O dia em que os Hell’s Angels brasileiros invadiram Caracas

Aecio_Venezuela11

Luis Nassif, via Jornal GGN

El Universal é um jornal de oposição na Venezuela que cobriu a visita dos senadores brasileiros a Caracas. Entrevistou a ex-deputada Maria Corina Machado – que acompanhava a comitiva – que explicou que a viagem foi frustrada devido a um congestionamento provocado pela manutenção de um túnel e protestos de um grupo de funcionários da empresa de manutenção (clique aqui).

Diz ela que “en menos de 3 horas los senadores brasileros ya saben lo que significa vivir en dictadura hoy en Venezuela, luego de publicar totalmente trancada la autopista Caracas-La Guaira porque están limpiando los túneles y por protesta carretera vieja”.

O que ocorreu com a comitiva é simples de entender. A van que a conduzia foi acompanhada por batedores da polícia venezuelana. A comitiva parou no congestionamento. A presença de batedores despertou a curiosidade de populares. Alguns cercaram o ônibus e deram murros na lataria. Em nenhum momento houve ameaças à sua integridade física, porque os batedores estavam lá garantindo a comitiva.

É um episódio da mesma dimensão dos ataques de populares na Paulista a pessoas que vestiam camisas vermelhas. E menos grave do que os tais Revoltados Online atiçando a malta contra repórteres de uma revista tida como de esquerda. Onde existe malta ocorrem problemas típicos de ajuntamento de malta. Simples assim.

Esta é a história real.

A tentativa de transformar um episódio banal em incidente diplomático é indigna para o parlamento brasileiro. Que o governo da Venezuela pague o desgaste da prisão de oposicionistas. Pretender responsabilizá-lo por problemas de trânsito em Caracas é desmoralizante para o parlamento brasileiro.

Valeram-se do mesmo estratagema de José Serra no episódio da bolinha de papel. Seleciona-se uma região claramente hostil ao candidato, já que agrupando ex-funcionários da Funasa demitidos por ele quando ministro. A comitiva entra provocando e a reação serve de pretexto para a farsa da bolinha.

Desde o início os parlamentares pretenderam “causar”. A começar do fato de terem sido acompanhados por repórteres da Globo, prontos a registrar qualquer incidente e da denúncia canhestra de que o voo tinha sido proibido pelas autoridades venezuelanas. Só faltava! Depois de um estadista de dimensão internacional, como Felipe Gonzales, ter visitado os prisioneiros políticos, a troco de que proibir uma comitiva liderada por um ex-candidato à presidência do Brasil que tem uma imagem internacional de playboy, acompanhado de um conjunto de brucutus que, pela idade e aspecto vociferante, mais se assemelham a um bando de Hell’s Angels que acabaram de chegar de Woodstock.

Admitia-se esse jogo de “causar” na mídia. Mas nessa manipulação, foi-se longe demais. Valendo-se da perda de dimensão do Congresso – como as eleições do inacreditável Eduardo Cunha e do repaginado Renan Calheiros – levaram esse factoide ridículo para a casa, provocaram o Itamarati e até exigiram rompimento de relações diplomáticas com a Venezuela.

Onde se pretende chegar com essa fabricação irresponsável de factoides?

Aecio_Venezuela12

O dia em que os Hell’s Angels brasileiros invadiram Caracas.

Leia também:
Venezuela: Como parlamentares brasileiros manipularam manifestações de rua
Fernando Morais: Visita de senadores brasileiros à Venezuela é “provocação política”
Saiba quem é Leopoldo Lopez, o “preso político” que Aécio foi visitar
Fracassa a missão de Aécio Neves para “salvar” Venezuela
Aécio e mais três patetas pagam o mico do milênio
Outro factoide do PSDB: Foi engarrafamento normal
O coxinha Leopoldo Lopez, pau-mandado do EUA, quer dar golpe na Venezuela
Quem está por trás dos protestos na Venezuela?
Venezuela: Pesquisas desmascaram golpistas
Analista alemã confirma: EUA manipulam “protestos” em todo mundo
Por que a Globo é contra o governo venezuelano
Passo a passo: O plano da Usaid para acabar com o governo de Hugo Chavez
Uma aula de Venezuela e uma dura na Globo, em plena Globo
EUA comandam protestos contra Nicolas Maduro
O que querem os EUA numa Venezuela em transe?
50 verdades sobre Henrique Capriles
Por que a Globo é contra os venezuelanos
A morte de Chavez e o ódio do senador Aloysio
WikiLeaks: O plano da Usaid para acabar com o governo de Chavez

3 Respostas to “O dia em que os Hell’s Angels brasileiros invadiram Caracas”

  1. pintobasto Says:

    Aqui houve uma falha grande! Ao tomar conhecimento da intenção desses pretensos senadores viajarem à Venezuela para se encontrarem com oposicionistas ao governo venezuelano, D.Dilma deveria ter informado o Renan Calheiros que deveria advertir os senadores sobre essa viagem pois poderia gerar um conflito político com o parceiro comercial e os próprios senadores estariam correndo o risco de serem detidos e expulsos da Venezuela por desrespeitarem as leis de segurança interna do País. Além do mais o Brasil tem tradição de não se intrometer nos assuntos internos dos outros países.
    Isto para usar palavras mais duras que mostram quem são esses senadores, uma cambada de incompetentes que não querem o progresso do próprio País e só sabem arranjar confusões. Uns cuzões!!!

  2. gustavo_horta Says:

    Palhaços.
    Um gambá cheira o outro, dois tucanos sim se bicam, um vagabundo protege o outro e os sacanas que espoliam o país e se divertem às custas da nação se escondem com a ajuda uns dos outros.
    Assim que é.
    O bacanal vai em frente, a orgia não para, a suruba continua. E os ânus são sempre os nossos.
    É ducarai.
    Como já bem foi definido aqui em Minas, o aspirador de pó, apenas um lixo, não é comunista, pois vive na soberba e na riqueza. Não é socialista, pois somente pensa nele próprio. Também não é capitalista, pois não produz nada, nem com capital nem com trabalho.
    É apenas um ser abjeto, de honestidade questionável e, sobretudo, desonesto com a sua própria fala. Em resumo, é um bosta.
    he he he
    Amor, compaixão, solidariedade.
    Felicidade. Sempre.

  3. Dayse Silva Says:

    Vergonhoso!Vergonhoso!
    Como cidadã brasileira, coro-me de vergonha.
    Isto é um desrespeito aos dois povos:brasileiro e venezuelano.
    Este fato não passa de uma “charge viva” e de muito mau gosto.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: