Prefeito morre em queda de avião, quando jogava bombas em acampamento do MST

MST_Prefeito_Molotov01

Via Brasil 247 em 15/7/2015

Duas pessoas morreram na queda de uma aeronave na tarde de terça-feira, dia 14/7, em Tumiritinga, na Região do Vale do Rio Doce, em Minas Gerais. O prefeito do município de Central de Minas, Genil Mata da Cruz (PP), de 39 anos, estava no avião junto com um funcionário particular, identificado apenas como Douglas, de 28 anos.

O 8º Comando Regional da Polícia Militar informou que o avião sobrevoou um acampamento conhecido por conflitos recentes entre integrantes do Movimento dos Sem-Terra (MST) e fazendeiros.

De acordo com o MST, o prefeito jogava bombas caseiras nos barracos. Funcionários da prefeitura dizem que o avião foi abatido a tiros. Mas a perícia ainda não confirmou nenhuma versão para o conflito fundiário.

A moradora da ocupação, Neurilane de Souza Alves, de 35 anos, afirmou que duas aeronaves começaram a sobrevoar a fazenda no fim da tarde. “Elas sobrevoaram por aproximadamente uma hora o acampamento jogando bombas de coquetel molotov sobre as casas. Durante a ação, uma delas caiu e a outra foi embora”, disse, conforme relato do Estado de Minas. Um militar que esteve no local disse que uma das asas da aeronave se quebrou antes da queda.

Leia também:
30 anos do MST e o ódio da mídia
Folha mente sobre protesto do MST
Os 30 anos de ódio ao MST nas páginas de Veja
Stédile: “Moro tem-se prestado a alimentar o ódio da classe média contra os petistas.”
Cadê o ministro da Justiça: “Stédile vivo ou morto”
“Grande mídia” esconde encontro de Stedile com o papa Francisco
João Pedro Stédile: “O Brasil não será democrático se não democratizar a terra.”
João Pedro Stédile: “O capital dominou as cidades.”
João Pedro Stédile: As mentiras paraguaias das elites brasileiras
João Pedro Stédile: O golpe no Paraguai foi armação contra o Mercosul
MST: Se houver golpe, movimentos vão às ruas defender Dilma
MST propõe um novo modelo de luta para alcançar a reforma agrária no Brasil
Lula visita escola do MST e apoia iniciativas dos movimentos sociais
Com método cubano, MST busca erradicar analfabetismo no sul da Bahia
Intervozes: Pesquisa prova que mídia criminaliza o MST
MST ocupa terras de moinho que incinerava corpos de presos políticos
MST ocupa fazenda de Cachoeira no Distrito Federal

Uma resposta to “Prefeito morre em queda de avião, quando jogava bombas em acampamento do MST”

  1. Marco Sousa Says:

    A reportagem foi falha, “Limpinho e Cheiroso” deveria, antes, ter se certificado de que partido esse prefeito era, provavelmente: PSDB ou DEM. A impunidade é tão grande para eles que, se sentem até com coragem de BOMBARDEAR com explosivos acampamentos onde ficam pessoas, sejam de que movimentos político-sociais for.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: