Antonio Lassance: Acuado e aloprado, Cunha tenta um golpe em causa própria

Eduardo_Cunha_PMDB71_CaretaNoventa dias na Presidência da República seriam mais que suficientes para Cunha afastar o atual procurador-geral e nomear um engavetador de sua confiança.

Antonio Lassance, via Carta Maior em 19/7/2015

Se ainda não ficou claro o que Cunha quer ao falar em impeachment de Dilma, é bom deixar claro. Mais do que irritação, retaliação ou revanche, Cunha mira em Dilma para acertar Rodrigo Janot, o procurador-geral da República.

Janot é responsável pela peça de acusação contra a Cunha, com base na qual o Supremo Tribunal Federal (STF) selará o destino do deputado. As conclusões de Janot podem levar não apenas à perda do mandato de Cunha, mas à cassação de seus direitos políticos e à decretação de sua prisão.

Diante do maior pesadelo que já enfrentou, Cunha teve a reação imediata de pedir a cabeça de Janot, cujo mandato se encerra em setembro deste ano – ainda assim, se não vier a ser reconduzido ou substituído por alguém da mesma linha.

Dilma é a pedra no meio do caminho que impede o afastamento de Janot. Para conseguir o que quer, Cunha sonha em sentar na cadeira de presidente da República e tomar de assalto a caneta com a qual pode defenestrar o procurador e indicar seu substituto.

Em qualquer situação de impeachment relacionando a presidenta e o vice, o presidente da Câmara é seu substituto, eventual ou definitivo. Se o afastamento acontecer antes de completados dois anos de governo, a Constituição (artigo 81) determina novas eleições 90 dias depois.

Noventa dias na Presidência seriam mais que suficientes para Cunha afastar Janot e nomear um engavetador de sua absoluta confiança para o cargo de procurador-geral da República. Isso sem mencionar a imensa gama de poderes e recursos com que contaria para usar em seu próprio favor.

Acuado, isolado e aloprado, Eduardo Cunha, mais uma vez, mostrou o que mais gosta de fazer: legislar em causa própria.

Antonio Lassance é cientista político.

Leia também:
João Paulo e Eduardo: Dois pesos e duas medidas para os dois Cunha de dois partidos diferentes
As novas eleições presidenciais já estão marcadas
PSDB se cala sobre Cunha e #CadeAecio bomba no Twitter
Fascistas digitais elegem Eduardo Cunha seu mais novo herói
Hipocrisia da mídia: Dono da Globo também estava em jantar de Lula com Odebrecht
O ferro será malhado ainda quente em Eduardo Cunha
Tropa de choque de Eduardo Cunha está em vários partidos, estados, na oposição e na situação
Janio de Freitas: Na moda de collorir
O fim da vergonhosa era Eduardo Cunha
Reunião de Cunha, Mendes e Paulinho: Conspiração não entra em recesso
Repórter da Globo resolve ser sincera: “A ordem é ouvir só o Paulinho da Força.”
Vídeo: Deputado Sílvio Costa aponta bipolaridade dos golpistas da oposição
Jornal Nacional atua como assessor de imprensa de Eduardo Cunha
O investigado que intimida
Leandro Fortes: Asteroide atingiu o Brasil e matou todos os eleitores de Collor
Bob Fernandes: Na lata do lixo da História, há um lugar especial para o PMDB atual
Luis Fernando Verissimo: Quando vamos acordar para a barbárie golpista que ameaça o Brasil?
Em 2014, Lauro Jardim, “colonista” da Veja, já achava que Eduardo Cunha era meio esquecido
Recordar é viver: Furnas pagou R$73 milhões a mais por ações vendidas a empresários ligados a Eduardo Cunha
Lobista descreveu o caminho do dinheiro até Eduardo Cunha
Deputado pede afastamento imediato de Cunha: “Não tem condições morais.”
Sob “barulhaço”, Eduardo Cunha vai a tevê exaltar “independência” e não cita corrupção
Eduardo Cunha é como cão bravo: Sob pressão, parte para o ataque
Em defesa do banditismo, da corrupção e da família cristã tradicional
Chega ao fim a presidência de Eduardo Cunha
Vídeo mostra como Eduardo Cunha exigiu os US$5 milhões
Eduardo Cunha e os Três Poderes
Emenda de Eduardo Cunha livra Soares e Malafaia de dívida milionária
O que Eduardo Cunha quer com sua proposta de parlamentarismo?
O Globo começa a “apertar” Cunha. E a lembrá-lo que seu papel é de coadjuvante, não de líder
Guilherme Boulos: Assim dissolve-se a democracia brasileira
“Padrão Fifa” elegeu Congresso “padrão Blatter”. Não eram só R$0,20. Era o pré-sal…
Jornal O Globo acusa Eduardo Cunha de corrupção
Eduardo Cunha diz que OAB é cartel e não tem credibilidade
Cada preso é um cliente: O que se esconde por detrás da redução da maioridade penal
Quando vão bater panelas contra Eduardo Cunha?
Luciano Martins Costa: O que há por trás desse empenho em aprovar a redução da maioridade penal?
Gilson Caroni Filho: Além de reduzir a maioridade penal, Cunha reduziu a democracia
As máquinas de vender intolerância e preconceito
Maioridade penal: A lista de deputados vira-casacas
#CunhaGolpista: Em menos de 24 horas, 20 deputados mudam voto e redução da maioridade é aprovada
Derrota de Eduardo Cunha: Câmara rejeita redução da maioridade penal
Financiamento público: Deputados são office-boys de empresas na hora de apresentar emenda parlamentar
Brizola previu: O aparelhamento do estado pelos evangélicos e a ascensão de Cunha
As falcatruas de Eduardo Cunha na Telerj e na Cehab/RJ
O Congresso Nacional tem dono. E, definitivamente, não é o povo
Reforma política do Eduardo Cunha é um deboche com o povo brasileiro
Eduardo Cunha desengaveta projeto que legaliza o jogo do bicho
A reforma política de Eduardo Cunha
A dobradinha Gilmar Mendes-Eduardo Cunha
Paulo Moreira Leite: A síndrome de Pelé
Paulo Moreira Leite: Marco Aurélio Mello deu uma aula de Constituição e democracia
Fifa: Saiba por que o silêncio de Ronaldo e Pelé está ligado a J.Hawilla e aos EUA
Financiamento privado: Um caso claro de violação da Constituição
“Assisti, mas deletei”, diz deputado que viu vídeo pornô no plenário da Câmara
Shopping do Eduardo Cunha: Saiba o nome dos deputados que foram comprados para aprovar financiamento empresarial
Golpe: Eduardo Cunha consegue a aprovação do financiamento privado
Financiamento de campanha e distritão: Numa só noite, Eduardo Cunha teve duas derrotas
A trama de Eduardo Cunha para privatizar o SUS
Terceirizada, mulher de Eduardo Cunha ganhou ação contra Globo e foi contratada
Eduardo Cunha, o falsificador
A ficha de Eduardo Cunha, o homem que falta para “moralizar a política”
Cavalo não desce escada: PMDB não sai do governo
A rica biografia de Eduardo Cunha, o herói da oposição
“Se presidir a Câmara, engaveto a regulação da mídia”, diz o “aliado” Eduardo Cunha
Eduardo Cunha, o sabotador da República
Na lata do lixo da História, há um lugar especial para o PMDB atual
Entenda como funciona a oposição “extraoficial” de Eduardo Cunha
Presidência da Câmara: As diferenças entre Arlindo Chinaglia e Eduardo Cunha
Chinaglia avança após novo indício de cumplicidade entre Eduardo Cunha e doleiro
Cinismo não tem limite: Eduardo Cunha e Antônio Anastasia se queixam de vazamentos sem provas
Terceirizada, mulher de Eduardo Cunha ganhou ação contra Globo e foi contratada
Eduardo Cunha vendeu aos empresários o compromisso de aprovar a terceirização
Terceirização: Como ficará seu emprego se Eduardo Cunha cumprir a promessa que fez aos empresários
STF autoriza buscas em gabinete de Eduardo Cunha
Mesmo envolvido no escândalo da Petrobras, Cunha continuará o queridinho da mídia?
Depoimento de ex-diretor complica ainda mais a situação de Eduardo Cunha
Doleiro diz que Eduardo Cunha era “destinatário final” de propina
Eduardo Cunha e Renan Calheiros são a cara do Brasil
Eduardo Cunha, o senhor do caos
R$1 bilhão: Eduardo Cunha consegue a aprovação de shopping para deputados
Quem se atreverá a dar um “rolezinho” no shopping de Eduardo Cunha?
A democracia, o financiamento empresarial e a corrupção
Financiamento público de campanha: #PanelaçoGilmarDevolva
Operação Lava-Jato confirma que financiamento privado nas eleições faz mal à democracia
Miguel Rossetto: “Financiamento empresarial corrói a transparência dos partidos.”
“O financiamento privado de campanha nada mais é que um empréstimo, pago depois com dinheiro público.”
Gilmar Mendes justifica por que engavetou ação do financiamento de campanha
O engavetador tucano Gilmar Mendes acusa OAB de ser laranja do PT

5 Respostas to “Antonio Lassance: Acuado e aloprado, Cunha tenta um golpe em causa própria”

  1. gustavo_horta Says:

    Dayse, permita-me meter minha colher. Com o sistema corrompido existente, as eleições proporcionais não levam para o congresso e para os parlamentos (federal, estaduais e municipais) as reais escolhas dos eleitores.
    O tal voto de legenda soma para a legenda de uma determinado partido ou de uma coligação votos “válidos” quer teham ou não eleito seu candidato. Somam-se à legenda ou coligação e carregam para os parlamentos gente com, não raro, escassos números de votos.
    Daí termos hoje no país um congresso nos moldes atuais (BBB – Boi, Bíblia, Bala) com uma formação preponderante de empresários que sequer são a parcela representativa da população.

    Se tiver interesse e paciência, comento mais sobre o assunto em https://gustavohorta.wordpress.com/2013/07/04/mensagem-a-um-amigo/
    Abraço.
    Felicidade. Sempre.
    Gustavo Horta

  2. gustavo_horta Says:

    É o famoso “boi de piranha”, cortina de fumaça, que se presta a este papel.

  3. Rita Says:

    Correto, mas ele tem que pagar por seus crimes. Assim como muitos outros na câmara.
    Minha maior preocupação ainda é a mídia e o tal juiz moro. A Lava Jato precisa ser conduzida com integridade, mas o que temos visto? Seria pra rir, se não fosse tão trágico.

  4. Dayse Silva Says:

    Precisamos, nós cidadãos brasileiros, estar atentos a certas figuras da nossa política. E, se necessário, bani-las, para sempre, da nossa política.
    Nós cidadãos temos que ter a consciência plena de que o poder emana do povo, porque previsto na Constituição Federal.
    Não percamos de vista, que, tendo em nossas mãos o poder, temos que ter, também, rigor na escolha dos nossos candidatos. E depois de eleitos, temos que fiscalizá-los durante a sua atuação, seja, no parlamento, no judiciário e no executivo.
    E, havendo provas irrefutáveis de atos contrários ao interesse social do nosso Povo, há de se buscar a sua saída, conforme a regra constitucional.
    Precisamos entender o quanto é nobre e importante a atividade política. Os antigos gregos, há milênios, já sabiam disto e já praticavam a boa política, de modo democrático e em praça pública.

  5. gustavo_horta Says:

    Curioso como a mídia – da direita e da esquerda – cometem equívoco ou erram deliberada e planejadamente.
    Este pessoal fica a colocar o cretino do Eduardo Cunha como o responsável pelas barbaridades que o congresso BBB (Bala, Bíblia, Boi) anda aprontando. Pessoal, “o melhor congresso que o dinheiro pode comprar” elegeu este cretino e os parlamentares, que aí somente “parlam” para atender aos seus patrocinadores, têm dado o suporte que a presidência dali precisa com esmagadoras maiorias nas votações.
    Assim, não se iludam, este bostinha é apenas uma cara, apenas um fantoche, como o foram no passado os ditadores de plantão na ditadura militar.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: