kassab
Máfia demotucana: Quadrilha zerou ISS de 107 prédios em São Paulo
Máfia demotucana: Situação era de degradação, diz Haddad sobre a quadrilha do ISS
MP/SP mira Kassab para livrar José Serra
Máfia demotucana: A dama do achaque abre o jogo
Máfia demotucana:Arquiva, manda Kassab
Máfia demotucana: A Folha se considera um papel pendurado na banca
Máfia demotucana: Líder da quadrilha diz que Kassab sabia do esquema e esperava que eleganhasse a eleição
O implacável braço direito de Serrae o caso de corrupção em São Paulo
Seus problemas acabaram: Filie-se ao PSDB
Braço direito de José Serra mandou arquivar denúncias de pagamento de propina para construtoras
Prefeito Haddad e a lição de ética
Após investigações, Haddad manda prender ex-funcionários da gestão Kassab/Serra
mais envolvidos no esquema de corrupção do governo Kassab/Serra, diz Haddad
depois da posse de Haddad, a Veja percebeu que a cidade de São Paulo está um lixo
Para atacar Haddad,Estadãousa foto da guerra do Congo para ilustrar matéria
Desespero: Cabo eleitoral de Serra, Soninha xinga Haddad defilho da p…e diz que odeia o povo

4 Respostas to “A guerra primitiva dos paulistanos contra a bicicleta e contra o progresso”

  1. Dayse Silva Says:

    Parte dos paulistanos dá uma demonstração de não entender bem o que é e o que não é saudável à nossa saúde.
    O uso de bicicletas há muito é comum em países da Europa, como Holanda, Bélgica, Dinamarca, etc.
    O uso delas na Europa é incentivado por ser muito, muito saudável à saúde. Além disto, as bicicletas não poluem o ar que respiramos, não é mesmo? Portanto, o nosso pulmão e o nosso sistema cardiovascular agradecem.
    O Prefeito de São Paulo dá atestado de comprometimento com a sociedade que o elegeu.

  2. Eliane Barroso Says:

    Até quando os paulistanos se manterão obtusos e reacionários???? Com essa teimosia vão acabar com a sua cidade que já foi dinâmica e aberta.

  3. claudião Says:

    quem tem bicicleta é só coxinha com muito dindim,reamente vcs são socialistas

  4. pintobasto Says:

    Haddad é o prefeito que S.Paulo deveria ter eleito há 50 anos atrás, mesmo assim, com um atrazo de meio século, ele ainda consegue fazer a diferença de sua administração em relação às que o antecederam.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


<span>%d</span> blogueiros gostam disto: