Lula se antecipa a nova armação da Veja

Capa_Veja

Capas mentirosas e caluniosas da revista [da] marginal.

Via Brasil 247 em 12/6/2015

Antevendo uma nova “calúnia” ou “fraude” da revista Veja, o Instituto Lula divulgou uma nota no início da noite de sexta-feira, dia 12/6, relatando que foi procurado pela publicação, que prepara uma reportagem sobre doações à entidade. Segundo o Instituto Lula, a reportagem da revista conversou com o presidente Paulo Okamotto por telefone e “revelou claro intuito de colocar as atividades do ex-presidente, legais e legítimas, em mais um dos enredos fantasiosos, mistificadores e caluniosos que têm caracterizado aquela publicação”.

“Diante dos péssimos antecedentes da revista, de seu evidente descompromisso com a verdade e com os fatos e da sórdida campanha de difamação que move contra Lula e o PT, a assessoria do Instituto Lula esclarece publicamente”, na nota, 15 fatos a respeito do Instituto Lula, sua criação, suas atividades, seu financiamento e os compromissos e a agenda do ex-presidente. “Estamos assistindo ao início de uma ofensiva midiática contra a imagem e a honra do ex-presidente Lula, com evidente motivação político-partidária”, diz o comunicado, acrescentando que a Veja “é um dos instrumentos dessa ofensiva”.

NOTA À IMPRENSA
Resposta pública do Instituto Lula à revista Veja

São Paulo, 12 de junho de 2015

O Instituto Lula foi procurado hoje (12/6) pela reportagem da revista Veja, a propósito de contribuições de empresas para o Instituto e das palestras realizadas pelo ex-presidente. Além de enviar e-mail com perguntas à assessoria de imprensa, a reportagem falou por telefone com o presidente do Instituto, Paulo Okamotto. A abordagem da revista revelou claro intuito de colocar as atividades do ex-presidente, legais e legítimas, em mais um dos enredos fantasiosos, mistificadores e caluniosos que têm caracterizado aquela publicação.

A revista Veja tem um histórico de capas e reportagens mentirosas sobre o ex-presidente Lula e o Partido dos Trabalhadores. Já estampou fraudes notórias sobre contas inexistentes em paraísos fiscais, falsas remessas de dinheiro do exterior, calúnias sobre relações com guerrilhas estrangeiras e com o narcotráfico. Por estas e outras mentiras, Veja foi condenada duas vezes pelo Tribunal Superior Eleitoral a publicar direitos de resposta do PT, em 2010 e 2014. Mesmo punida pela Justiça, a revista mantém o padrão de mentir, distorcer e caluniar.

Diante dos péssimos antecedentes da revista, de seu evidente descompromisso com a verdade e com os fatos e da sórdida campanha de difamação que move contra Lula e o PT, a assessoria do Instituto Lula esclarece publicamente:

1) O Instituto Lula foi criado pelo ex-presidente em 2011, depois que ele deixou o governo, para trabalhar pela erradicação da fome no mundo, aprofundar a cooperação com os países africanos e promover a integração latino-americana, entre outros objetivos.

2) Como tantas instituições ligadas a ex-chefes de governo – tanto no Brasil como nos demais países do mundo – o Instituto Lula recebe contribuições de empresas privadas para manter suas atividades. Tais contribuições são registradas e declaradas ao Fisco.

3) Diferentemente de outras instituições ligadas a ex-presidentes brasileiros, o Instituto Lula não recebe contribuições de empresas públicas, estatais ou de governos nem oferece deduções fiscais sobre as contribuições que recebe, seja por meio da Lei Rouanet, seja por outros mecanismos governamentais de incentivo a patrocínios. Não há dinheiro público, nem direta nem indiretamente, no Instituto Lula.

4) Para exercer o legítimo direito de trabalhar, o ex-presidente criou a empresa LILS Palestras e Eventos, por meio da qual são contratadas palestras e conferências para empresas e entidades privadas no Brasil e no exterior.

5) Essa é uma atividade exercida legalmente por ex-chefes de governo, no Brasil e em todo mundo, bem como por pessoas de grande projeção pública, como jornalistas, artistas, cientistas, desportistas etc.

6) Lula não cobra nada para fazer palestras para entidades sindicais, movimentos sociais, ONGs, governos, partidos políticos e grupos da sociedade civil.

7) Os contratos da LILS são registrados regularmente e declarados ao Fisco. Não existe relação financeira entre a empresa e o Instituto Lula. São atividades distintas, com contabilidades, fontes de receita e despesas também distintas.

8) Nem o Instituto Lula nem a LILS prestam qualquer tipo de consultoria, assessoria, intermediação de contatos etc. Nem o Instituto Lula nem a LILS fazem negócios.

9) Tanto a criação do Instituto Lula e sua forma de manutenção como a criação da empresa LILS são fatos públicos, divulgados pela imprensa e objeto de ampla reportagem, por exemplo, na edição de 3 de abril de 2011 do jornal O Globo.

10) Também foram divulgadas pela imprensa, há mais de dois anos, em reportagem da Folha de S.Paulo, as contribuições da empresa Camargo Corrêa e outras para o Instituto Lula e a contratação de palestras. Não há novidade no recente noticiário a respeito desse fato já conhecido.

11) As contribuições recebidas pelo Instituto Lula e as palestras contratadas por meio da LILS não têm relação com contratos da Petrobras, feitos pela Camargo Corrêa ou por qualquer outra empresa.

12) Os compromissos públicos e a intensa agenda internacional do ex-presidente são divulgados pela assessoria de imprensa e pelo site institutolula.org. Não procedem as alegações, feitas por alguns jornalistas, de falta de transparência. A imprensa brasileira ignora sistematicamente a agenda de Lula, especialmente quando se trata de homenagens prestadas a ele ao redor do mundo e de participações nos mais importantes fóruns internacionais de debates, sempre em defesa do Brasil.

13) O Instituto Lula sempre esteve à disposição das autoridades para prestar informações pertinentes a suas atividades – tanto ao Ministério Público como ao Poder Judiciário ou ao Congresso Nacional.

14) Qualquer tentativa, por parte da revista Veja ou de outros veículos, de associar o Instituto Lula e a LILS a atos ilícitos ou suspeitos com base nestas informações, estará incursa na legislação que protege a honra e a imagem das pessoas e instituições.

15) Estamos assistindo ao início de uma ofensiva midiática contra a imagem e a honra do ex-presidente Lula, com evidente motivação político-partidária. Como tem se tornado comum, infelizmente, em nosso País, tal ofensiva não poupará pessoas e instituições de reconhecida probidade e seriedade, no intuito de desmoralizar e até criminalizar as atividades do mais importante líder popular do Brasil. A revista Veja é um dos instrumentos dessa ofensiva.

Assessoria de Imprensa do Instituto Lula

Leia também: Lula*
Não sobrou pedra sobre pedra: A resposta de Lula à Época
Diego Escosteguy é o Kim Kataguiri do jornalismo
Espumando, FHC adverte os golpistas divididos: “O alvo é Lula”.
O terceirizado que jogou o Ministério Público no show bizz
MPF arrasa revista Época: Não há provas contra Lula
Denúncia da revista Época contra Lula mancha Ministério Público Federal
A prova da mentira de Época contra Lula
Lula deu uma surra no panelaço
Mujica, O Globo e o “chupa petralhas!”
Tremei, paneleiros. Lula está de volta às ruas!
Revista Época questiona Lula por contrato do governo de FHC
“Confissão” de Lula a Mujica é mais um crime de imprensa
Depois de Dilma, Lula novamente
Época não consegue inovar e repete a farsa
Mujica deveria aceitar o convite sem-noção de Caiado para falar no Brasil
Carta aberta a Mujica: “Perdão pela mídia canalha brasileira, dom Pepe.”
Réquiem para o jornalismo
Lula é odiado porque deveria ter dado errado
Corra, Lula, corra
Como funciona a fábrica de infâmias contra Lula na internet
Lula ironiza pastores evangélicos em palestra: “Jogam a culpa em cima do diabo.”
Vai pro pau: Lula topa a polêmica que FHC pediu na tevê
Chico Buarque: “O alvo não é a Dilma, mas o Lula.”
Na Itália, Lula fala sobre importância do combate à fome
Sorry, coxinhas! Lula é aplaudido na ONU
Lula recebe homenagem da Prefeitura de Roma
Paulo Moreira Leite: Apesar do massacre, memória de Lula persiste
Doações: com Lula é “imoral”, com FHC é “cultural”. A hipocrisia da mídia e o sapato do Brizola

6 Respostas to “Lula se antecipa a nova armação da Veja”

  1. Selma Says:

    Concordo com o que disse o Decio Adams. Se o Lula, Dilma tivessem agido com mais rigor teriam sido massacrados da mesma forma ou mais ainda. Mas nunca foi feito NADA. Nem processo por calúnia e difamação. Nem oito, nem oitenta. Penso que dá tempo nem que seja para cortar publicidade governamental. Já é um começo.

  2. Dayse Silva Says:

    As urdiduras de pseudo-veículos-midiáticos são por demais conhecidas do bom leitor brasileiro.
    O “modus operandi” da chamada veja apenas reafirma, ao longos das décadas, o tamanho de seu nanismo jornalístico.
    Lula está muito muito além e aquém de tal revista.
    Ao Lula a admiração, a vitória, a veja nada, nada..

  3. Décio Adams Says:

    Se Lula tivesse feito o que foi sugerido em um dos comentários, teria sido acusado de arbitrário, implantar censura e coisas assim. Assisti ontem à entrevista da Presidente Dilma Rousseff ao apresentador Jô Soares e ela falou uma coisa que me levou a refletir.
    “A livre manifestação é direito de todos”. Se reprimir, vão dizer que estão implantando ditadura comunista, além de outras coisas mais.
    Sugiro a esses difamadores que estudem a história do regime comunista russo, chinês, norte-coreano, cubano e onde quer que seja. Quando nesses países poderiam dizer tantas asneiras e mentiras, sem terem a muito tempo sido empastelados, os redatores, editores e repórteres encarcerados? A maioria deles estaria apodrecendo em alguma prisão, num campo de trabalhos forçados na Sibéria (pena que aqui não dispomos desse recurso), ou mesmo fuzilados sumariamente.
    Ao contrário, aqui continuam livres para espalhar seu veneno aos quatro cantos do país. O tempo dirá quem tem razão. Vai colocar os pingos nos iiiiii e dizer com quem estava a verdade.

  4. Teresinha Carpes Says:

    É verdade,a culpa é de Lula e do PT,por dar o outro lado da face para a imprensa falada,escrita,e televisionada e hoje em dia pela internet,nos Facebooks,Twuiters e etc!Aqui em Porto Alegre tem 2 emissoras que desde que o PT foi criado,os radialistas ou jornalistas tem feito críticas caluniosas contra Lula,agora Dilma e todo o PT!A Radio Bandeirantes pela boca suja do jornalista Milton Cardoso,há 13 anos tem combatido Lula e o PT,com calúnias pesadas,uma das mais leves é ladrão e cachaceiro!Gravei e mandei para o Planalto quando Lula era Presidente,o Jornalista continuou cada vez pior,hoje ele chama Dilma de mentirosa e corrupta,e Lula de chefão da máfia de narcotráfico!!!A Radio Pampa,é outra,tem um jornalista(radialista) que aos fins de semana,passa 6 horas no microfone falando mal de Lula,Dilma e todo o PT e diariamente das 20 horas até a 1 hora da madrugada,lá esta ele com a metralhadora giratória (o microfone)a desconstruir e assassinar as reputações de Lula,Dilma e o PT,na Pampa tem o Gustavo Victorino,que tem um programa das 17 horas até as 19 horas,e desmente todas a publicidade das obras!Tem o Marne Barcelos da rádio Pampa,este pratica o terrorismo,dizendo que o Brasil esta no fundo do poço!!

  5. Marco Sousa Says:

    Só espero, que continuem a processar o Lixo irreciclavel da Veja, mesmo com uma (justiça) porqueira temos aí.

  6. Marcos Pinto Basto Says:

    E a culpa maior da Veja se comportar assim é de Lula porque na primeira calúnia publicada por essa revista, deveria ter movido um processo crime e promovido uma campanha de desmoralização desse pasquim que se vende a interesses escusos.

Os comentários sem assinatura não serão publicados.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: