A ditadura vista da janela da escola

Ditadura_Livro_EscolaO que aconteceu em termos de ensino escolar durante a ditadura militar e que perdura até hoje? O livro Os anos de chumbo vistos da janela da escola, organizado pelas professoras Esther Kuperman e Ana Cristina Coutinho Viegas, explica e detalha. (Nota do editor)

Esther Kuperman e Ana Cristina Coutinho Viegas em 10/8/2015

“Sabemos que, por trás da opaca nuvem de nossa ignorância e da incerteza de resultados detalhados, as forças históricas que moldaram o século continuam a operar”.
Eric J. Hobsbawn

Passados 50 anos do golpe, os debates sobre este processo da História do Brasil recomeçam. É imprescindível que estas polêmicas não se restrinjam às universidades e às instituições de pesquisa, mas que se espalhem por toda a sociedade, especialmente nas escolas, que são o lugar onde estão os futuros cidadãos deste país.

Trata-se de um processo que mudou a face da nação, consolidando um modelo de economia e de relações sociais que já vinha sendo construído ao longo das décadas anteriores. O Brasil de hoje tem muito das mudanças realizadas durante a ditadura. O processo de redemocratização ainda se encontra em construção e muito da atual organização política e econômica é um desdobramento do que foi instaurado naquele período.

Além disso, muitas das forças políticas que buscaram operar transformações durante os últimos anos daquele período encontram-se atuantes nos dias de hoje. Portanto, é preciso entender o período denominado “anos de chumbo” para compreender o Brasil de hoje. O propósito deste livro é ajudar na compreensão deste processo por parte de professores, alunos da Educação Básica e de todos aqueles que se interessam pelo tema.

Este trabalho surgiu durante o desenvolvimento da disciplina “Produção de recursos e materiais didáticos”, ministrada no segundo semestre de 2013 pelas professoras Ana Cristina Coutinho Viegas e Esther Kuperman no Mestrado Profissional em Práticas de Educação Básica do Colégio Pedro 2º.

O caráter multidisciplinar do livro decorre do fato de a turma ser formada por profissionais do ensino de diferentes disciplinas, o que está de acordo com uma das principais características do Curso. Durante o semestre procuramos familiarizar os alunos com o estudo de fontes primárias e discursos emitidos por diferentes autores sobre o período inaugurado pelo golpe de 1964.

Estivemos, durante algumas semanas, no Centro de Memórias Reveladas do Arquivo Nacional, onde os alunos puderam entender o desenvolvimento de um trabalho de pesquisa e entrar em contato com fontes primárias. Durante esses encontros conhecemos algumas dessas fontes, produzidas pelos mais diversos atores históricos durante os anos que sucederam o golpe de 1964. Tais documentos estão presentes neste livro.

Todos esses recursos possibilitaram a elaboração de material didático sobre o período. Decidimos, então, que esse material deveria ter um alcance maior do que apenas as turmas nas quais todos nós atuamos. Assim, esta obra decorre desse processo e do desejo de compartilhar um material inédito, que certamente enriquecerá as aulas do Ensino Fundamental e Médio em torno do assunto.

O livro é composto de nove capítulos, produzidos a partir de diferentes perspectivas disciplinares: Matemática, História, Geografia, Português, Espanhol, Biologia e os anos iniciais do Ensino Fundamental estão presentes nos vários capítulos.

Para que ele nascesse, foi fundamental o auxílio generoso dos pesquisadores do Centro de Memórias Reveladas do Arquivo Nacional, especialmente a Dra. Inez Terezinha Stampa, Vicente Arruda Câmara Rodrigues, Carla Machado Lopes, bem como o apoio do Dr. Jaime Antunes, Diretor do Arquivo Nacional. Importante, também, foi o incentivo da Profa. Dra. Neide F.P. Sant’Anna, então Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação, que acreditou nesta ideia e a apoiou. Agradecemos também o apoio da Profa. Dra. Marcia Oliveira, atual Pró-Reitora de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Cultura, que também se entusiasmou com a nossa iniciativa. Agradecemos, também, ao Magnífico Reitor de nossa instituição, Prof. Dr. Oscar Hallac o apoio ao nosso trabalho.

Convidamos o leitor a conhecer mais um pouco de tudo o que se passou durante o período da ditadura empresarial-militar brasileira instaurada após o golpe de 1964, apreciando, através de cada uma destas janelas, aspectos daquele tempo.

Esther Kuperman possui mestrado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1992) e doutorado em Ciências Sociais pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2008). Atualmente é professor titular do Departamento de Pesquisa e Pós-Graduação do Colégio Pedro 2º. Tem experiência na área de História, com ênfase em História do Brasil República, atuando principalmente nos seguintes temas: Pensamento Político Brasileiro, Estado e Sociedade no Brasil Contemporâneo, História Econômica, Formação da Identidade Nacional Brasileira, Classes Sociais e Conflito e História do Brasil. Também atua na área de História Contemporânea, com ênfase em História do Oriente Médio Contemporâneo e História Econômica. Faz parte do Programa de Estudos Judaicos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Colaboradora da Comissão de Altos Estudos do Centro de Memórias Reveladas do Arquivo Nacional. Representante da Universidade de Tel Aviv no Brasil. Pertence ao Grupo de Pesquisa LEHI – Laboratório de Economia e História.
Ana Cristina Coutinho Viegas possui Graduação em Letras pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1983), Mestrado em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1992) e Doutorado em Letras (Ciência da Literatura) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1998). Professora de Língua Portuguesa e Literatura no Ensino Fundamental e Médio. Atualmente é professora do Mestrado Profissional em Práticas de Educação Básica do Colégio Pedro 2º. Coordena a área de Português do Programa de Residência Docente na Pós-Graduação da mesma instituição. É líder do grupo de pesquisa Literatura e outras linguagens na Escola Básica: letramento literário e formação continuada do professor. Tem experiência na área de Letras, tendo atuado principalmente nos seguintes temas: teoria literária, literatura brasileira, leitura e prática de ensino.

Leia também:
Marilena Chauí: A ditadura militar iniciou a devastação da escola pública

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: