Paul Krugman: Alemanha destrói soberania da Grécia, “golpe talvez fatal na União Europeia”

Grecia09_Alexis_Tsipras

Matando o projeto europeu
Paul Krugman, via New York Times e lido no Viomundo em 13/7/2015

Vamos que você considere [o primeiro-ministro grego] Tsipras um incompetente desprezível. Que você queira o Syriza fora do poder. Que você dê boas-vindas à perspectiva de empurrar os irritantes gregos para fora do euro.

Mesmo que tudo isso seja verdade, a lista de exigências do Eurogrupo é loucura. A hashtag do twitter #ThisIsACoup [#IssoÉUmGolpe] é exata. A lista é mais que dura, é vingança pura, destruição completa da soberania nacional e sem esperança de alívio. É, presumivelmente, uma oferta para que a Grécia não aceite; ainda assim, é uma traição grotesca de tudo o que o projeto europeu supostamente representava.

Há algo que tire a Europa do precipício? Dizem que Mario Draghi [primeiro-ministro da Itália] está tentando reintroduzir alguma sanidade, que [o presidente francês] Hollande finalmente está demonstrando alguma reação à “economia da moralidade” alemã, que ele fracassou em demonstrar no passado. Mas a maior parte do dano já está feito. Quem vai acreditar nas boas intenções da Alemanha depois disso?

De certa forma, a questão econômica se tornou secundária. Ainda assim, sejamos claros: o que aprendemos nas últimas semanas é que ser membro da zona do euro significa que os credores podem destruir sua economia se você sair da linha. Isso não tem nada a ver com os princípios econômicos da austeridade. É tão certo quanto antes que impor austeridade dura sem alívio da dívida é uma política fracassada independentemente de o país aceitar ou não o sofrimento. Isso significa que mesmo uma completa capitulação da Grécia é uma rua sem saída.

A Grécia conseguirá sair do euro? A Alemanha tentará bloquear uma recuperação econômica? (Desculpem, mas essas são as perguntas que agora precisamos responder).

O projeto europeu — que eu sempre elogiei e apoiei — recebeu um golpe terrível, talvez fatal. O que quer que você pense do Syriza ou da Grécia, não foram os gregos que deram este golpe.

PS1 do Viomundo: De Wolfgang Munchau, no Financial Times:
Ao forçar uma derrota humilhante de Alexis Tsipras, os credores da Grécia fizeram mais que provocar mudança de regime na Grécia ou colocar em risco as relações do país com a zona do euro. Eles destruíram a zona do euro como a concebíamos e demoliram a ideia de uma união monetária como um passo em direção à união política democrática. Ao fazer isso, reverteram às disputas de poder nacionalistas da Europa dos séculos 19 e 20. Eles transformaram a zona do euro num sistema tóxico de câmbio fixo e moeda única, governado pelos interesses da Alemanha, mantido pela ameaça de destituição absoluta daqueles que desafiarem a ordem. A melhor coisa que pode ser dita sobre as negociações do fim de semana é a honestidade brutal daqueles que perpetraram a mudança de regime.

PS2 do Viomundo: Pelos termos do acordo, a Grécia não receberá qualquer alívio em sua dívida e, sob monitoramento da troika, será obrigada a tomar medidas ainda mais duras do que aquelas que rejeitou no referendo, inclusive colocando €50 bilhões em bens públicos sob controle dos credores. É uma forma de “punir” coletivamente a população que votou majoritariamente contra a troika, em outras palavras, de punir a democracia. Abre as portas para a ascensão na Grécia da extrema-direita anti-europeia do partido neonazista Golden Dawn.

Lei também:
Grécia cobra R$1 trilhão da Alemanha como indenização pelas atrocidades da 2ª Guerra
Thomas Piketty: “Alemanha dando lições sobre pagar dívida externa? É piada.”
Thomas Piketty: “Marx é possivelmente mais importante que Jesus.”
Thomas Piketty: Uma dívida deve sempre ser paga?
“Não discutir impostos sobre riqueza é loucura”, afirma Thomas Piketty
Thomas Piketty: Europa está à beira de uma grave crise política, econômica e financeira
Crise grega: Sardenberg merece ganhar o prêmio IgNobel de Economia

3 Respostas to “Paul Krugman: Alemanha destrói soberania da Grécia, “golpe talvez fatal na União Europeia””

  1. pintobasto Says:

    A Grécia caiu outra vez nas garras dos agiotas internacionais. Os maiores culpados da péssima situação economica da Grécia são os alemães que lhe venderem o maior lote de mercadorias com tecnologia já muito ultrapassada, como no caso de cinco submarinos com tecnologia quase obsoleta. Venderam com fartura sem garantias de recebimento. Venderam muito lixo e apoderaram de tudo o que podia render alguma coisa.

  2. gustavo_horta Says:

    O grupo do Euro não diverge em nada do velho conhecido nosso, o FMI que tanto circulou aqui em nosso país nos tempos do PSDB(o)(e)sta e do Fernando Henrique Cardoso – quebrou o país TRÊS VEZES em apenas 8 anos!!

    Aqui, somente os coxinhas mal intencionados ou alguns idiotas idiotizados que ainda não perceberam o quanto são manipulados é que sentem saudades desta época negra e triste para o povo brasileiro.

    G O L P I S T A S ! ! ! !

  3. gustavo_horta Says:

    O grupo do Euro não diverge em nada do velho conhecido nosso, o FMI que tanto circulou aqui em nosso país nos tempos do PSDB(o)(e)sta e do Fernando Henrique Cardoso – quebrou o país TRÊS VEZES em apenas 8 anos!!

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: