“Padrão Fifa” elegeu Congresso “padrão Blatter”. Não eram só R$0,20. Era o pré-sal…

Eduardo_Cunha_PMDB52_Pre_Sal_Abutre

Fernando Brito, via Tijolaço em 27/6/2015

O mundo real, infelizmente, não é idílico. É bruto e cruel e quem tem só boas intenções, dizia a minha avó, lota o inferno.

O Brasil está na iminência de sofrer um saque que deixa Paulo Roberto Costa, Alberto Youssef, Pedro Brusco e toda esta turma como micróbios.

Retirar a Petrobras do controle do pré-sal – parcial, nos direitos exploratórios, com ao menos 30%, e estratégico, como operadora exclusiva, controlando a torneira – não representa milhões de dólares, como aqueles ratos embolsaram, mas trilhões de dólares que nos vão tirar, ao longo de gerações.

Ontem [26/6], na Folha, o Malafaia das leis, Eduardo Cunha, abriu o jogo.

Vai “corrigir” aquele maldito “erro” que foi revogar o regime de concessão, forma encontrada por Fernando Henrique para entregar nosso petróleo, para instituir a partilha, que garante ao país a propriedade das jazidas e a remuneração sobre o ganho na produção, e não apenas a “comissão” representada pelos royalties.

Os estrangeiros estão livres para explorar petróleo no Brasil há quase 20 anos e durante todo este tempo não operam a produção de nem 5% do petróleo e gás extraídos no Brasil.

É, só isso, porque 94,3% de tudo o que se produz são operados pela Petrobras e cerca de 1% por operadoras nacionais de pequeno porte, segundo os números oficiais de abril deste ano.

E não é distante da verdade dizer que as multinacionais chegaram a isso porque contam com a infraestrutura – portos, pessoal, suprimentos e transporte naval e aéreo de ambos para suas plataformas – criada em função da operação da petroleira do Brasil.

Estão livres para construir refinarias e não fizeram nenhuma.

E não fizeram porque não querem tirar do bolso o suficiente para serem maiores, inclusive operacionalmente.

É estes investidores, os operadores eficientes e probos a quem vamos entregar a maior jazida de petróleo descoberta no século 21?

Não há lei que proíba nenhuma empresa, de parte alguma do mundo, de explorar petróleo aqui. Tanto é que a Shell, a Total (francesa) e duas chinesas se tornaram sócias da Petrobras no megacampo de Libra, com parcela de 60% nos investimentos, custos e lucros.

Mas fazendo o que eles não querem que se faça: ter obrigações de aplicar dinheiro, especialmente na cadeia produtiva de máquinas, suprimentos e engenharia, atuando dentro dos padrões que servem ao país deixar ao Brasil o controle de quanto petróleo se tira.

Mas Cunha, recém sagrado bispo da seita entreguista de José Serra pretende, que gentil, “aliviar” a Petrobras dos investimentos e das tarefas de operadora da extração deste petróleo.

O enfraquecimento político do governo, que começou a se erodir com as tais “jornadas de junho” (de 2013), os “não vai ter Copa”, os “padrão Fifa”, deu neste Congresso que está aí, correndo para entregar nossa maior riqueza, nossa esperança de redenção econômica e social aos “velhinhos da Fifa” do mundo do petróleo, que corromperam, subornaram, assassinaram e fizeram guerras para controlar o combustível e a energia do planeta.

Claro que o governo petista tem muitas culpas neste processo, tanto por permitir que “ladrões de carreira” de dentro da Petrobras terem montado esquemas de ladroagem como, até, por alguns que tenham ido dar “umas bicadas” por lá, num sistema eleitoral de natureza corrupta, sobre o qual podia ter colocado ao menos travas, quando tinha força para isso.

O essencial, porém, é ter subestimado a reação do mundo dos bilhões e do poder internacional à modestíssima afirmação dos interesses nacionais que procurou fazer.

E, na hora em que os abutres avançam, termos um governo tão fraco que nem mesmo percebe ter forças para gritar-lhes: xô, canalhas!

Mas nossos pequenos pulmões estão cheios e vamos gritar-lhes.

Leia também:
Jornal O Globo acusa Eduardo Cunha de corrupção
Eduardo Cunha diz que OAB é cartel e não tem credibilidade
Cada preso é um cliente: O que se esconde por detrás da redução da maioridade penal
Quando vão bater panelas contra Eduardo Cunha?
Luciano Martins Costa: O que há por trás desse empenho em aprovar a redução da maioridade penal?
Gilson Caroni Filho: Além de reduzir a maioridade penal, Cunha reduziu a democracia
As máquinas de vender intolerância e preconceito
Maioridade penal: A lista de deputados vira-casacas
#CunhaGolpista: Em menos de 24 horas, 20 deputados mudam voto e redução da maioridade é aprovada
Derrota de Eduardo Cunha: Câmara rejeita redução da maioridade penal
Financiamento público: Deputados são office-boys de empresas na hora de apresentar emenda parlamentar
Brizola previu: O aparelhamento do estado pelos evangélicos e a ascensão de Cunha
As falcatruas de Eduardo Cunha na Telerj e na Cehab/RJ
O Congresso Nacional tem dono. E, definitivamente, não é o povo
Reforma política do Eduardo Cunha é um deboche com o povo brasileiro
Eduardo Cunha desengaveta projeto que legaliza o jogo do bicho
A reforma política de Eduardo Cunha
A dobradinha Gilmar Mendes-Eduardo Cunha
Paulo Moreira Leite: A síndrome de Pelé
Paulo Moreira Leite: Marco Aurélio Mello deu uma aula de Constituição e democracia
Fifa: Saiba por que o silêncio de Ronaldo e Pelé está ligado a J.Hawilla e aos EUA
Financiamento privado: Um caso claro de violação da Constituição
“Assisti, mas deletei”, diz deputado que viu vídeo pornô no plenário da Câmara
Shopping do Eduardo Cunha: Saiba o nome dos deputados que foram comprados para aprovar financiamento empresarial
Golpe: Eduardo Cunha consegue a aprovação do financiamento privado
Financiamento de campanha e distritão: Numa só noite, Eduardo Cunha teve duas derrotas
A trama de Eduardo Cunha para privatizar o SUS
Terceirizada, mulher de Eduardo Cunha ganhou ação contra Globo e foi contratada
Eduardo Cunha, o falsificador
A ficha de Eduardo Cunha, o homem que falta para “moralizar a política”
Cavalo não desce escada: PMDB não sai do governo
A rica biografia de Eduardo Cunha, o herói da oposição
Eduardo Cunha, o sabotador da República
Na lata do lixo da História, há um lugar especial para o PMDB atual
Entenda como funciona a oposição “extraoficial” de Eduardo Cunha
Presidência da Câmara: As diferenças entre Arlindo Chinaglia e Eduardo Cunha
Chinaglia avança após novo indício de cumplicidade entre Eduardo Cunha e doleiro
Cinismo não tem limite: Eduardo Cunha e Antônio Anastasia se queixam de vazamentos sem provas
Jornal Nacional atua como assessor de imprensa de Eduardo Cunha
Terceirizada, mulher de Eduardo Cunha ganhou ação contra Globo e foi contratada
Eduardo Cunha vendeu aos empresários o compromisso de aprovar a terceirização
Terceirização: Como ficará seu emprego se Eduardo Cunha cumprir a promessa que fez aos empresários
STF autoriza buscas em gabinete de Eduardo Cunha
Mesmo envolvido no escândalo da Petrobras, Cunha continuará o queridinho da mídia?
Depoimento de ex-diretor complica ainda mais a situação de Eduardo Cunha
Doleiro diz que Eduardo Cunha era “destinatário final” de propina
Eduardo Cunha e Renan Calheiros são a cara do Brasil
Eduardo Cunha, o senhor do caos
R$1 bilhão: Eduardo Cunha consegue a aprovação de shopping para deputados
Quem se atreverá a dar um “rolezinho” no shopping de Eduardo Cunha?
A democracia, o financiamento empresarial e a corrupção
Financiamento público de campanha: #PanelaçoGilmarDevolva
Operação Lava-Jato confirma que financiamento privado nas eleições faz mal à democracia
Miguel Rossetto: “Financiamento empresarial corrói a transparência dos partidos.”
“O financiamento privado de campanha nada mais é que um empréstimo, pago depois com dinheiro público.”
Gilmar Mendes justifica por que engavetou ação do financiamento de campanha
O engavetador tucano Gilmar Mendes acusa OAB de ser laranja do PT

3 Respostas to ““Padrão Fifa” elegeu Congresso “padrão Blatter”. Não eram só R$0,20. Era o pré-sal…”

  1. edson tadeu Says:

    nao concordo com um ponto. quando voces dizem que o governo do PT tem culpa na ladroagem, Voces por acaso tem ideia do tamanho da petrobras? por acaso voces tem ideia de como entra um partido que nunca governou o Brasil e nao sabe quem é quem e preferiu usar o criterio de nomear as pessoas pelos cargos que exercem e pelo tempo de serviço mais é logico nao tem ideia de quem é quem. olu voces acham que Renato Duque, Paulo Roberto Costa iriam chegar ao presidente Lula ou Dilma e diriam: OLHA VOCES ESTAO ME NOMEANDO MAIS EU ROUBO A PETROBRAS DESDE 2006 voces ainda assim vao me aceitar como diretores?. Ora é claro que eles nao chegariam a tanto, Lula e Dilma podem er cometido muitos erros mais nao por serem desonestos ou compactuar com a sujeira dentro da Petrobras. e sim por falta de experiencia que é muityo natural, e todos os presidentes novos que por la passarem vao encontrar as mesmas dificuldades portque no momento que se descobre um golpe contra a petroleira as organizaçoes criminosas lideradas principalmente por PSDB PMDB, DEM. mudaram os metodos para continuar a sangria. E preciso que a Presidente transforme todos o setores da petrobras com a maxima transpárencia possivel, que se peça a diretores relatorios informações, balanços da SUA AREA para que se possa diminuir ao maximo os roubos mais tenha certeza eles continuarao e nao é pórque a Presidente vai permitir é porque é dificil se controlar empresas com o tamanho da Petrobras. É preciso se ter os funcionarios nos cargos escolhidos a dedo. gente com temor a Deus ja que essas pessoas nao todas é claro sao tementes e procuram seguir uma linha na vida.Voces hao de dizer: esses sao os que roubam mais, portem nao é assim nao. ha gente bem honestas que nao dao guarida a achacadores. Um exemplo disso esta no proprio EUA o dono da maior empresa aerea nos EUA nem na empresa vai. ele disse é so colocar a pessoa certa no lugar certo. mora numa casa simples que neem parece que doa milhoes a programas sociais e entidades filantropicas.Euj conheci por sinal um funcionario da Petrobras o apelido era LILICO o qual os militares tiham a maior confiança nele no entanto os outros compradores da petrobras eram vistos com desconfiança pelos milicos da ditadura, So por ai nós vemos que a cortrupçao na petros vem de longas datas nao adiantas aqui querer culpar o governo do PT por isso.

  2. gustavo_horta Says:

    O “melhor que o dinheiro pode comprar” trata de justificar a grana que nele investiram.
    BBB – Bala, Boi, Bíblia >> este é o congresso que foi eleito de acordo com os inúmeros malabarismos que o corrompido sistema eleitoral para as eleições proporcionais estabelece como legais.
    E, claro, o são, ainda que corrompidas e pouco éticas, imorais. Mas legais.

  3. pintobasto Says:

    Uma forte reação popular contra as manobras destes canalhas já deveria estar ocupando as ruas das maiores cidades brasileiras e quais as razões que deixam o PT e o Governo tão quietnhos? Medo do quê?

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: