Ex-parceiro de Lobão diz que cantor vive “decadência patética”

Bernardo_Vilhena02

Bernardo Vilhena: “Lobão vive uma decadência patética.”

Dica do DCM

O compositor Bernardo Vilhena reclamou no Facebook no domingo, dia 16/8, da versão “canhestra, machista e covarde” que o ex-parceiro Lobão tem cantado de Vida Bandida. Lobão trocou o refrão para Dilma Bandida.

Para Bernardo Vilhena, é uma “decadência patética”. Leia a íntegra do post.

O poema Vida Bandida foi escrito em 1975 e virou canção em 1987. Recentemente, fui alertado sobre uma versão canhestra, machista e covarde que o roqueiro Lobão vem cantando em seus shows, com a intenção de humilhar a presidente da República.

Sempre evitei e jamais dei autorização para o uso de minhas canções em campanhas políticas. Cito o exemplo da música Revanche, escrita em 1986 em plena luta pelas diretas, quando neguei autorização ao PT para utilizá-la na campanha presidencial, a despeito de minha posição política. Esta mesma canção que, numa demonstração de sua ignorância, Lobão se nega a cantar em seus shows sob a alegação de ser datada. Passados 30 anos, ele ainda não entendeu a letra.

Quando escrevi O Eleito, em 1988, tive a intenção clara de criticar o então presidente da República. Escrevi por entender que seu governo era um reflexo nítido da oligarquia e do coronelismo que se instalou, desde o Império, nos diversos níveis do poder que controla este país. A minha visão política, me levava a desacreditar na autoridade de quem herdou o cargo conquistado em eleição indireta.

Desde que nossa parceria se encerrou – ao fim do LP Cuidado! –, Lobão se recusa a cantar minhas composições em programas de tevê. Mas, estranhamente, o tem feito em shows. Segundo alguns amigos, só canta devido aos pedidos da plateia.

Hoje, pelo que fui informado, não posso impedi-lo de cantar esta sua versão de Vida Bandida em apresentações ao vivo. Já declarei pela imprensa, mais de uma vez, que só voltaria a respeitá-lo quando parasse de cantar minhas canções em seus shows. De nada adiantou.

Diante deste quadro, só me resta assistir a decadência patética e desprovida de qualquer elegância deste meu ex-parceiro que foi buscar abrigo para sua flagrante fraqueza no ninho da serpente.

Leia também:
Lobão, Marina, Gilmar Mendes… Os 10 piores casos de complexo de messias em 2014
Paulo Moreira Leite: A chance perdida por Gilmar Mendes no caso da Petrobras
Gilmar Mendes, o Lobão do STF
Ironia das ironias: Show de Lobão é patrocinado pelo Banco do Brasil
Lobão é evitado por tucanos e imprensa conservadora
Manifestação dos golpistas: Aécio foi pra praia e Lobão ficou pagando de otário
O blá-blá-blá paranoico de Lobão
Não cumpriu a palavra: Lobão diz que desistiu de deixar o país
Marcelo Rubens Paiva: “A direita surtou.”
O otário que acreditou que Aécio ia ao protesto

2 Respostas to “Ex-parceiro de Lobão diz que cantor vive “decadência patética””

  1. William Says:

    O jeito é dividir o pó com Aecim, sera q ele vai lhe servir? Kkkk Gentes réliz!

  2. pintobasto Says:

    A decadência arttística do Lobão está mais que notória e como é muito burro oportunista, escolhe cantar música que nem são dele para tentar denegrir a Presidente. É um canastrão, mais um filho duma corrida de táxi à favela.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: